Bruno sofre pois é Palestra!



Caros palestrinos, campeões mundiais, io confesso que esse primeiro ano sem São Marcone no gol foi difícil. Non me acostumei direito ainda a non ter um pegador de pênaltis, um ídolo debaixo das traves. É difícil!!!

Ma io admiro o ragazzo Bruno. Non é um Marcone, nunca será. Mas tem algo que o Santo também tem: sangue palestrino! Esse sente as derrotas, tem vontade de vencer, sofre com o Palestra! E tem feito grandes defesas mesmo nessa fase horrorosa. Bruno está triste como nós estamos. Quem sabe com ele a gente non consiga um milagre que nem São Marcone conseguiu: evitar o rebaixamento. Dio mio! Os dias estão cada vez mais difíceis.



MaisRecentes

Vamos falar umas verdades, Flalido!



Continue Lendo

Parabéns, Curintia!!!



Continue Lendo

Bem-vindo a um clube grande, Dracena!



Continue Lendo