Adilson Batista é apenas simpático



Tricolores do Céu e da Terra, patética é a tentativa do Bob Colina de criar uma rivalidade entre Renato Gol de Barriga e o simpático Adilson. O técnico do Vice é, como disse, simpático. Bom moço, poderia casar com minha neta. Não fosse técnico, possivelmente seria um profissional correto, que cumpriria todas as horas do serviço, elogiado pelo chefe e também um marido exemplar. Todavia, seria apenas mais um na multidão. Ele tem tudo o que precisa uma pessoa de dignidade para dormir em paz. Seria um ótimo padeiro, mas não tem o brilho dos vencedores. Por isso defende, até como treinador, o time que tem na camisa um cinto de segurança. Jamais vai se arriscar. E os melhores, como sabemos, arriscam. Por isso que entre o comum Batista e o ousado Renato, que brilhava nos campos, na área técnica e na noite, não há dúvidas. Ao menos andando ao lado do Renight nas boates alguma mulher ia sobrar para mim. Do lado do Adilson, ele é que iria pegar as minhas sobras. Vencemos de véspera quando Renato escalou Waltinho e Fred. Vascaínos, podem chorar.



  • Vital é de admirar essa colocação, quer dizer que o Adílson, que é correto, bom moço, bom trabalhador, correto, um marido exemplar para sua neta, digno podendo dormir em Paz e vc prefere o fanfarrão, o cara da noitada, da bagunça, mulherengo, marrento, pensa que é ,mais do que é, é meu amigo , sinal dos tempos, hj se valoriza quem não presta. HJ infelizmente se dá ouvido a um Edmundo, Jobson, Adriano e outros.
    Um CONCA, ALEX, SEEDORF, MESSI, ZÉ ROBERTO, estão como diria antigamente”FORA DE MODA”.
    ST/Carlos Castilho

  • geraldo lourenço

    Sr. Vitral

    Mais uma sandice que o Sr. esta acostumado a escrever neste espaço.
    O peladeiro fanfarrão – Renato Gaúcho- que nunca foi treinador, tudo que ele não é, é ser ousado( visto que o time que ele “treina” (“sic”) tem 397 cabeças de área, dois botinudos fixos fazendo de conta que são zagueiros e vive de contra ataque, e também não é vitorioso como técnico, se o Sr. se lembra a maior virtude dêle foi perder uma Libertadores (2008) que estava quase ganha e no mesmo ano rebaixar o Vasco.
    Em 1996 também teve participação no rebaixamento do Flu.
    Até hoje em todas as passagens dêle no Flu, foram 189 jogos, destes, 81 vitórias, 48 empates e 60 derrotas, aproveitamento de 51,32% (muito pouco para um vitorioso).
    Renato é fraco, fraquíssimo, diga-nos o Sr., qual é o esquema tático do Renato ?
    O time é um bando em campo, sinal que tem assimilado o seu esquema:Raçhão.

MaisRecentes

Me deixa sonhar com o penta!



Continue Lendo

22 anos depois: mesma emoção, mesmo desfecho!



Continue Lendo

Sempre bom voltar ao salão de festas!



Continue Lendo