Minha seleção é a de General Severiano



Caros alvinegros, agora todos estão falando de Seleção, Copa do Mundo. Mas afirmou para vocês uma coisa: minha seleção é o Glorioso, fica sediada em General Severiano. Não que eu não vá torcer para o Brasil neste mundial, mas minhas atenções estão sempre voltadas para o Fogão.

Já estou ansioso pela volta do time aos jogos do Brasileirão. Espero que a diretoria consiga trazer reforços para fazermos um belo campeonato. E tomara que a Seleção Brasileira faça uma grande Copa do Mundo.

Saudações alvinegras.



  • Fábio Sereno

    Não conheço Seleção de “GENERAL SEVERINO”

  • Prezados,

    Se todos os jogadores jogarem com raça e dedicação aliados a reforços que se sintam honrados a vestir o nosso manto alvinegro da estrela solitária, me sinto obrigado a convocar (como o técnico da seleção canarinho) não apenas 23 jogadores, mas os milhões de apaixonados e escolhidos (Torce para o Botafogo não é escolha, é privilégio) que amam e vestem essa camisa nas arquibancadas, nos bares, nas casas, nas ruas, dentro e fora do país para abraçarem e amarem não o time apenas, mas a nossa Pátria Botafogo F.R.

    Somos Um Time!
    Somos Uma Seleção! (47 convocados!!!!)
    Somos Uma Pátria!
    Somos O Botafogo Futebol e Regatas

  • Douglas

    Vai tomar no seu cú Nilton Severiano!!!

  • boa tarde.
    saudaçoes alvinegras o botafogo para brigar pelo titulo tem que trazer reforços pontuais para o elenco,para o restante do brasileiro e a copa do brasil .

  • DINHO FOGO ES

    GENERAL NESTE MOMENTO COMPARTILHO COM VOCE. MINHA SELEÇÃO E UNICA E EXCLUSIVA O BOTAFOGO DE FUTEBOL E REGATAS.O RESTO E SO RESTO,E ESSA SELEÇÃO BRASILEIRA E UMA PORCARIA PATROCINADA PELA GLOBO,QUE ESTA EM BAIXA COM OS BRASILEIROS. EU NEM LEMBRO QUE VAI TER COPA NO BRASIL,OS DIAS DE JOGOS TIRAREI TEMPO PARA DAR UMA BOA CAMINHADA.

    • Dinho confesso pra vc que eu até tento torcer pra essa seleção, mas não dá cara quando vejo aquele frangueiro do Julio César no gol, acaba com todo meu tesão de torcer pela seleção.

      • Sem essa, seu IVOSC! Sabemos que o senhor sempre torceu pelo Íbis e contra o meu sucesso por aqui, vai negar?!

    • Peter Pot@mus

      A minha seleção começa com:
      1º – Um presidente honesto, que torça e ame o Botafogo;
      2º – Dirigentes voltados para o engrandecimento do Botafogo;
      3º – Salários pagos em dia;
      4º – Time forte e competitivo e não time de refugos;
      5º – Time que ganhe campeonatos importantes e não somente estadual falido;
      6º – Time que não envergonhe a sua torcida com partição ridícula na copa Libertadores;
      7º – Time que não corra o risco de ser rebaixado.

      • E quanto a termos uma torcida que verdadeiramente seja capaz de ajudar ao Botafogo e não fique buscando justificativas para nada fazer pelo clube, que diz o senhor? Que fez o senhor, caro Peter Pot@mus em prol do Botafogo desde que se disse seu torcedor? Nada? Então como ousa dizer o que o clube precisa se o jamais abriu a mão para dar-lhe o que quer que fosse?

        • Peter Pot@mus

          Ajudar em que, sua besta? Sou torcedor e não dirigente. O teu presidente ladrão está afundando o clube, conseguiu em apenas 6 anos, aumentar a divida do clube em mais de 300 milhões de reais.

          • Fábio Botafogo no coração

            Então, a dívida aumentou absurdamente, não entendo isto. Os maiores lucros por venda de jogadores no botafogo aconteceram na gestão de Assunção. Como que o botafogo perdeu tanto dinheiro? Essa desculpa de perder 45 milhões com o engenhão fechado é muito estranha. Se estádio desse tanto dinheiro, todo clube faria questão de ter um próprio. E mais, como que um clube que não tem dinheiro é capaz de bancar o Seedorf por mais de um ano? Tem coisa muito errada

          • MINHA SELEÇÃO PARA MANDAR EMBORA DE GENERAL SEVERIANO.

            HELTON LEITE, EDILSON, BOLIVAR, JULIO CESAR, MARCELO MATOS, AIRTON, BOLATTI, JORGE WAGNER, GEMEOS, EL TANQUE, WALISSON, IGUINHO, MAURÍCIO SONEGAÇÃO, ROUXINOL, SIDNEI LOUREIRO, DEPTO MEDICO, PSICÓLOGO, E NÃO PODIA FALTAR A PAULETE PARA MANDAR PARA CASA DO CACETE.

            PAULETE VOCE ALEM DE NÃO SER SÓCIO E NÃO COLABORA COM PORRA NENHUMA PARA O CLUBE, A ÚNICA COISA QUE VOCE FAZER É ENCHER O SACO DA TORCIDA E DOS SÓCIOS QUE COLABORAM PAGANDO SUAS MENSALIDADES PARA INFELIZMENTE CAIR NA MÃO DESTES LADRÕES SUMIREM COM O DINHEIRO QUE VOCE AINDA DEFENDE.

            VAI PARA A CHINA E LEVA ESTAS MERDAS TODAS CONTIGO.

            VOLTA JOBSON DOIDÃO QUE VOCE É MELHOR QUE ESTAS MERDAS TODAS SÓBRIAS.

            VOLTA JOBSON E SALVE OS CRAQUES DOIDÕES QUE NOS DERAM MUITAS ALEGRIAS COMO HELENO DE FREITAS, GARRINCHA, PAULO CESAR CAJU, NEI CONCEIÇÃO, MARINHO CHAGAS, ETC.

            QUEM QUISER JOGADOR SANTO VAI NO VATICANO FALAR COM O PAPA.

            RUA COM ESTA SELEÇÃO DE MERDAS NO BOTAFOGO.

          • Peter Pot@mus

            Paulo Barreto é a nossa Geni aqui do blog. Para quem não lembra ou não sabe da letra da música de Chico Buarque, aqui vai um trecho:

            De tudo que é nego torto
            Do mangue e do cais do porto
            Ela já foi namorada
            O seu corpo é dos errantes
            Dos cegos, dos retirantes
            É de quem não tem mais nada

            Dá-se assim desde menina
            Na garagem, na cantina
            Atrás do tanque, no mato
            É a rainha dos detentos
            Das loucas, dos lazarentos
            Dos moleques do internato

            E também vai amiúde
            Com os velhinhos sem saúde
            E as viúvas sem porvir
            Ela é um poço de bondade
            E é por isso que a cidade
            Vive sempre a repetir

            Joga pedra na Geni!
            Joga pedra na Geni!
            Ela é feita pra apanhar!
            Ela é boa de cuspir!
            Ela dá pra qualquer um!
            Maldita Geni!

          • Esse tal Peter Pot@mus juntamente com esse tal Carregador de Homens Nas Costas são a vergonha da nossa torcida! Se juntarmos aos dois o tal Loco Rodolpho acompanhado pelo Manx, então, o Pinel estar completo! Um só sabe nos carpidar e o outro vive me constrangendo a carregar-me em suas costas, pode? Melhor é o Loco Rodolpho que apenas nos massageia o augusto enquanto o Manxinho nos declama um poesia sobre os professores para o deleito do tal Botafogo, né mesmo?

          • Peter Pot@mus

            Este tal Barreto não toma jeito mesmo, o cara quer ser sempre do contra. Se a galera tivesse elogiando o Maurício omissão e sua diretoria, estaria ele aqui a defenestrar o pobre diabo. Mais como o povo quer ver o omissão através do espelho retrovisor, o Barreto fica a acariciar os seus culhões.

        • O cara escala a melhor seleção de todos os tempos + o sr. seu Paulo Idiota Barreto, continua acareciando o culhão do presidente de MERDA MA.

          Obs: O culhão do MA de MERDA, completamente inchado + o verme do Paulo Imbecil Barreto continua a acarecia-lo. PQP!

          • E que nos deu esse monte de azarados senão a grande dívida que hoje nos tolhe o futuro, seu Manx? Pare de endeusar homens que tinham seus pés metido no barro, seu Manx! Até parece que o senhor nem é torcedor do Botafogo e sim de astros e estrelas que não cabem mais em nosso céu, vai negar?

          • Loco Rodolpho

            Manx este PAULO BARRETO é um safado que vive das sobras desta safado do OMISSÃO.

          • Prove o que fala se o senhor é homem, seu Rodolpho! Eu jamais fiz parte da turma da praia como o senhor. E também jamais ganhei do Maurício Omissão qualquer apartamento para morar como o senhor que ganhou dele o apartamento que era do João Saldanha. Por que o senhor nunca falou do assunto para nós, hein seu Rodolpho? E o safado sou eu, pode?

        • A seleção a qual estou me referindo é está abaixo seu BURRO.

          “A minha seleção começa com:
          1º – Um presidente honesto, que torça e ame o Botafogo;
          2º – Dirigentes voltados para o engrandecimento do Botafogo;
          3º – Salários pagos em dia;
          4º – Time forte e competitivo e não time de refugos;
          5º – Time que ganhe campeonatos importantes e não somente estadual falido;
          6º – Time que não envergonhe a sua torcida com partição ridícula na copa Libertadores;
          7º – Time que não corra o risco de ser rebaixado.”

          Obs: Deixa de ser burro égua velha.

          • E onde o senhor se enquadra nisto se o senhor vive a jogar pedras em nossas vidraças, seu Manx? O senhor já deu algum alfinete como doação ao Botafogo? De que nos adianta o senhor nos apontar as necessidades do clube se o senhor nada faz para dotar o Botafogo do que ele necessita? Deixe de ser bossal, cara!

          • Loco Rodolpho

            APOIADO, caro MANX, acrescentaria como 8° TORCIDA sem este CORNETEIRO SAFADO e VIADO do PAULO BARRETO.

          • É fácil ser valente quando nos escondemos por trás de um monitor, seu Rodolpho! Seja homem e venha dizer em minha frente os seus impropérios para que o senhor veja o que é bom para tosse, viu? O senhor e esse abestado do Manx precisam entender que sob o caos em que a nossa torcida que jogar o Botafogo, não teremos como resolver os seus problemas! Que fez o senhor pelo clube até o momento, seu Rodorpho? Já lhe ofertou ao menos um alfinete? O Manx não oferece ao clube sequer o seu roscoff já fora de uso, pode?

  • Fogo Carioca

    Só de pensar que no gol da nossa seleção titular estará em campo um jogador relegado ao total ostracismo, atuando atualmente numa liga quase amadora e com totais indícios de que não reúne as mínimas condições de atuar com confiança nos jogos, já prevejo um risco enorme de fracasso.
    Quando se tem um treinador que é conhecido pelas “panelinhas” que ele cria e dos elencos compostos por jogadores “da sua confiança”, tudo isso mesclado com uma dose colossal de arrogância e megalomania, fica difícil de incorporar aquele entusiamo que as seleções brasileiras de outros esportes nos proporcionam.
    Mesmo com todos os problemas que estamos vivenciando atualmente com o nosso Botafogo, mesmo tendo que suportar um presidente safado e sua corja de oportunistas, mesmo atravessando uma crise como essa que se instalou em nosso clube de coração, mesmo com tudo isso… é a estrela solitária que me causa entusiasmo, preocupação, satisfação e decepção.
    Sinceramente estou tão preocupado com o desempenho da seleção do felipão, quanto em saber quem vai ser campeão da série D.
    SAN

    • Deixemos essa Seleçãozinha de lado porque o assunto aqui é exclusivamente o Botafogo, seu Carioca!

  • Eloi Prestini

    Li uma noticia na Globo. Dizem que Jobson quer voltar. Deveríamos convencer diretoria e técnico aceitar este cara, sei que ficando no ostracismo, o Botafogo vai pagar salário, ele jogando 03 (três) partidas ao lado do Emerson é 09 (nove) pontos, fica parado 05 (cinco) e volta mais 03.
    Vamos lá o cara no campo sabe o que faz.

