Mar de lágrimas!



Tricolores do Céu e da Terra! Preparem seu botes! Mas não esqueçam de levar junto o champanhe. Acabei de ver a previsão do tempo e o que estão dizendo é que vem uma enxurrada de lágrimas de Minas Gerais. E a julgar pelo que eles já choraram neste Brasileiro, periga ter outro dilúvio. Mas eu não estou nem aí. Quero mesmo é festa. Mesmo sob um mar de lágrimas.

Cuca, meu queridão rei do chororô. O choro é livre. Mas o título, este é para poucos. Tem que ser guerreiro. Tem que ter competência. E tem que ser Fluminense. Lembra quando você teve a honra de dirigir este time maravilhoso. Você, naquela época, só chorava de alegria. Mas chorava. Fazer o quê, não é?

Já encomendei minha faixa. E nela esté escrito TETRA, com todas as letras. Já pedi ao nosso presidente para comprar o melhor champanhe, o melhor caviar e até uns salgadinhos daqueles bem baratinhos para presentear os rubro-negros. Afinal, eles nos ajudaram um pouquinho… Coisa de gente abnegada. Será que eles sabem o que é isso?

Ao Celsão, nosso mecenas predileto, pedi apenas uma coisa. Compra TUDO! Traz o Conca, traz zagueiro, traz lateral e traz também o Ronaldinho, Celsão! Queremos a América. Queremos o mundo! Mas isso não precisa comprar não. Os guerreiros conquistam.



MaisRecentes

‘Flu-Europa? Meu projeto é Flu-América!’



Continue Lendo

Me deixa sonhar com o penta!



Continue Lendo

22 anos depois: mesma emoção, mesmo desfecho!



Continue Lendo