Tudo bem ser dependente



Caros tricolores, tricampeões mundiais, não sei vocês, mas eu não me importo nem um pouco de ter um time dependente de um quarteto com GanSoberano, Kakraque, Patolino e Kardec.
Pensem bem… A gente joga sem eles e tropeça, mas pelo menos corre, marca, dá trabalho. Lógico que deveríamos passar o carro no Timinho em qualquer circunstância, mas faz parte.

Pensem bem, de verdade… Poderia ser muito pior. Poderíamos ser dependentes de mago de araque, que estava vendido e voltou como salvação dos porquinhos.
Só uma coisa não aceito: burrice. Alvaro pode ser raçudo, mas deixou a gente na mão de novo!



MaisRecentes

Brainstorm* de apelidos para o Mito treinador



Continue Lendo

Não tirem a educação física das escolas!



Continue Lendo

É o Clube da Fé: Vamos São Paulo, carajo!



Continue Lendo