  • pedro pedreira

    paulo barreto cara de grilo voce é igual ao sonegaçao com essas rimas em prosa . me falaram que voce gosta de rosa.kk

  • Botafogo

    O FERNANDO ALVES é contador. Imagina que tipo de contador deve ser! Imagina esse cara fazendo o imposto de renda dos outros! Tremo só de pensar.

    • ZUZAFOGO

      Seu Botafogo, como o sr. é novo por aqui, gostaria de deixar claro, o que penso ser, a opinião da maioria dos nossos comentaristas.
      A nós não importa se esse ou aquele irmão de camisa é gari, professor, cientista ou o que seja. Só nos interessa o BFR. Aqui, independentemente das gozações, estamos todos unidos pela mesma paixão. De críticas provenientes dos adversários, ditos coirmãos, já estamos de sacola cheia. Não nos interessa as críticas, tipo fogo amigo, que o sr. pratica desrespeitosamente ao se dirigir ao Fernando Alves. Isso é “bulling”.
      PS.: antes que o professor me critique, peço perdão antecipado, pelos erros de português.abç

      • E aí Zuza já escolheu o que tu vai dar de dia dos namorados pro Paulo Barreto, com certeza o presente dele vai ser ti dar aquela massagem sacular vestido com um babydol verde amarelo pra comemorar os gols da seleção é ou não é Paulo Barreto?

      • Botafogo

        Você tem razão, mas quem começou o fogo amigo, o “bulling” foi ele. Se ele é seu amigo. diga a ele que pare e me esqueça, senão sou capaz de revidar até o inferno congelar, ou perder o interesse .

        • Não concordo com o Mestre Zuza neste caso! Quem tem bulignado a alguém por aqui é o Manx com os seus posts lascivos, caro Zuza! O Botafogo apenas reagiu aos trejeitos do Manx em seu rebolado pelas ruas, viu?

      • fernando alves

        Caro zuza este e um dos motivos que nos faz trata-lo de mestre. Valeu grande mestre.

        • Saiba, seu Fernanadalves, que não lhe permitiremos fazer ao Mestre Zuza o mesmo desserviço que o senhor está a fazer ao Professor Botafogo, viu?

  • moacir

    Meu fogão é a minha seleção

    • Já a minha seleção é a geladeira, viu? O Fogão é tudo! O resto é cinza!

  • DINHO FOGO ES

    MINHA SELEÇÃO É MEU FOGÃO.VALEU MOACIR TORCEDOR GENTE BOA.

    • É isso aí Dinho e Moacir o Fogão é nossa seleção! to tentando fazer uma musica pra nossa seleção, quer dizer nosso fogão gostaria que os amigos me ajudassem é em cima daquela musica pra frente Brasil, é assim:
      Todos juntos vamos pra frente Fogão
      do meu coração
      Vamos juntos vamos pra frente Fogão
      nossa seleção
      infelizmente me dá um branco nessa parte e não sei completar o resto se puderem me ajudar eu agradeço

      • Isto que o senhor tá tentando é plágio, seu Ivosc! Tente dar uma semitonada acima, viu?

  • Adilson Cordeiro

    Minha seleção:
    Jéferson
    Josimar
    Gonçalves
    Gotardo
    Nilton Santos
    Didi
    Gerson
    Mendonça
    Garrincha
    Túlio Maravilha
    Jairzinho

    • Peter Pot@mus

      O meu Botafogo de todos os tempos:

      1. Manga
      4. Marinho Chagas
      2. Mauro Galvão.
      3. Leônidas.
      6. Nilton Santos .
      5. Gérson Canhotinha de Ouro
      8. Didi
      7. Garrincha
      9. Amarildo
      10. Jairzinho
      11. Quarentinha

      Técnico: Mário Jorge Lobo Zagallo.

      • Juntem os dois time e não darão um título de maior expressão para o Botafogo, com certeza!

        • Peter Pot@mus

          Seu idiota, o time que citei acima é a nata de jogadores que vestiram a camisa do Botafogo, eleito o melhor Botafogo de todos os tempos, embora nunca tenham jogado juntos. É o Botafogo ideal.

          • paulo cesar oliveira

            Peter, esse cara não tem a menor coerencia no que escreve, ele vomita pelas teclas. Ele quer mudar o hino, ele desconsidera as tradições alvinegras, ele nega nossos craques! E ainda apoia o MA. PQP ! o que vc espera de uma figura dessas?

          • Saufogo

            Eu já falei em outros post’s, o Airam de Merda está gagá. Vamos ter mais paciência. Ele está internado num asilo.

          • Cada vez mais eu me convenço de que o Semfogo, o Peter Pot@mus e o Manx formam um trio muito amoroso… Talvez seja em razão de suas piscadas para mim, acreditam?

          • Loco Rodolpho

            PETER vc perde tempo com este CRÁPULA, VTNC PAULO BARRETO.

          • Rodolpho, vá pescar, cara! Ou o senhor tá querendo apenas a vara? Saiba que o senhor, o Peter Pot@mus e o Manx, juntos, formam o trio destruição do Botafogo e dos seus mais autênticos torcedores, vai negar? Além de crápula e o senhor é também um sacripanta, meu caro!

      • paulo cesar oliveira

        Peter, na nossa seleção de todos os tempos, os 11 melhores do Botafogo formam um time infinitamente melhor que qualquer outra seleção que se apresente. Essa que vc escalou massacraria o Barça. Eu até acho que fazemos frente à seleção da FIFA, que tem dois nossos injustamente, deveriam ser tres, pois botaram o Di Stefano que nunca levou titulo mundial e jogou por Argentina e Espanha, e deixaram de fora o Didi, para mim o maior 8 de todos os tempos. Então faço a minha seleção dos que vi jogar, munição de grosso calibre e futebol fino:

        Paulo Sérgio
        Carlos Alberto Torres
        Brito
        Mauro Galvão
        Marinho Chagas
        Nei Conceição
        Gerson
        Zequinha
        Roberto
        Jairzinho
        Paulo Cesar
        tec: Zagallo

        • fernando alves

          Caro PCO na minha seleção;

          1. Jerfferson

          2. Carlos Alberto
          3. Brito
          4. Mauro Galvão
          6. Nilton Santos ou Marinho

          5. Alemão
          8. Didi
          11. Gerson
          10. Jairzinho

          7. Garrincha
          9. Heleno de Freitas.

          Treinador João Saldanha.

          100. Presidente Bebeto de Freitas.

          Babão Paulo Barreto.

          • paulo cesar oliveira

            Fernando, tá muito bom, mas o presidente tem que ser o grande Carlito Rocha com o mascote Biriba ! E o Tarzan na torcida. E a Fernandinha Maia de gandula.

          • Presidente: ” Bebeto de Freitas”

            “Babão Paulo Barreto” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkK

            Valeu Fernando Alves Botafoguense de 5 pontas.

            Obs: A bichona da Paulete Barracuda só serve pra ser o: Palhaço do Blog do Senhor Nilton Severiano. he he he he ….

          • Seu Manx, fique sabendo de uma vez: O SENHOR É MUITO DO RIDÍCULO, TÁ SABENDO?

          • Definitivamente o Manx é mesmo ridículo ao extremo! Pare de me provocar, seu manxcioso!

  • E aí Paulo Barreto o que tu vai dar pro Zuzafogo de dia dos namorados, ele tá esperando aquela massagem penial especial que tu anda prometendo pra ele, e aí?

    • Eu vou lhe oferecer àquele velho anel que o senhor me ofertou quando fez seus 18 aninhos, caro Ivosc! Sei que o Mestre Zuza exigente quanto às suas bordas já um tanto estragada, mas, ele o porá em seu dedo com satisfação, viu seu Ivosc?

  • Dei um tempo para ver se isso aqui melhorava , mas vai de mal a pior, só escrevem besteiras, ofensas, vou dar um conselhinho “Vão procurar um trabalho, vcs estão com tempo de bobeira,
    se não arrumar trabalho ,estudem, prestem ” CONCURSO”, podem me xingar, mas é isso aí.
    O que acharam de DOM FREDOM, ainda continuam achando que ” SÓ FAZ GOL NA CAGADA”.
    Me deu saudades de R.M,Tanque, Wallison, francamente.
    Conseguiram comemorar o GOL ou fizeram beicinho,rsrsrsrs
    Abs, Castilho Dom Fredom

    • Chega ser hilário o cara reclamar de ver tanta besteira
      Será que falar tanta asneira não é a mesma coisa..hehehe
      Quero ver esse manja rola bichado se criar com uma defesa de verdade
      (computa mais essa besteira aí,seu Saraiva)

      • Até o momento eu juro que não entendi a convocação desse bonde que atende por Fred! Que faz esse manjador na nossa Seleção, seu Bozó?

  • Botafogo

    AMIGO MANX

    Mais uma vez lhe agradeço a consideração e o texto enviado. Levei-o para a escola e todos gostaram.

    Falando no Botafogo, quero retribuir a gentileza, fornecendo a você e a todos os bons botafoguenses deste blog a dica de um site muito legal .

    Acesse o google e ponha lá EVOLUÇÃO DOS UNIFORMES DO BOTAFOGO. Não sei se você e os outros já o conhecem, fica a dica pois é muito legal. Fico na expectativa da titularidade do Jéferson e de uma grande campanha do Brasil na copa.

    Abraços a você e a todos os amigos botafoguenses.

    F

    • Nobre Botafogo,

      Fico feliz que os(seus) alunos da escola tenham gostado do texto.

      Sobre o site: EVOLUÇÃO DOS UNIFORMES DO BOTAFOGO…. muito obrigado pela dica.

      Não conheço o site: EVOLUÇÃO DOS UNIFORMES DO BOTAFOGO, + com certeza irei acessar o google.

      Quanto ao nosso Goleiro Jefferson: Ainda estou triste com suas atitudes por fazer greve de salários atrasados o qual o mesmo(acho eu) foi um dos responsáveis que resultou a eliminação precoce do Botafogo na Libertadores 2014. Apesar de achar isso tudo do Jefferson, com certeza continua sendo o melhor goleiro do Brasil. Minha opinião, é claro!

      Já a Seleção Brasleira: Desde que conheci e me apaixonei pelo Botafogo F.R.(RJ), não sinto amor e nem paixão pra torcer por nenhum clube do Mundo. Infelizmente a Seleção Brasileira do meu País está inclusa, ou seja, não tenho amor e nem paixão para torcer pela Seleção Brasileira. Amo o Botafogo F.R. (RJ) e mesmo não ganhando quase nada, é: IMPOSSÍVEL DEIXAR DE AMAR O BOTAFOGO F.R., CLUBE DO MEU CORAÇÃO.

      Obs: Caro Botafogo, você sempre será bem vindo no Blog do Senhor Nilton Severiano.
      AH! Botafogo, mais uma vez lhe agradeço a consideração por ter aceito minhas desculpas

      Forte abraço Botafoguense de 5 pontas.

      • Eu tou sentindo que esse tal de Botafogo tá fazendo de tudo para ganhar do senhor Manx ao menos o seu anel de manxcioso, com certeza! E o Manx tá doidinho para colocar o velho anel em seu dedo, viu seu Botafogo? Manx, vá pescar um namorado, cara!

        • Botafogo

          Agora estou realmente começando a concordar com os demais participantes deste blog. Você não bate bem.

          • Deixe de bobeira, cara! Não temos qualquer novidade sobre o Botafogo até depois da Copa! O momento agora é para o humor, meu caro! Saiba que pouco me incomoda como o senhor ou os demais aqui me vajam! Eu quero é mais, amigo!

          • Botafogo, o Saufogo falou pra termos um pouco de paciência com a Paula Bareta. O cara estava internado no Asilo: AS BICHAS. Tenha paciência com a viadona da Paulete Veadona.

          • Mais uma gracinha dessa e o senhor me tira do sério, viu, seu Manx? Faça só mais uma e o senhor vai ver quantas estrelas há no céu de sua boca, viu, seu manxcioso? Lembre-se: só meias uma, viu?

