Por uma boa causa



Tricolores do céu e da terra! Hoje é dia do líder caprichar no balde de pipoca e se acomodar no sofá. Na programação, nada de bom, infelizmente. Até falei para os meus pimpolhos, Castilho e Oscar, irem dormir mais cedo. Eles poderão ter bons sonhos com o título, enquanto eu estico a noite ao lado da Eleonora e cumpro um dos ofícios de futuro campeão. Do camarote da primeira colocação do Brasileirão, vou assistir a essa rinha entre urubu e galo.

Óbvio que não me preocupo muito com o resultado. A faixa comemorativa de 2012 já está na mesa, linda que só ela, toda tricolor. Mas tenho que manter a elegância dos fidalgos por um pouco mais de tempo.  Na torcida pelo Flamengo? Prefiro dizer que um mau resultado do Atlético-MG seria agradável. É que não quero ninguém ciscando nos meus calcanhares durante o caminho rumo ao tetracampeonato.

E até que o Rubro-Negro tem me dado alegrias, sabem? Nada como ver a bagunça em que a Gávea está (ou sempre esteve?), os gols que o centroavante de araque deles perde por rodada, um mais bizarro do que o outro e, a cereja do bolo, a comemoração que fazem a cada novo episódio da saga CONTRA O REBAIXAMENTO! Hahahahaha! Ridículo!

Eles nos darão três pontos esta noite. No domingo, nos darão mais três. Afinal, domingo é dia de Fla-Flu e como diz o Tunico, garçom lá do Fidélis, dia de dar “aquele moral”!

Fico imaginando como anda a Scarlet Breu, coitada. Ontem a vi desesperada pela Pinheiro Machado, perdida. Ela me disse que procurava o time do Flamengo. Honestamente, disse que nunca havia visto. Aos prantos, Scarlet falou também de uma conturbada relação com um sujeito meio dentuço, que a tinha traído e feito o escambau dentro do seu cafofo. Exagerada ela, hein?

Voltei para casa pensando: “Nossa, que pena do Flamengo!”. Acho que uma fezinha para os rubro-negros hoje não faria tão mal. Ainda mais diante de um concorrente nosso. Qualquer coisa, a gente derrota eles depois de novo!



MaisRecentes

‘Flu-Europa? Meu projeto é Flu-América!’



Continue Lendo

Me deixa sonhar com o penta!



Continue Lendo

22 anos depois: mesma emoção, mesmo desfecho!



Continue Lendo