Um minuto de silêncio é pouco para o nosso Carlinhos Violino



O tradicional arerê não tem porque ser dito num dia como hoje! Um dia de muita tristeza para a grande massa rubro-negra. Nosso Carlinhos Violino se foi, mas deixará muitas saudades nas nossas lembranças e corações. Jogava na cadência da música clássica e nos trouxe muitas alegrias. Como treinador, nunca nos deixou na mão e segurou muita barra em momentos delicados.

Este, com toda a certeza, merece o respeito de todos os flamenguistas e poderia ter uma estátua na Gávea. Mesmo longe do futebol, nunca abandonava o clube. Fizesse chuva, fizesse sol, Carlinhos estava na sede jogando seu baralho, mas ao mesmo tempo, tornando o clube ainda mais carismático com sua presença! Vai na paz, Carlinhos!



MaisRecentes

Vou secar um pouquinho!



Continue Lendo

Não temos mais rivais no Rio: #mearrebata



Continue Lendo

Com todo o respeito, é bom rezar, papa Francisco!



Continue Lendo