        • Botafogo

          Paulo Barreto. Você consegue estragar bons comentários que faz sobre o Botafogo com respostas grosseiras como essa sobre amigos do blog.

          • Veja as respostas ou os recados que me deixam e o senhor entenderá a razão dos meus afagos e carinhos para com os engraçadinhos, meu caro! Não leve tudo que ler aqui a pé da letra porque na maioria das vezes estamos a gozar uns com os outros! Trate de tirar o seu da reta se não quiser ser alvo de um carpideiro como o Peter ou de um manxcioso como o Manx, viu?

      • Esse Manx é mesmo a personificação da hipocrisia, gente! Como ele pode ser contra dirigentes tão profícuos e labutosos como os do Botafogo? Quem fica contra a diretoria é contra o Botafogo, meu caro!

      • fernando alves

        Caro amigo manx o grande xerifão do pedaço, fique atento por que além relaxado, baderneiro, preguiçoso, agora e também mentiroso. Cuidado com as palavras, esta gente só tem discursos caro manx. kkkkkkkkkkkkkk conheço bem. kkkkkkkkkkkkkkkk

        • Para de bulignar o Botafogo em conjunto com o Manx, seu Fernandalves! Saiba que até o Manx erra quando me chama de desagradável, tá sabendo?

        • Amigo Fernando Alves, o Botafogo é camarada,…é um cara legal! Vamos considera-lo. O cara é Botafoguense de 5 pontas.

          Obs: Único a ser desrespeitado aqui no Blog do Senhor Nilton Severiano é o Palhaço do Blog: Senhora Paulete Bichona Safada Barreta de Oliveira Assumpão.

          Abraço Botafoguene de 5 pontas.

          • Não me provoque, viu, seu Manx?! Deixe de ser palhaço, cara!

        • Botafogo

          FERNANDO ALVES

          Jamais direi que todos os contadores são desonestos ou ladrões. Sou contra generalizações. Você, porém, deve pertencer àquela minoria conhecedora e praticante das “maquiagens” nos balanços e das “artes” no imposto de renda. De sonegação deve entender bastante. Aliás, pensando bem acho que você é a origem dos boatos sobre o enriquecimento ilícito dos dirigentes do Botafogo. Deve ter feito o imposto de renda do Maurício Assumpção e “ferrado” o mesmo.

        • Botafogo

          FERNANDO ALVES

          Jamais direi que todos os contadores são desonestos e ladrões pois é uma profissão digna como as outras. Acho, porém, que você pertence àquela minoria afeita às artes da fraude, sonegação e maquiagem. Será que não foi você que fez o imposto de renda do Maurício Assumpção maquiado de propósito e espalhou que ele era ladrão na internet?

  • Nobre BOZÓ, vc foi o primeiro a responder, merece o retorno.
    O MANJA ROLA toda hora que pega essa defesa de vcs , é uma
    festa, e gol só de bicicleta. Você pelo jeito deve tb achar que
    DOM FREDOM só faz gol na cagada.
    Bozó, vc já chutou bola alguma vez na vida?
    De futebol aqui se fala muito pouco, rola é Engenhão, Boiola,
    M.A, Jeferson que por sinal acho um bom goleiro,não é PB.
    Repararam de quem foi o cruzamento para o gol, O MONSTRO
    De THiago Silva para FRED, Flu 1 x 0 Sérvia. começamos bem
    a COPA, rsrsrsrs
    Saraiva vai se recolher, kkkkkkkkkkk
    Abs, Castilho DF

    • paulo cesar oliveira

      Seu Castilho, só pra lembrar, a moleza do Fred acabou quando o Antonio Carlos tricolor foi pro São Paulo. Na ultima partida o FMR ficou apagado e vcs levaram 3, e foi o unico jogo que nossos reservas jogaram bem este ano.
      O Fred salvou a Seleção hoje, que na verdade poderia ter perdido, se aquela cagada entre Thiago Silva e David Luiz não fosse salva pelo impedimento do ataque servio. Mas o Fred está ligado, e fez um gol sobre uma defesa firme. Aí sim é importante, não perder uma chance rara em jogo duro, isso é o que precisamos dele. Espero que faça assim na copa. Falta jogador alvinegro neste time, não tem talismâ nosso para ajudar. Vai ter que botar o Jeferson em campo. Saudações alvinegras.

      • O nosso PCOLiveira ainda irá deixar desabrochar por aqui o seu lado de tricolor das Laranjeiras, com certeza! Quem viver, verá!

        • paulo cesar oliveira

          Na verdade, seu PB, este é um dos clubes de que mais tenho bronca no futebol, por suas armações, trapaças, racismo, roubalheira, elitismo, enfim, tudo o que representa o poder torto no Brasil vc encontra num clube de futebol, o tricolor das Laranjeiras. Minha maior decepção foi a perda do titulo de 71 por um roubo descarado e absurdo. O Botafogo tinha meia seleção mas chegou todo quebrado a este jogo, e o timaço tricolor estava inteiro, mas não conseguiu fazer nada e a taça já estava quase nas nossas mãos quando o juiz José Marçal Filho não deu falta escandalosa do Marco Antonio sobre nosso goleiro Ubirajara, Lula chutou pra dentro faltando dois minutos para terminar a final, o empate nos daria o titulo. Eu era garoto e já aprendi o que acontece quando vc não tem representação na federação. Já faz tempo que fazem gato e sapato do Botafogo, mas não houve roubo capaz de mudar minha opinião: foi o maior time do Botafogo que vi entrar em campo. Esse dava gosto ver jogar. Seu PB, o senhor pode ser rubronegro enrustido, já deu sinais de quem tem queda lá pelo lado das trevas, mas eu sou apenas um botafoguense exigente, eu vi alguns dos melhores em campo e lhes tenho muita gratidão. SAN

  • Botafogo

    Caro Manx

    Esqueci de dar a dica de outro site. Acesse o Google e ponha EVOLUÇÃO DOS ESCUDOS DO BOTAFOGO. Na parte de cima, no site, clique em uniformes.

    Abraços a você e aos amigos botafoguenses do blog.

    • Insistindo assim o senhor pegará o Manx, com certeza, seu Botafogo!

      • Botafogo

        Tá com ciúme?

        • Eu com ciúme do Manx? Nem morta! O Manx foi parte de um menu que eu deixei para trás desde que me tornei um vegano radical, meu caro! Eu não faço parte dos que, para sobreviverem, fizeram dos animais os seus repastos, colega! Faça bom proveito porque eu agora só como grãos e frutas!

          • Seu cínico, quantas postagens de amor o senhor já fez pra mim, hein sua bicha maluca?

          • Não ponha palavras em minha boca, seu Manx maluco! Onde eu iria fazer declarações para um desbocado como o senhor, seu feio? Me mostre uma só dessas tais postagens que o senhor alega ter sido postada por mim e eu lhe mostrarei a lavra do IVOSC ou do Loco Rodolpho! Só eles são chegados a essas suas boiolagens, viu?

          • Loco Rodolpho

            Deixe de conversa cara, o único boiola aqui no espaço é vc. Vc esta doidinho para sentar no colo do Manx e agora fica negando esta perseguição insana. Desde que o JEFERSON rejeitou a sua investida lá nos vestiários de GS, vc fica ciscando para todos os lados.

          • Repita tal mentira ao menos uma vez e o senhor será um sujeito penalizado por minha hermengada, seu Rodolpho! Sabemos que o senhor é o massageador oficial dos sacos escrotais do Maurício Sonegação, vai negar? O senhor, o Manx e esse tal de Jeferson não são páreos para mim, meu caro! Saiba que sentar no colo da Manx e nada dar no mesmo! O cara há muito que foi operado para cantar no coro de sua igreja, sabia?

        • ZUZAFOGO

          TÁ explicado! Depois de muitos puxões de cabelos, mordidas e unhadas entre o PB e o MANX, a verdade enfim se revelou. Os dois estão com ciúmes do Botafogo. Triângulo amoroso?

          • Que nada, seu Zuza! É o Manx quem está a me usar para chegar ao tal Botafogo! Esse Manx é muito do caviloso e manhoso, sabia?

    • Obrigado amigo Botafogo.

      Forte abraço Botafoguense de 5 pontas.

      • Manda um beijo também, seu Manx! Faça o trabalho completo, cara! Volte a me chamar de desagradável e eu direi que o senhor é feio, seu Manx!

  • Botafogo

    Caro Manx

    Tô ficando gagá. no lugar de EVOLUÇÃO DOS ESCUDOS DO BOTAFOGO, coloque EVOLUÇÃO DOS ESCUDOS DO BOTAFOGO – FUTBOX.

    • O Manx para mim já é um lanchinho comido pelo tal Botafogo, gente!

      • PEDRO PEDREIRA

        PAULO BARRETO ASSUMA QUE TU ÉS BIXONA

      • Q sujeitinho desagradável. pqp!

        • Desagradável é o senhor que é incapaz de me dar um simples bom dia, né mesmo? E olhe que eu sou o seu maior fã, vai negar, seu Manx? Respeite o meu trabalho de animador do Blog seu sacripanta!

      • fernando alves

        Caro Paulo Barreto respeite o nosso xerife, afinal que falou que fica rebolando, foi você!

        Obs: Caros amigos será que a palavra Paulo e escrita com P ou com B? Alguns anos atrás conheci um catedrático que escrevia Paulo com B. A burro!!!!!!! Era um destes professores que entraram no serviço publico através do trem da alegria.

        • Trem da alegria – trapaça politica utilizada nos anos 80, em que o politico conseguia o voto através do serviço publico.

        • O Manx não tem se dado o devido respeito, seu Fernandalves! Prova disto é ele ficar a atrapalhar o meu sacerdócio em prol do Botafogo, concorda? E o senhor porque não deixa o professor Botafogo em paz? Respeite-o, seu Fernandalves!

          • Paulete, ôpa! me desculpe,..é Paula Assumpão! cadê o Flapenta?

          • Manx, zombe comigo mas não me esculache, tá? O filho do Assumpção é o Loco Rodolpho que esconde isso de todos por ter vergonha do pai, tá sabendo? O Flatribuxa atravessa aquele período em que os urubus mudam as penas enquanto estão na zona… Tão cedo ele não dar as caras por aqui.

        • Meu caro Fernando Alves, se essa bichona da Paula Barreta não respeita a si mesmo, então como é que galinha da Paulete Bichona Velha, vai respeitar alguém?

          • Manx, bichona é você, seu boiola! Volte a me chamar de bichona e eu lhe darei uma cabeçada no céu de sua boca, viu?

        • Botafogo

          Fernando Alves.

          E aí? Tem sonegado muito? Tem maquiado muitos balanços? E no imposto de renda dos incautos que o procuram, tem feito muitas artes?

    • Amigo Botafogo, errar é humano.

      + uma vez obrigado amigo.

      • Tudo bem que errar seja humano, seu Manx! Mas, continuar no erro é coisa para o Manx e só, viu seu desagradável?

  • Rogerio Luiz

    Essa bicha velha fica perturbando à todos no blog! Fica com essa viadagem de ficar de gracinha com os irmãos Manx e o professor Botafogo. Respeite os mesmos bicha vagaba! Os irmãos de camisa já se entenderam, então, para de criar discórdia. Pq os únicos viados que postam aqui é vc e esse Castilho manja rola!

    • Volte a me chamar de vagaba e o senhor seu Astorpho terá perdido a prega mãe ante uma estocada de minha hermengada, viu? Quem deve nos respeitar aqui é o senhor, o Peter e esse raivoso quer atende por Manx! Se eles são seus irmãos agora eu entendo a razão de não gostar do senhor, viu, seu feio de Natal?! Poupe o Castilho que pelo visto parece ser mais macho que você, seu sacripanta!

    • Irmão de camisa, Rogério Luiz, nem quebrando essa bicha velha da Paulete na porrada, essa bichona vai tomar vergonha na cara. Paulete Bichona, sua bichona velha, quando foi a última vez que tú tomou um monte de porrada na cara, hein, bichona velha?

      • Seu Manx, o senhor está me tirando do sério… Saiba que se o senhor prosseguir com seus insultos eu terei que tomar minhas providências para que minha hermengada o alcance, viu? Saiba que bichona mesmo é o senhor e não negue, viu?

