Recordar é viver: gigantes somos nós!



Caros tricolores, tricampeões mundiais, vi que no sábado teve time comemorando vitória contra os chineses na disputa do terceiro lugar do Mundial. É aí onde a gente vê quem é grande e que não é, viu…

Sou do tempo em que ser gigante era atravessar o mundo e bater em grande da Europa.  Sou do tempo de chapéu no Guardiola, que hoje é chamado de gênio, mas que nunca vai esquecer o Rei Raí.  Ele mesmo já disse que se assombrou com aquele nosso timaço. Sou do tempo do calcanhar do Milan no time do Maldini.

Sou do tempo de “Air” Ceni e Mineiro fazendo a cara de palhaço do Gerrard. Saudade desse tempo, viu, Coronel Juvenal?!



MaisRecentes

Brainstorm* de apelidos para o Mito treinador



Continue Lendo

Não tirem a educação física das escolas!



Continue Lendo

É o Clube da Fé: Vamos São Paulo, carajo!



Continue Lendo