Com chapéu de couro argentino



Caros palestrinos, campeões mundiais, faz dez anos que a gente non ganha dentro do Jardim Leonor? E daí? Nada melhor do que uma data redonda para fazer a festa contra o time que non ganha da gente há dois anos. Hoje, Ajoelha Ceni será homenageado com chapéu importado. Um feito de legítimo couro argentino. É cortesia do Pirata!

Nostro camisa 9, nesses dias em que só se fala de Alex, vai quebrar o tabu do jeito como vencemos da última vez. É chapéu dentro da área, no Panetone! Avanti!

Io estarei naquele estádio arcaico (que vai apodrecer sem shows quando a Arena ficar pronta) junto com os mais de 3 mil palestrinos. Assim como em 1942, nada melhor do que bater neles em uma Arrancanda Heroica.



MaisRecentes

Vamos falar umas verdades, Flalido!



Continue Lendo

Parabéns, Curintia!!!



Continue Lendo

Bem-vindo a um clube grande, Dracena!



Continue Lendo