Superpimpônico



Caros alvinegros,

o nosso Rodrigo sempre foi subestimado e subvalorizado pelo sobrenome Pimpão que escolheu defender. É sobrenome, não apelido. Mas ele optou. Poderia ter escolhido o Viana, mas preferiu passar a carreira sendo ridicularizado por rivais.

Até que chegou o Botafogo na vida do atacante. Em 2015, ele foi extremamente competente. Nesta segunda passagem, está sendo crucial. Mais que isso, neste 2017, nosso 17 vem tendo desempenho exemplar. A palavra é essa mesma: exemplar.

Quero ver quem terá a capacidade de não correr tanto quanto Pimpão vem correndo, se dedicando nos últimos jogos. É uma garra superpimpônica!



MaisRecentes

Que saudade do Fogão!



Continue Lendo

Preocupação é o pão de queijo



Continue Lendo

Os outros que reclamem de Godger!



Continue Lendo