Eu já sei qual é o destino!



Tricolores do Céu e da Terra! É o destino!

O resto da bela canção, eu deixo para vocês completarem. Mas, como ia dizendo, se bem que não falei nada, a vida é mesmo curiosa. No dia do nosso belo mosaico no Maracanã, diga-se, nenhuma obra de arte da melhor e mais bonita torcida do mundo é de mau gosto, os vices riram, debocharam, profanaram as três cores sagradas. Na ocasião, fiquei quieto e observei. Em mente, apenas uma palavra: predestinação.

Não obstante, olho para a tabela e vejo os padeiros na zona de rebaixamento. Logo eles, que choraram, espernearam e não poderão jogar em casa. O destino, olha ele aí, nos leva novamente para Fluripa. O fantasma já ronda a colina assombrada.



MaisRecentes

‘Flu-Europa? Meu projeto é Flu-América!’



Continue Lendo

Me deixa sonhar com o penta!



Continue Lendo

22 anos depois: mesma emoção, mesmo desfecho!



Continue Lendo