  • DINHO FOGO ES

    BOTAFOGO MINHA SELEÇÃO,MINHA PAIXÃO.

  • Paulo Barreto esqueci que teu namorado é o Mauricio Sonegação, e aí o que tu vai dar de dia dos namorados pro Sonegação, parece que ele já ti comprou aquele babydol verde amarelo pro dia 12.

    • Saiba que sua participação aqui no blog tem sida mais chulas que as do Peter Pot@mus e o Manx juntos, viu Sei Ivosc? Se não tem o que nos dizer faça como faz o Manx, se mantenha calado, tá?

  • Rogério Luiz, que papo é esse de que sou viado, porra, não sou, só venho aqui me divertir um pouco, gosto de ver essa choradeira interminável, vcs reclamam até ganhando.
    Vc quer que eu diga o que, que o Botafogo tem um timaço, só porque sou sincero e essa bronca toda.
    P.C.O, quero te lembra um timaço que inclusive na época eu acompanhava, era o FOGÃO 67/68, no minha humilde opinião era melhor que o de 71, campeonato de vcs perderam não foi na final, vcs vinham com 8 pontos de vantagem, mas aí colocaram SALTO ALTO e foram perdendo os últimos jogos para os Bonsucessos da vida, e aí toparam com o Papão de Títulos, deu no que deu. E todos esses adjetivos que vc mencionou do Fluminense é na verdade CHoRÔ.

    Abs, Castilho DF

    • Se tem algo que o senhor e o tal Manx vão se cansar tentando nos convencer de que não são aquilo de que todos os acusa em vão, será o senhor nos convencer junto com o tal Manx de que fato o seja, viu seu Castilho! O Manx até já desistiu de nos convencer do contrário… Por que o senhor não faz o mesmo? Tai, um das poucas vezes em que o Astorpho deu uma dentro foi nesse posts a que o senhor se refere, seu Castilho!

      • ZUZAFOGO

        PB, toda vez que vejo comentário de um macho tri colete, do tipo “porra não sou”(rude, né?), me vem a lembrança do tri bixa. Será que voltou a fazer a vida na Vila Mimosa?

        • Botafogo

          ZUZAFOGO.

          Seu amigo FERNANDO ALVES não para de me atacar pessoalmente. Sendo assim, não me resta outra alternativa que contra-atacar. Fica difícil assim falar do Botafogo. Já que você se arvorou árbitro do blog, dê um corretivo nele, ou continuarei a retaliar até o inferno congelar ou perder o interesse. Por enquanto ainda não perdi o interesse.

          • Aproveite o instante em que nada temos para chorar, caro Botafogo, e ria o quanto puder! Saiba que para um recém chegado o senhor já estar mais a vontade que o próprio Fernandalves para explicar suas prestações de conta, não acha?!

            Mestre Zuza, desconfio que o Flatribixa não apareça por aqui tão cedo! Tou achando que ele acha que viver na zona é dança, brincadeira e arrasta-pé, viu?

          • ZUZAFOGO

            Caro Botafogo, é facultado o livre arbítrio a qualquer um que usufrua das liberdades de um governo dito democrático,logo, se vcs desejam manter o duelo verbal, desejo meus mais sinceros votos de bons orgasmos aos dois.abç

          • NOTA DE FALECIMENTO – Comunicamos o passamento do senhor Gilson Flatribixa na noite de ontem em razão de uma tristeza imensa que dele se apoderou enquanto arrastava o pé na tal zona onde se encontrava ele e todo seu Flamengo! A prova do passamento do nosso antigo escriba pode se verificar por sua ausência sentida por todos nós! QUE DESCANSE EM PAZ O SEU FLATRIBIXA depois desta prolongada presença na zona proibida aos bons times brasileiros! É uma pena que eu não vá poder fazer o enterro do que restou do desditoso urubu gavelino! Era grande o meu desejo em chorar algumas lagrimas à beira do seu buraco… Infelizmente não deu! Que o mesmo descanse na paz dos que se foram! AMÉM!

    • paulo cesar oliveira

      Seu Castilho, o senhor é um fanfarrão, heheheheh!! Quer dizer que o foi o salto alto e não o roubo do juiz que validou o gol ilegal do Flu naquela final ? hehehehehehe , o senhor é muito cara de pau! Em 69 foi o gol com a mão do Wilton, que ninguem nem lembra como jogava só se sabe que fez um gol de mão que deu o titulo ao Flu em 69, o segundo roubo descarado em finais em dois anos. E sim, o clube mais racista e elitista era o Flu, o senhor não pode negar isso. Mas fica tranqui, as taças estão lá nas laranjas, não vão sair de lá. As nossas ganhamos no campo mesmo.

      • Esse affair do PCOliveira com o Castilho ainda dará em casamento, não acha seu Manx? É impressionante como os dois ao falarem do Fluminense demonstram um empatia que jamais vimos por aqui antes, não acha? Se entendem tão bem que eu desconfio que um ou outro estão a negar o verdadeiro time por quem torcem, concorda?

        • Paulo tô começando achar que o Paulo CesarOliveira é torcedor do Fluminense.

          E o Ferreti do Botafogo F.R…?
          ………………………………………………………………………………………………………………………
          FALECIMENTO DO FERRETÃO

          Posted on 30th agosto 2011 by Profº Izaias in Botafogo Memória

          Ferreti do Botafogo

          Por Izaias Nascimento

          FERRETI – ídolo do Botafogo – Falecimento –

          Faleceu nesta data, 30 de agosto, o ex jogador de futebol Fernando Ferreti que notabilizou-se no Botafogo no final dos anos 60. Reserva de Roberto Miranda e Jairzinho, foi durante muitos anos, um notável jogador do time da estrela solitária, participando de jogos e conquistas importantíssimas do clube. Ferreti, nasceu em 26 de abril de 1949 e atuou também pelo Vasco da Gama e pelo Santos. Participou também da Seleção Brasileira na olímpiada de 1968.

          Campeão Carioca e da Taça Guanabara em 1967 e 1968 e do Campeonato Brasileiro (Taça de Prata) de 1968.

          Devido a sua altura destacada, era perigoso jogador nas bolas altas e grande arrematador. Participou marcando um gol na épica partida em que o Botafogo aplicou a golada de 6-0 sobre o Flamengo em 15 de novembro de 1972.

          Jovem destaque do Botafogo no final dos anos 60.

          No Botafogo do final dos anos 60, em substituição ao titular Roberto Miranda. Botafogo nu jogo contra o Flamengo. Em pé: Moreira, Cao, Chiquinho, Moisés e Valtencir. Agachados: Rogério, Afonsinho, FERRETI, Jairzinho e Paulo César Lima.

          DECISÃO TAÇA BRASIL – BOTAFOGO 4 x 0 FORTALEZA

          No dia 4 de Outubro de 1969 o Botafogo goleou o Fortaleza por 4×0, venceu a Taça Brasil – a mais importante competição à época – e tornou-se o representante do país na Taça Libertadores das Américas.No Botafogo do final dos anos 60, em substituição ao titular Roberto Miranda. Botafogo nu jogo contra o Flamengo. Em pé: Moreira, Cao, Chiquinho, Moisés e Valtencir. Agachados: Rogério, Afonsinho, FERRETI, Jairzinho e Paulo César Lima.

          A primeira parte do jogo terminou com a vantagem de 1×0 para o Botafogo, gol de Roberto logo aos 7’. No início da segunda parte, aos 53’, Ferreti ampliou, e Afonsinho matou o jogo aos 65’. Ferretti ainda bisou na artilharia aos 83’, selando a vitória com uma goleada.

          O jogo decorreu no Estádio do Maracanã, foi arbitrado por Guálter Portela Filho e assistido por 34 588 pessoas.

          O Botafogo, comandado por Mário Zagallo, alinhou com Cao; Moreira, Chiquinho Pastor (Sebastião Leônidas), Moisés e Valtencir; Carlos Roberto (Nei Conceição) e Afonsinho; Rogério, Roberto Miranda, FERRETI e Paulo César Lima.

          O Fortaleza, comandado por Gilvan Dias, alinhou com Mundinho; William, Zé Paulo, Renato e Luciano Abreu; Joãozinho e Luciano Frota; Garrinchinha, Lucinho, Erandir (Amorim) e Mimi.

          FERRETI PARTICIPOU DA GOLEADA DE 6 x 0 SOBRE O FLAMENGO EM 1972

          Data: 15 de novembro de 1972

          Botafogo 6 x 0 Flamengo

          Local: Maracanã

          Público: 46.279

          Árbitro: José de Assis Aragão

          Gols: Jairzinho aos 9′, Fischer aos 35′e aos 41′, Jairzinho aos 68′ e 83′ e Ferretti aos 87′.

          Botafogo: Cao, Mauro Cruz, Valtencir, Osmar e Marinho Chagas; Nei Conceição e Carlos Roberto; Zequinha, Rodolpho , depois Ferretti, Jairzinho e Ademir Vicente, depois Marco Aurélio.

          Flamengo: Renato, Moreira, Chiquinho, Tinho e Rodrigues Neto; Liminha e Zanata, depois Mineiro; Rogério, depois Caio, Fio, Humberto e Paulo César.

          Certamente nenhum botafoguense ou flamenguista jamais irá esquecer aquele 15 de novembro de 1972. Era feriado nacional e aniversário do Flamengo quando o Maracanã assistiu à uma das maiores goleadas do time de General Severiano sobre o rubro-negro. Uma goleada humilhante, que certamente Zagalo, técnico do Flamengo, nunca sonhou sofrer um dia no Maracanã. Jairzinho, logo aos 15 minutos de jogo, fez 1 x 0 para o Fogão. O segundo gol, aos 35, veio com um chute fulminante do argentino Fischer. Seis minutos depois, o mesmo Fischer fez 3 x 0, completando de cabeça um cruzamento de Zequinha. Jairzinho e Fischer faziam a festa na defesa rubro-negra. Aos 23 do segundo tempo, Jairzinho chutou no canto direito de Renato e levou a torcida do Botafogo à loucura. O quinto gol foi marcado também pelo “Furacão” Jairzinho, aproveitando outro passe de Zequinha e concluindo de letra. E era demais para o Flamengo. A torcida do Botafogo gritava “chega, chega” gozando o adversário. Para fechar a goleada, o grandalhão Ferreti, que entrara no lugar de Fischer, fez o sexto gol. Para ninguém esquecer mais. Essa goleada foi motivo de gozação dos botafoguenses para com os flamenguistas por anos. Até que veio a vingança.

          Ferreti (16) é abraçado pelos companheiros após marcar o sexto gol na vitória sobre o Flamengo.

          FERRETI no Vasco da Gama em 1972: Em pé: Andrada, Moisés, Miguel, Afonsinho, Alfinete e Fidélis.Agachados: um ponta não identificado, Buglê, Ferreti, Alcir e Rodrigues.

          Morreu aos 62 anos vítima de câncer. Residia na cidade de Araruma/RJ.

          INSTITUTO MAIS MEMÓRIA

          RESPEITO À HISTÓRIA – RESPEITO AO BRASIL.

    • Castilho, nós Botafoguenses também gostamos quando o sr. aparece poraqui, pois é super divertido te chamar de tricolor viado.

      Catilho Dom Fred Gol na Cagada, afinal de contas o sr. é ou não é um tricolor viado? diga sim! vai logo Castilho, diga sim, tá Castilho? vai Castilho, diga logo sim pois vou me divertir muito se vc confirmar que é viado, vai Castilho confirme se vc é viado, vai ?kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Castilho, não repare no que diz esse tal Manx porque ele é desagradável assim mesmo, viu? Manx, deixe o boiolinha tricolor em paz, cara!

        • Paulo, não podemos de maneira nenhuma deixar o boiolinha tricolor do Castiho Viadinho em paz, pois essa viadona do Castilho sempre foi um tricolor viado, vai negar Castilho Viado?

          • Manx, obrigado por sua atenção, mas, você precisa dizer para o senhor Loco Rodolpho que eu, como vegano radical que sou, não posso tê-lo como um prato do meu menu… Será que o senhor pode dizer isto para o tal sem noção do Loco Rodolpho? Ele anda insinuando que o senhor quer me passar o seu velho roscoff, acredita?

        • Por nada seu Paulo Barreto. Quantas vezes o senhor já me deu atenção? várias!

  • Rogerio Luiz

    Kkkk. Hermengada? Kkkkk. Aquele consolo que vc enfia no roscof bicha vagaba? Que cara viado! É isso aí nobre Manx, essa bicha velha só vai sossegar quando apanhar! Que cara chato! E vc Castilho, querer zoar o blog? Vai pagar a segunda divisão rapa! E na verdade não tenho nada contra vc Castilho. É só força do hábito chamar tricolor de viado. No fundo é só brincadeira e se te ofendi, me desculpe. O único gay aqui todos sabemos quem é! Sda!

    • O único gay aqui todos sabemos quem é! Ora, o ASTORPHO! E quem mais seria mais que ele? Não me faça ir até Natal, meu caro!

  • paulo cesar oliveira

    FALANDO DE SELEÇÃO ACHAMOS NO BLOG MUNDO BOTAFOGO UM RECORTE DE JORNAL DE 64

    Dia 16 de Julho de 1964. Botafogo x Barcelona (Espanha). Decisão da Copa Iberoamericana a decorrer na Argentina, dois dias depois de o Glorioso abater o poderoso River Plate por 4×2 e ter ganho direito a presença na final com o não menos poderoso Barcelona.

    Realizando uma partida sensacional, o Botafogo bateu, sem apelo nem agravo, o vice-campeão espanhol com base num sistema defensivo extremamente organizado, disciplinado e concentrado. Se a defesa garantia a inviolabilidade das nossas redes, o ataque, protagonizado por mais uma fabulosa exibição de Garrincha, que fez de Grazia o seu ‘joão’ do dia, não perdoava e faturava.

    Superior durante todos os 90 minutos de jogo, o Botafogo só não goleou porque o jovem Jairzinho, acabado de ser integrado no plantel principal perdeu gols frente a frente com o goleiro espanhol.

    Apesar do domínio alvinegro, o placar só foi inaugurado aos 44 minutos. Garrincha cobrou uma falta com uma invulgar violência e o goleiro Sadurni teve que soltar a bola. O Canhotinha de Ouro não perdoou e com novo chute violento fez 1xo para o Botafogo.

    No segundo tempo o Botafogo ampliou por Joel, que fez um disparo do meio campo campo espanhol, e os nossos atletas fizeram uma vez mais algo que irritava profundamente os nossos adversários mas fazia as delícias da torcida: um olé que desesperou os espanhóis e pôs os argentinos delirando de prazer.

    O Botafogo alinhou com Manga; Joel, Paulistinha, Nilton Santos e Rildo; Elton e Gérson; Garrincha, Jairzinho, Sicupira e Zagallo.

    Pesquisa de Rui Moura (blogue Mundo Botafogo)

    • Quando eu falo que o senhor parou no passado e ainda não se deu conta… O senhor ainda não reparou que o Botafogo de hoje já não alimenta tais vaidades, caro PC?! O Botafogo dos dias de hoje, meu caro, entra em campo conforme pode os parcos recursos do clube posto que, este, não recebe qualquer apoio de sua torcida! Esta, pelo visto, como o senhor PCOliveira, parou no tempo e no espaço! Não é a toa que dizem que só vivemos do nosso passado, né mesmo?

      • + que porra é essa! A bicha da Paula Assumpão já começou a falar da TORCIDA, hein Paula Assumpão? PORRA!

        • Manx, deixe para me passar o tal anel mais tarde porque agora eu estou a labutar em benefício do meu sacerdócio em prol do Botafogo, viu? Se comporte senão o senhor defenestrado do blog em benefício da saúde mental dos demais, viu? Eu soube que o senhor é primo em segundo grau do Maurício Sonegação, é verdade?

      • Loco Rodolpho

        Vai dar esta bunda enrrugada em outro espaço, seu sacripanta.

        • Saiba que nem aquele menina, a mulher jaqueira, tem algo mais precioso que eu, seu despeitado! Tem culpa eu se o senhor não tem carne para sentar-se em cima e por isso prefira sentar-se sobre os hidrantes, seu Rodolpho? Não sei porque mais o senhor me lembra o tal Astorpho… Por que será, hein?

      • Pô, Paula Bichada, além do senhor ser bicha, ainda tem a bunda enrrugada, hein seu bunda enferrudada? ôpa! me desculpem: É Paula da Bunda Enrrugada. Paula Bunda Enrrugada, se tua bunda é enrrugada, acho que o IVOSC não vai + querer te pegar de bruço, né mesmo Dr. IVOSC?

        Obs: Que fique bem claro: quem espalhou aqui no Blog do General que o Paulo Barrigudo tem a bunda enferrujada, foi o meu amigão Loco Rodolpho e não o meu chapa IVOSC.

        • Minha resposta acima para o Rodolpho já deve lhe dar uma perfeita dimensão do quanto o senhor estar enganado em suas ilações sobre o meu traseiro, seu Manx! Duvido que o senhor tenha uma prenda em tão perfeito estado quanto o meu, meu caro! Que peso tem a opinião de um IVOSC ou de um Loco Rodolpho se os sabemos uns perfeitos despeitados com o meu patrimônio? Duvido que o senhor possa falar do seu ganha pão com a autonomia com que eu falo do meu! Todos sabemos que o senhor tá preso ao PCOliveira por um laço maior que o sanguíneo, vai negar? Sua falsa propaganda contra os meus pertences apenas servirá para me deixar ainda mais em evidência junto aos demais, meu caro!

      • paulo cesar oliveira

        Seu PB, a importancia de um um clube de futebol se mede por seus feitos e glorias. Aqui temos muita historia e somos os que mais prezam seu passado. Além disso, quando a Estrela Solitaria se apresenta nosso passado entra em campo, não tem plateia no mundo que não saiba o que significa este símbolo com essas cores.

        Seu PB, nós sabemos que sua demencia avançada não lhe permite fazer exercicio de memoria maior que cinco minutos mas assim mesmo mate a nossa curiosidade: como foi que o senhor se interessou pelo Botafogo? o senhor tem algum trauma de infancia, ou algum problema que veio lá das surras que demos no urubu, ou teve algum parente seu humilhado pelo olé inventado por nossa torcida? algum jogador crueira amigo seu morreu de caganeira vendo nosso time entrar em campo? eu começo a suspeitar que o senhor veio pra cá para tumultuar o ambiente por alguma picuinha lá de tras, porque o senhor despreza o nosso passado, tem alguma coisa aí, mas lhe aviso que não nos interessa. Não temos a menor preocupação com sua bronca. E se o senhor quiser prejudicar o Botafogo de algum modo, pegue uma senha e entre na fila pois já tem uma penca de gente na sua frente, a começar pelo seu amigo MA Safadão, que não quer largar o osso, mesmo com 99,99% de desaprovação. O Botafogo é grande e vai passar por tudo isso. Saudações alvinegras.

  • P.C.O, tenho lá minhas dúvidas, estava atrás do gol a que vc se refere e a imagem me vem a cabeça, será que o seu goleirinho Ubirajara que tinha se muito 1,50 de altura , não saiu mal, goleiro qdo sai para socar uma bola , tem que vir com o joelho na frente e vc lembra como a mocinha deu um pequeno tapinha na bola, jogo de decisão é para sair com tudo até porque qualquer esbarrão no goleiro é FALTA, mas o Birinha saiu igual mal é amigo , foi para o saco, e cadê coragem para anular um gol aos 43′ do segundo tempo,hehehehehehe
    O de Wilton foi hilário , estava no Maraca e não sabia se comemorava ou não, demorou longo temo até ser confirmado. Essa garotada que só trata de boiolas,bichinhos e Açaí,não sabe porra nenhuma.
    Quanto as Taças prefiro não comentar, até porque está chegando mais uma. BR 14
    Em tempo: Tá desculpado Rogério, TRICOLOR É GENTE FINA E ISSO CONFUNDE A TODOS.
    Abs a todos,Castilho DF

    • paulo cesar oliveira

      Seu Castilho, não foi isso que aconteceu. A bola vinha bem alta, o Ubirajara estava com ela entre as mãos em pleno salto, quando Marco Antonio lhe deu encontrão derrubando o arqueiro, a bola caiu e de batepronto Lula mandou pra dentro . Goleiro é intocavel na pequena área, a regra é clara. Não teve nada de soco pra afastar ou moleza, nem se ele saisse para socar não daria certo pois o Marco Antonio foi no corpo, e a foto do Globo e do Jornal dos Sports no dia seguinte não deixa dúvidas: empurrão no goleiro no ar, deveria ser marcada a falta. Vc fala na coragem para anular, eu falo na coragem para validar um gol ilegal mudando o resultado do campeonato. O que aconteceu foi que o Flu não conseguiu fazer um golzinho sequer e precisou do juiz. Foi roubo. No outro jogo, o FlaXFlu, o juiz era um tricolor historico, o Armando Marques, o Wilton desviou com a mão e chutou pro gol, a confusão começou quando o Armando apontou pro meio. A torcida urubu destruiu seu Mustang no estacionamento do maraca. Enfim, tem um monte de coisas assim na historia do futebol, e a elite sempre fez pressão na federação, escalou árbitros, barrou adversarios, conseguiu pontos extra campo, pode conferir que o senhor vai ver. As taças estão lá nas laranjas, o que conta são os títulos, como as ganharam, nisso não se fala. O senhor pode ver como vale muito a pena brigar fora do campo: no ano passado o Flu se valeu de regulamento e erros de outros , julgamentos, enquanto o Vasco, que tb teve regulamento a seu favor mas foi preterido, porque aí quem cairia seria o urubu, quem banca isso? quem peita a Globo depois? o STJD nem considerou a reclamação dos bacalhaus, foi decisão unilateral. Enfim, Flu e Inter que quase cairam no ano passado estão na frente agora com os mesmos crueiras de antes! Eh, nóis! Num tem um time bão nessa baiúca, uai!

  • P.C.O, o problema todo é que temos olhos para ver os defeitos dos outros, é como falam ,educar filhos dos outros é mole, difícil é educar os nossos, aí é cortar na carne.
    Você escreveu muitas verdades, já falei aqui mais de uma dezena de vezes, tenho um carinho especial pelo Botafogo, senão já teria desistido de participar do blog, pois sou constantemente desrespeitado por essa garotada , que acha que xingar e mostrar o lado animalesco é a solução.
    Devo admitir que vc tem uma boa memória, mas o que falar do gol que encerrou os 21 anos sem títulos (GOL de Maurício), aquele leve empurrãozinho no Leonardo, lembras?
    O BR 95, contra o Peixe, penalty claríssimo em Camanducaia, as referidas conquistas estão em General Severiano,certo?
    Não pense que não gostei, comemorei as conquistas, até porque 90% dos meus parentes, sofrem com o Botafogo e via a felicidade em seus rostos.
    Hoje mais do que nunca o futebol passou a ser NEGÓCIO, e em se tratando de NEGÓCIO a coisa muda de figura, eles querem que dê retorno, e isso o FLU faz e bem para a UNIMED.
    Enquanto o Botafogo não obtiver um Patrocínio de VERDADE, vai penar muito.
    Hoje o FLU desfaz de algum jogador, outro na mesma condição está chegando, com vcs saem os melhores e contratam malas sem alças.
    Desculpe-me a franqueza,
    Abs, Castilho DF

    • paulo cesar oliveira

      Seu Castilho, nunca mais vamos ver o futebol em estado puro como vimos no passado . Estado puro não significa inocencia , abstinencia ou castidade. Estado puro foi o tempo em que procuravam jogar de verdade, impunham a arte sobre a truculencia, não eram as TVs ou as industrias de material esportivo que ditavam as regras, o mundo dos negócios tratava o jogo apenas como entretenimento sem maiores retornos, não minaram a qualidade com especulação financeira. Hoje é outra historia , muita grana rola, e estou vendo um esgotamento na qualidade pois qualquer merda serve, os empresarios sabem maquiar crueiras para vender como craques. É por isso que se degladiam tanto e fazem tanta questão de mídia e salarios altos, tudo é um grande teatro insípido, sem brilho algum. Hoje vi a noticia de que o Ricardo Teixeira está envolvido em lavagem de dinheiro em Monaco, mais de 90 milhões de reais, uma investigação internacional. A bufunfa saiu daqui, da CBF. Não demora para chegar no sogro, o expresidente da FIFA João Havelange, que tb já está com o nome na lama. O fato dele ser benemérito no Flu lhe diz alguma coisa, seu Castilho? Pois deveria. Gente influente puxa a brasa para sua sardinha, vide o Lula / Itaquerão/ Corinthians, uma festa com nosso dinheiro. Dizem que o curintia vai pagar, o senhor acredita nisso?
      Voltando aos jogos que o senhor reclama, o Mauricio fez um gol, ele deu uma leve empurradinha, e o Leonardo supervalorizou correndo pra cair dentro do gol. Pior foi o penalti marcado num agarra agarra dentro da nossa area umas quatro faltas de ataque no mesmo lance e o juiz resolve dar o penalti contra nós na final de 2008. E com o Dodô o juiz o expulsou faltando 3 minutos para uma disputa de penalti ,por chutar uma bola para dentro do gol depois do apito de impedimento. O gol é o objetivo do futebol, ninguem expulsa um jogador que está tentando fazer um gol, e não chutando a bola para longe. Só aí são dois titulos do ultimo tri do Fla em que tivemos melhor time mas não levamos. Porque isso aconteceu conosco? é só choro de perdedor, ou é falta de representação de nosso clube numa federação dominada por espertos? O lance do Santos que mais reclamam foi o gol impedido do Tulio, dificilimo de resolver e enquanto não aceitarem a verificação digital haverá sempre isso. Não houve penalti escandaloso nenhum, o que houve foi a mão escandalosa do Gallo no gol do Camanducaia. O lance que o juiz errou mesmo a nosso favor foi o gol valido do Santos que ele deu impedimento, então se pesamos tudo o Botafogo foi campeão de 95, nada de polemica clara como essa de 71. Seu Castilho, nós torcedores apenas vamos vibrar ou não ao final de uma competição, mas não vamos mais ver com admiração a vitoria dos demais, pois não há mais brilho para isso , e torcer virou fanatismo. Meus amigos mais velhos iam ao maraca ver o Pelé jogar, iam ver o Botafogo, e eu mesmo gostei muito de ver o meio campo do Flu do bi 75 76, tenho enorme respeito tb por Ze Mario / Zanata/ Dirceu no Vasco, e Andrade / Adilo / Zico no Fla, mas Pintinho / Rivelino / Paulo Cesar naquele timaço do Flu foi mesmo diferenciado. Lhe pergunto, seu Castilho: é com esse futebolzinho de meia pataca que o senhor quer impor respeito ao seu clube nos dias de hoje? Eu vejo a mesma porcaria do ano passado, que envergonhados por terem se livrado da segundona numa jogada de regulamento agora resolveram mostrar serviço, enquanto os demais times de pelada ainda estão batendo cabeça. Será que chegam na frente? É possivel, todo mundo tá ruim de doer, qualquer time crueira pode chegar, falta muito ainda. Enfim, cancelei o PFC e nem vou mais ao maraca enquanto o MA estiver lá. Estão acabando com o Botafogo, deve ser bronca do passado.

  • Manx, vê se vc se manca, pare com essa babaquice e fale de futebol, esse papo eterno de viadinho prá la, viadinho prá cá, é ridículo.
    Gostou do GOL de Dom Fredom, o cara é FODA, mete até deitado,hehehehe
    Pense por um instante, ele com a 9 do Botafogo, acorda porra é brincadeira,hehehehe
    Esse hehehehehe, é coisa do P.C.O, tô copiando falaram aqui que , kkkkkkkkkkkkk é coisa de viado, até isso,hehehehehehe
    Abs, Saraiva vai se recolher.
    Castilho DF

    • Pô, Castilhão, te chamar de “viado” é brincadeira. Sei perfeitamente que o sr. é MACHÃO. Fiquei sabendo aqui no Blog do General, que o sr. ignorou a bunda enrrugada do Paulo Barreto. Não vai dizer que é mentira, né Castilhão?

      Castilhão, como podes falar que o teu Fred Gol na Cagada fez aquele gol contra os Sérvios deitado? O fred Gol na Cagada escorregou e você seu Castilhão fala que o cara fez o gol deitado. Não da né Castilhão?

      Abração Castilhão.

      • Como o senhor pode afirmar que o Castilho é esse machão todo se todos aqui no pedaço sabem que a história não é bem essa, seu Manx? Será que o senhor andou tendo um caso com o Castilho sem que nós outros nos déssemos conta? Eu bem que desconfiei desse sua empatia com o Castilho… Agora eu sei que o que os une não é apenas o papo sobre o futebol… Ainda mais depois que ambos foram visto participando da última Parada Gay em Ipanema, vai negar? Esse Manx cada dia nos surpreende mais por sua extremada boiolice, gente! E agora que juntou0se ao Castilho, a coisa vai piorar, não acham?

        • Miguel

          Trate de se calar Paulo Barreto pois o senhor tem a audácia de fugir do asilo à noite para ficar com os travecos da Vieira Souto.

          • Miguézinho, volte para o seu antro porque o ambiente aqui é apenas para os mais machos, tá? Os eunucos tricolores das Laranjeiras, os boiolas flamenguistas da Gávea e as misses da Colina se reúnem na Farme do Amoedo! Corra que o senhor ainda os pega por lá, viu?

    • Roberto,
      esse sim foi um verdadeiro centroavante do futebol Brasileiro e do Botafogo F.R. + o Fred do Fluminense….
      ——————————————————————————————————————————-
      Roberto Miranda, o ‘Vendaval’ (I)

      Roberto Lopes de Miranda nasceu no dia 31 de Julho de 1943, em São Gonçalo (RJ), e jogou pelo Botafogo entre 1962 e 1972, pelo Flamengo entre 1972 e 1973 e pelo Corinthians entre 1974 e 1975.

      Na sua carreira de jogador conquistou diversos títulos: Campeonato Carioca de 1962, 1967 e 1968 e o Torneio Rio-São Paulo de 1964 e 1966, pelo Botafogo; Copa do Mundo de 1970, pela Seleção Brasileira.

      O atleta (em cima com Gerson, o canhotinha de ouro) foi apelidado de ‘Vendaval’ pela forma fulgurante como ultrapassava as defesas adversárias. Ele jogava na base da raça e tinha fama de ‘não fugir ao pau’, havendo quebrado costela, braço, clavícula e queixo, além de uma rotura no tendão de Aquiles. Devido a uma operação ao joelho encerrou a carreira prematuramente.

      Roberto Miranda é o nono maior artilheiro da história do Botafogo, tendo assinalado 154 gols em 352 jogos. Pela Selecção Brasileira marcou 8 gols em 18 partidas.

      Publicada por Rui Moura à(s) segunda-feira, Julho 27, 2009

    • A contratação de Gérson, o canhotinha de ouro

      Gérson, o canhotinha de ouro, era jogador do Flamengo em 1963 e zangara-se com o treinador Flávio Costa, que o retirou da equipa naquele ano. Sem ambiente no clube, Gérson conversou com o então presidente Fadel Fadel, mas ele apoiava o treinador e respondeu secamente a Gérson:

      “ – Quem depositar 150 milhões leva o seu passe!”

      Gérson saiu desanimado, porque aquela quantia representava muito dinheiro. No caminho para casa havia várias oficinas e, numa delas, estava Quarentinha, esperando o conserto do seu carro. Gérson contou ao companheiro a conversa com o presidente do Flamengo e, com o carro já pronto, Quarentinha não perdeu tempo e disse:

      “ – Entra aí, vamos conversar com o presidente do Botafogo.”

      Quarentinha levou Gérson para General Severiano, tendo conversado com Renato Estelita que dirigia o departamento de futebol. Como o Botafogo acabara de negociar Amarildo para o Milan, naquele mesmo dia foram depositados os 150 milhões pedidos pelo presidente do Flamengo.

      Fadel Fadel arrependeu-se, porque estava vendendo ao seu maior rival um ídolo da torcida rubro-negra. Como não havia documento assinado, Fadel Fadel quis desfazer o negócio, mas Gérson foi muito afirmativo e disse-lhe que não queria mais jogar no Flamengo e nesse mesmo dia foi treinar no Botafogo.

      Gérson foi o grande destaque do bicampeão carioca em 1967-1968 e sempre que jogava contra o Flamengo fazia excelentes exibições. Em 1970, na Copa do Mundo, os botafoguenses Gérson e Jairzinho foram os expoentes máximos do novo tricampeão do mundo.

  • Rogerio Luiz

    Muito bom ler debates de pessoas mais maduras, que viram futebol arte de verdade. Vendo aqui o debate entre Pco e Castilho, vejo que eles tem muito à nos passar. E por sinal, gosto muito dos comentários do Pco, parabéns aos mesmos! E minha seleção alvinegra que eu vi jogar é: Jefferson, Josimar, Gotardo, Gonçalves e Válber; Mauro Galvão, Alemão, Mendonça e Valdeir; Túlio e Dodô. Reservas: Ricardo Cruz, Paulo Roberto, Márcio Santos, Carlos Alberto Santos, Berg, Maurício, C A Dias, Donizete e Helinho. Tec. Valdir Espinoza. Sda!

    • E que diz o senhor dos constantes afagos que lhe faço, seu Astorpho? Saiba ao menos ser mais agradecido, viu seu ingrato! Volte a se conduzir com essa indiferença para comigo e o senhor verá o que o espera, viu?

    • Eu nem vou me reportar aos seus demais escolhidos depois que o senhor iniciou sua seleção com o Jeferson! É demais essa sua falta de coerência, seu Astorpho! Onde o viciado em tomar gols em todos os jogos foi melhor que o Wagner que nos deu muito mais títulos que ele? O senhor para escolher esse rezador que nem os santos o ouvem só pode estar de implicância comigo, né não? Percebe-se logo que o senhor ver com os ouvidos, né não? Se me responder com grosseria eu o capo, viu bichinho?

  • Rogério Luiz, obrigado pelos elogios e tb ao P.C.O, esse leva vantagem pois é mais lúcido do que EU, mesmo com o FLU na 3ª divisão ( tal série C ) que pelo menos essa ganhamos em campo, discutia com os torcedores dos molambos perguntando o seguinte ” Vcs tem um MUNDIAL, ma s não tem uma Série C para comemorar, eu quase tomava até porrada “, por aí vc vê como levo o futebol com ALEGRIA, não gosto de perder, mas entendo que ném sempre seremos vitoriosos.
    PCO, voltou no túnel do tempo e recordou timaços que tivemos o privilégio de ver jogar, qdo digo que os torcedores de outrora juntavam-se para assistir aos clássicos de Domingo no Marca , independentemente de ser o seu time, porque dava gosto de ver um Fla x Flu, um Vasco x Botafogo, um Bota x Fla, Vasco x Flu, Flu x Bota era só jogão, épocas de SELEFOGO, Máquina, Rolo Compressor, Gigante da Colina, o que vemos hj, nossos times lutando para não cair, perdendo para Chapecoense, Figueirense, Criciúma, Goias, Vitória, sem desmerecer nenhum deles, mas quando jogávamos contra era para saber de quanto seria. HJ vemos o Vasco perder do Sampaio Correa, como diz o canhotiinha, é Brincadeira…
    Segue o meu FLU de todos os tempos: Castilho, Carlos Alberto, Tiago Silva,Edinho, Branco, Denilson, Pintinho, Romerito e Rivelino, Búfalo Gil e Fred.
    Reservas: Paulo Vitor, Aldo, Pinheiro, Altair e Bauer, Jandir, Cleber,Conca e Samarone, Cafuringa e Flávio (Peito de Aço). Lembra dele PCO.

    No mais um bom Domingo a todos,
    Castilho DF

    • paulo cesar oliveira

      Seu Castilho, o flu de 70 no papel não era melhor que Botafogo , Santos ou Cruzeiro, mas ganhou o campeonato brasileiro mais terrivel, o robertão de 70, quando todos os 23 tricampeões do mundo estavam jogando. Isso nunca mais aconteceu nos titulos posteriores da seleção, quase todo mundo agora joga lá fora.
      O time base era Felix, Oliveira, Galhardo, Assis e Marco Antonio; Denilson e “armador”, Cafuringa, Flavio ( ou MIckey ) ,Samarone e Lula. Lembre aí o senhor quem era o oito desse time, eu nunca lembro desse. O nosso era Cao, Moreira, Moises, Leonidas e Valtencir; Carlos Roberto e Nei; Rogerio Roberto.Jair e Paulo Cesar.

    • Hoje no futebol o que importa é falar do presente e não das décadas do passado. Hoje quem vive das décadas do passado…. quem vive do futebol do passado são torcedores com + de 90 anos de idade. Torcedores das décadas de 1850 1860 1870 1880 1890 torcedores como: Castilho Saraiva, Paulo Cesar Oliveira, Paulo Barreto, o próprio Flapente e outros que aqui frequentam. Obs: Não tenho essa idade, + décadas do passado não contam + no meu presente.

      Lembrar as décadas 1960 1970 1980 1990: lembrar todas essas décadas é lembrar os bons momentos do futebol: é bom demais, + falar o que aconteceu nas décadas 1960 1970 1980 1990 não vai trazer o bom passado dessas décadas.

      Futebo é: MOMENTO, PRESENTE + infelizmente não temos. Então viver os bons momentos do futebol da décadas do passado….décadas onde podiamos falar de: FUTEBOL!!!

      Manga, Carlos Roberto, Roberto(aquele mesmo que fraturou o tendão de aquiles), Ney Conceição, Brito, Zequinha, Jairzinho, Dirceuzinho, Ferreti, Marinho Chagas, Wendeel, Fiche, Ferreti, Rogério, Waltencir, Josimar, Osmar, Gonçalves, Gotardo, Mauro Galvão, Carlos Alberto, Luizinho, Paulinho Criscúma, Maurício, entre outros jogadores os quais hoje não lebro os nome.

      Todos esses jogadores citados acíma por mim citados foram das décadas de 1970-1980-1990: Todos foram das minhas décadas.

      ———————————————————————————————————————–

      Originalidade décadas de 1970-1980-1990

      “O clube da estrela solitária (…) encarna com maior consistência todas essas metafóricas relações com o elemento que mais contribuiu para civilizar o homem primitivo: o fogo” – Sérgio Augusto

      · O FURACÃO. Jairzinho, denominado o “furacão” da Copa de 70, é o quinto artilheiro da história do Botafogo, com 189 gols. Em 1970, no México, o atacante conseguiu, como titular da selecção brasileira na Copa do Mundo, uma façanha até hoje única: é o único jogador a marcar em todos os jogos de um mesmo Mundial. É também o jogador do Botafogo recordista pelo Brasil: actuou 101 vezes e fez 42 gols.

      · RECORDE DE INVENCIBILIDADE. O Botafogo é co-recordista, com o Flamengo, de invencibilidade no Brasil, em futebol, com 52 jogos sem perder durante dez meses entre 16/10/1977 e 16/7/1978, bem como detém o recorde absoluto de invencibilidade em campeonatos brasileiros com 42 jogos invicto (25 vitórias e 17 empates). A campanha da invencibilidade no Campeonato Brasileiro foi a seguinte: em 1977 – 0x0 Vila Nova, 1×0 Brasília, 3×1 Goiás, 1×1 Goytacaz, 3×1 Atlético-PR, 3×0 Americano, 0x0 Vasco da Gama, 3×0 Londrina, 1×0 Goiânia, 2×2 Botafogo-SP, 1×1 Operário, 1×0 Fluminense-RJ, 3×1 CSA, 0x0 Bahia, 2×0 América-RN, 0x0 Atlético-MG, 3×0 Cruzeiro, 3×1 Fast; em 1978 – 2×0 Itabuna, 1×1 Bahia, 5×1 Sergipe, 1×0 Volta Redonda, 1×0 Ponte Preta, 0x0 Vasco da Gama, 3×0 Vitória, 1×0 Confiança, 0x0 CSA, 1×0 CRB, 1×1 Guarani, 2×0 América-RJ, 1×1 Flamengo-RJ, 2×2 Botafogo-SP, 2×1 Corinthians, 0x0 Operário/CG, 2×1 Sport, 3×0 Comercial-SP, 3×0 Juventude, 1×1 Flamengo-RJ, 3×1 América-RJ, 0x0 Coritiba, 1×1 Noroeste, 2×1 Palmeiras. Renato Sá foi o ‘carrasco’ que interrompeu as duas marcas de 52 jogos invencíveis do Botafogo e do Flamengo: primeiro, jogando pelo Grémio, marcou dois gols na vitória de 3×2 contra o Botafogo; depois, anos mais tarde, jogando pelo próprio Botafogo, fez o gol da vitória por 1×0 contra o Flamengo.

      · ENSINAR A COBRAR PENALTY. O Botafogo viu o aficionado cantor Agnaldo Timóteo invadir o campo e interromper uma partida para ensinar um “pereba” a bater penalty em 1984.

      · 100% DE VITÓRIAS. O Botafogo foi campeão da Taça Guanabara de 1997 com 100% de aproveitamento – 12 vitórias em 12 jogos.

      · REBOLADA. No primeiro jogo da final do campeonato estadual de 1997, o jogador do Vasco Edmundo debochou com o zagueiro Gonçalves, colocando as mãos nos joelhos e dando uma rebolada antes de tentar o drible. No jogo final contra os cruzmaltinos, em que o Botafogo foi campeão, após o último apito do árbitro, o capitão Gonçalves, com quase todos os jogadores, incluindo os reservas, comemorou o campeonato rebolando em frente à torcida do Vasco da Gama.

      Obs: Falar de futebol das décadas do passado é fácil,….fácil até demais!!!!Agora falar do futebol das décadas do presente,…aí vai ficar difícil para os CRIANÇAS E JOVENS torcedores de hoje.

    • Senhor Castilho, nem um Botafoguense quer saber dos jogadores do Fluminense, e sim dos jogadores do Botafogo F.R…
      ———————————————————————————————————————

      Jairzinho: o furacão botafoguense

      Jair Ventura Filho, o ‘Jairzinho’, nasceu em 25 de Desembro de 1944, no Rio de Janeiro. Um dos mais fabulosos atacantes do Botafogo, Jairzinho herdou a camisa 7 de Garrincha e soube representá-la devidamente ao serviço do Botafogo de Futebol e Regatas e da Seleção Brasileira.

      Jairzinho (foto abaixo com Garrincha) não tinha – como ninguém teria – o talento de Garrincha para os dribles desconcertantes, mas as suas extraordinárias arrancadas e os gols fantásticos gravaram o seu nome na história do clube e da Seleção Brasileira.

      A ligação do craque ao Botafogo iniciou-se em 1958 devido à família Ventura ter trocado o município de Duque de Caxias pelo Rio de Janeiro e ido morar para a rua General Severiano, ao lado do Botafogo. Jairzinho tornou-se gandula no clube e, mais tarde, foi tricampeão carioca de juvenis em 1961-1962-1963. A revelação do novo nº 7 botafoguense permitiu a Jairzinho tornar-se rapidamente titular da equipa principal e disputar, em 1966, a sua primeira Copa do Mundo.

      Jairzinho foi o artilheiro do Brasil no Mundial do México, em 1970, com 7 gols (sendo o único jogador a marcar gols em todas as partidas numa só Copa), e ganhou o apelido de ‘Furacão da Copa’, devido à sua predisposição e velocidade. O craque disputou três Copas do Mundo (66, 70 e 74) e foi campeão mundial em 1970, tendo realizado 107 partidas (87 oficiais) e marcado 44 gols ao serviço da Seleção Brasileira.

      Em 413 partidas pelo Botafogo, marcou 186 gols e conquistou os seguintes títulos: Tricampeão carioca juvenil em 1961, 1962 e 1963, Bicampeão carioca em 1967 e 1968, Bicampeão da Taça Guanabara em 1967 e 1968, Campeão do Torneio Rio-São Paulo em 1964 e 1966. Também foi Campeão Mineiro em 1975 e Campeão da Taça Libertadores em 1976 pelo Cruzeiro.

      Em 1974 o Botafogo vendeu o craque ao Olimpique de Marselha. Além do Botafogo e do Olimpique de Marselha, Jairzinho também jogou, posteriormente, pelo Cruzeiro, Portuguesa de Acarígua (Venezuela), Noroeste de Bauru, Fast Clube e Wilsterman da Bolívia.

      Estreia de Jairzinho:

      » 15 de Agosto de 1962 – Botafogo 3×1 Independiente Santa, Amistoso, Bogotá (Colômbia). Gols do Botafogo: Garrincha, Amarildo e Amoroso.

      Despedida de Jairzinho:
      » 6 de Dezembro de 1981 – Botafogo 2×1 Potiguar, Amistoso, Estádio Coronel José Bezerra, Currais Novos (Rio Grande do Norte). Gols do Botafogo: Mendonça e Jérson.

      Competições jogos e gols:
      » Campeonato Carioca (1963 a 1974 e 1981), 159 jogos, 67 gols
      » Taça Libertadores (1963 e 1973), 13 jogos, 5 gols
      » Taça Brasil (1963), 2 jogos, 0 gols
      » Torneio Rio-São Paulo (1964 a 1966), 29 jogos, 18 gols
      » Taça Guanabara (1965 a 1971), 25 jogos, 11 gols
      » Taça Roberto Gomes Pedrosa (1967 a 1970), 29 jogos, 6 gols
      » Campeonato Brasileiro (1971 a 1974), 41 jogos, 18 gols
      » Amistosos e Torneios (1962 a 1974 e 1981), 115 jogos, 61 gols

      Títulos:

      » Tricampeão Carioca pelo juvenil (1961, 1962 e 1963)
      » Bicampeão Carioca (1967 e 1968)
      » Taça Guanabara (1967 e 1968)
      » Torneio Rio-São Paulo (1964 e 1966)
      » Torneio Governador Magalhães Pinto – BH (1964)
      » Torneio Jubileu de Ouro da Associação de Futebol – La Paz (1964)
      » Quadrangular do Suriname (1964)
      » Taça Círculo de Periódicos Esportivos – Caracas (1966)
      » Taça Carranza de Buenos Aires (1966)
      » Hexagonal do México (1968)

      Seleção Brasileira olímpica (restrita sub-23):

      » Estreia a 24 de Abril de 1963 – 3×1 Uruguai (Jogos Pan-Americanos), São Paulo; 4 jogos e 2 gols

      Seleção Brasileira principal (1964 a 1974 e 1982):

      » Período BFR: Estreia a 7 de Junho de 1964 – 4×1 Portugal (Taça das Nações), Rio de Janeiro; 101 jogos; 42 gols

      Jogos importantes de Jairzinho pelo Botafogo:

      BOTAFOGO 3×2 ATLÉTICO MINEIRO
      » Gols: Élton 32’, Garrincha 33’ e Gérson 48’ (Botafogo); Nílson 77’ e Viladôniga 87’ (Atlético Mineiro)
      » Competição: Quadrangular de Belo Horizonte (Taça Gov. Magalhães Pinto)
      » Data: 30/01/1964
      » Local: Independência, Belo Horizonte
      » Árbitro: Joaquim Gonçalves
      » Botafogo: Manga, Joel, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Élton e Gérson; Garrincha, Arlindo, Jairzinho e Zagallo. Técnico: Zoulo Rabello.
      » Atlético Mineiro: Válter, Marcelino, William, Bueno e Décio Teixeira; Dinar e Paulista (Viladôniga); Luís Carlos, Afonsinho, Nílson e Noêmio. Técnico: Martim Francisco.
      Obs: Estreia de Zoulo Rabello no comando da equipe botafoguense. Fonte: Jornal dos Sports.

      BOTAFOGO 2×2 CORINTHIANS
      » Gols: Garrincha 12’ e 25’ (Botafogo); Ney 9’ e Silva 83’ (Corinthians)
      » Competição: Quadrangular de Belo Horizonte (Taça Gov. Magalhães Pinto)
      » Data: 02/02/1964
      » Local: Independência, Belo Horizonte
      » Árbitro: Luís Pereira Filho
      » Expulsão: Silva (Corinthians)
      » Botafogo: Manga, Joel, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Élton e Gérson; Garrincha, Arlindo, Jairzinho e Zagallo (Ayrton). Técnico: Zoulo Rabello.
      » Corinthians: Mauro, Ari Ercílio, Eduardo e Ari Clemente; Amaro e Cláudio; Marcos (Manoelzinho), Silva, Ney, Ferreirinha e Lima. Técnico: Paulo Amaral.
      Obs: 1) Na decisão por pênaltis, o Botafogo ganhou por 4×2: Arlindo, Gérson, Arlindo e Garrincha (Botafogo); Amaro e Lima (Corinthians); 3) Botafogo, campeão do Quadrangular de Belo Horizonte (Taça Governador Magalhães Pinto). Fontes: Jornal dos Sports e O Globo.

      BOTAFOGO 2×1 BOCA JUNIORS (ARG)
      » Gols: Gérson e Jairzinho (Botafogo); Sanfilippo (Boca Juniors)
      » Competição: Torneio Jubileu de Ouro da Associação de Futebol de La Paz
      » Data: 15/03/1964
      » Local: Hernán Siles (La Paz)
      » Árbitro: Arturo Ortube
      » Expulsão: Silveira (Boca Juniors)
      » Botafogo: Manga, Joel, Zé Carlos, Nílton Santos e Rildo; Élton e Gérson; Garrincha, Arlindo, Jairzinho (Amoroso) e Zagallo. Técnico: Zoulo Rabello.
      » Boca Juniors: Roma, Simeone, Magdalena, Orlando e Marzoline; Rattin e Silveira; Rulli, Ferreyra (Perez), Sanfilippo e González. Técnico: Aristóbulo Deambrosi.
      Obs: 1) Botafogo, campeão do Torneio Julibeu de Ouro da AF de La Paz. Fonte: Jornal dos Sports.

      BOTAFOGO 2×0 SÃO PAULO
      » Gols: Jairzinho 8’ (de bicicleta) e 20’
      » Competição: Torneio Rio-São Paulo
      » Data: 22/03/1964
      » Local: Pacaembu, São Paulo
      » Árbitro: Wilson Lopes de Souza
      » Botafogo: Manga, Joel, Zé Carlos, Paulistinha e Rildo; Ayrton e Élton; Bira, Arlindo (Fifi), Jairzinho (Quarentinha) e Zagallo. Técnico: Adalberto Leite Martins (auxiliar).
      » São Paulo: Suli, De Sordi, Bellini (Deleu), Jurandir (Riberto) e Ilso; Dias e Leal (Pagão); Faustino, Norival, Del Vecchio e Bazzaninho. Técnico: Osvaldo Brandão.
      Obs: 1) Zoulo Rabello, técnico do Botafogo, estava suspenso; 2) Garrincha, Nílton Santos e Gérson desfalcaram o Glorioso; 3) Estreia de Ubirajara Pereira Lima “Bira”. Fonte: Jornal dos Sports.

      BOTAFOGO 4×3 PALMEIRAS
      » Gols: Élton 7’, Arlindo 73’, Gérson 79’ e Jairzinho aos 90’ (Botafogo); Gildo 34’, Servílio 47’ e 87’ (Palmeiras)
      » Competição: Torneio Rio-São Paulo
      » Data: 03/05/1964
      » Local: Pacaembu, São Paulo
      » Árbitro: Wilson Lopes de Souza
      » Botafogo: Manga, Joel, Zé Carlos, Nílton Santos e Paulistinha; Élton e Gérson; Garrincha, Arlindo, Jairzinho e Zagallo (Quarentinha). Técnico: Zoulo Rabello.
      » Palmeiras: Picasso, Ferrari, Djalma Dias, Valdemar e Geraldo; Zequinha e Ademir da Guia; Julinho (Ademar), Servílio, Vavá (Tupãzinho) e Gildo. Técnico: Sylvio Pirillo.
      Fonte: Jornal dos Sports.

      BOTAFOGO 3×2 SANTOS
      » Gols: Jairzinho 20’ e Roberto 40’ e 43’ (Botafogo); Coutinho 49’ e 70’ (Santos)
      » Competição: Torneio Rio-São Paulo (decisão)
      » Data: 10/01/1965
      » Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
      » Árbitro: Albino Zanferrari
      » Expulsões: Paulistinha e Manga (Botafogo) e Pelé (Santos)
      » Botafogo: Manga, Mura, Zé Carlos, Paulistinha e Rildo; Élton e Gérson; Garrincha (Zagallo), Jairzinho (Adevaldo), Arlindo e Roberto (Hélio Dias). Técnico: Geninho.
      » Santos: Gilmar, Ismael, Modesto, Haroldo (Lima) e Geraldino; Zito e Mengálvio; Peixinho (Toninho), Coutinho, Pelé e Pepe. Técnico: Lula.
      Obs: 1) Enquanto Hélio Dias de Oliveira não entrava, Roberto foi para a meta; 3) Não houve o segundo jogo por falta de datas, ambos foram excursionar e declarados campeões. Fonte: Correio da Manhã.

      BOTAFOGO 3×0 VASCO DA GAMA
      » Gols: Jairzinho 43’, 57’ e Parada 62’
      » Competição: Torneio Rio-São Paulo (decisão)
      » Data: 27/03/1966
      » Local: Maracanã (Rio de Janeiro)
      » Público: 69.960
      » Árbitro: José Mário Vinhas
      » Botafogo: Manga, Paulistinha, Zé Carlos, Dimas e Rildo; Élton e Gérson; Jairzinho, Bianchini (Zélio), Parada (Sicupira) e Roberto (Afonsinho).Técnico: Admildo Chirol.
      » Vasco da Gama: Amaury, Joel, Brito, Ananias e Oldair; Maranhão e Danilo Menezes; Zezinho (Luisinho), Picolé (Lorico), Célio e Tião. Técnico: Zezé Moreira.
      Nota: Botafogo, tricampeão do Torneio Rio-São Paulo (1962-1964-1966). Fonte: Correio da Manhã.

      BOTAFOGO 2×1 VASCO DA GAMA
      » Gols: Jairzinho 30’ e 57’ (Botafogo); Paulo Mata 89’ (Vasco da Gama)
      » Competição: Amistoso
      » Data: 07/09/1966
      » Local: Amaro Lanari Jr., Ipatinga (MG)
      » Árbitro: Adalberto Gomes
      » Botafogo: Manga (Cao), Paulistinha, Zé Carlos, Dimas e Rildo; Nei Conceição e Luiz Henrique; Jerônimo (Mimi), Jairzinho, Sicupira e Helinho. Técnico: Admildo Chirol.
      » Vasco da Gama: Édson (Pedro Paulo), Ari, Sérgio, Ananias e Mendes; Maranhão (Oldair) e Danilo (Quincas); Nado (William), Madureira (Paulo Mata), Célio (Acelino) e Morais. Técnico: Zezé Moreira.
      Fonte: Jornal dos Sports.

      BOTAFOGO 3×2 AMÉRICA
      » Gols: Paulo Cézar (3, o último na prorrogação) (Botafogo); Edu e Eduardo (América)
      » Competição: Taça Guanabara (decisão)
      » Data: 20/08/1967
      » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
      » Renda: NCr$ 183.226,30
      » Público: 82.421 (70.254 pagantes)
      » Árbitro: Cláudio Magalhães
      » Expulsão: Jairzinho (Botafogo)
      » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Zagallo.
      » América: Arésio, Sérgio, Alex, Aldeci e Dejair; Marcos e Ica; Joãozinho, Antunes, Edu e Eduardo. Técnico: Evaristo de Macedo.
      Nota: Botafogo, campeão da Taça Guanabara. Fonte: O Globo.

      BOTAFOGO 2×1 BANGU
      » Gols: Roberto e Gérson (Botafogo); Mário (Bangu)
      » Competição: Campeonato Carioca
      » Data: 17/12/1967
      » Local: Maracanã
      » Público: 111.641 (91.881 pagantes)
      » Árbitro: Antônio Viug
      » Botafogo: Manga, Paulistinha, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Zagallo.
      » Bangu: Ubirajara Motta, Cabrita, Mário Tito, Luiz Alberto e Ary Clemente; Jayme e Ocimar; Paulo Borges, Del Vecchio, Mário e Aladim. Técnico: Plácido Monsores.
      Nota: Botafogo, campeão carioca (1967). Fonte: Jornal dos Sports.

      BOTAFOGO 3×1 FLUMINENSE
      » Gols: Roberto 10’, Gérson 22’ e Roberto 84’ (Botafogo); Lula 39’ (Fluminense)
      » Competição: Campeonato Carioca
      » Data: 25/05/1968
      » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
      » Público: 59.287
      » Árbitro: José Aldo Pereira
      » Expulsão: Oberdan (Fluminense)
      » Botafogo: Cao, Moreira, Zé Carlos (Dimas), Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar (Lula). Técnico: Zagallo.
      » Fluminense: Félix, Oliveira, Valtinho, Altair e Bauer; Denílson e Oberdan; Dario, Ademar Pantera (Wilton), Samarone e Lula. Técnico: Evaristo de Macedo.
      Fontes: Jornal dos Sports e O Globo.

      BOTAFOGO 4×0 VASCO DA GAMA
      » Competição: Campeonato Carioca (decisão)
      » Gols: Roberto 15′, Rogério 33′, Jairzinho 59′ e Gérson (de falta) 67′
      » Data: 09/06/1968
      » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
      » Renda: NCr$ 513.379,25
      » Público: 141.689 (120.178 pagantes)
      » Árbitro: Armando Marques
      » Botafogo: Cao, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Zagallo.
      » Vasco da Gama: Pedro Paulo, Jorge Luiz, Brito, Ananias (Sérgio) e Ferreira; Bougleux e Danilo Menezes; Nado (Alcir), Ney, Walfrido e Silvinho. Técnico: Paulinho de Almeida.
      Nota: Botafogo, bicampeão carioca (1967-1968). Fonte: O Globo.

      BOTAFOGO 1×0 SELEÇÃO DA ARGENTINA
      » Gol: Jairzinho 55’
      » Competição: Troféu Dr. Julio Bustamante
      » Data: 24/08/1968
      » Local: Estádio Universitário, Caracas
      » Árbitro: Ivan Barrios
      » Expulsões: Zé Carlos (Botafogo) e Ostua (Seleção da Argentina)
      » Botafogo: Cao, Moreira, Zé Carlos, Leônidas (Dimas) e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Zequinha (Humberto), Roberto, Jairzinho e Lula (Afonsinho). Técnico: Zagallo.
      » Seleção da Argentina: Andrada, Ostua, Perfumo, Albrecht e Lopez; Rendo e Aguirre; Minnit, Savoy, Fischer ‘El Lobo’ e Veglio (Silva). Técnico: ?
      Obs: 1) Ao final da partida foi oferecido ao Glorioso Botafogo de Futebol e Regatas o Troféu Dr. Julio Bustamante. Fontes: Tribuna da Imprensa e Correio da Manhã.

      BOTAFOGO 2×0 BENFICA
      » Gols: Lula 3’ e Roberto 50’
      » Competição: Troféu Oldemario Ramos
      » Data: 27/08/1968
      » Local: Estádio Olímpico, Caracas
      » Árbitro: Sérgio Chechelev
      » Botafogo: Cao, Moreira, Paulistinha, Dimas e Waltencir; Afonsinho e Gérson; Zequinha (Humberto), Roberto, Jairzinho e Lula. Técnico: Zagallo
      » Benfica: José Henrique, Adolfo, Humberto, Coluna e Cruz; Tony e Jacinto; José Augusto, Torres, Eusébio e Simões. Técnico: ?
      Obs: Ao final da partida foi oferecido ao Glorioso Botafogo de Futebol e Regatas o Troféu Oldemario Ramos. Fontes: Correio da Manhã, O Dia e O Globo.

      BOTAFOGO 2×1 GOIÂNIA (GO)
      » Competição: Amistoso
      » Data: 11/09/1968
      » Local: Pedro Ludovico (Goiânia)
      » Botafogo: Wendell, Moreira (Mura), Chiquinho Pastor, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Nei Conceição; Zequinha, Humberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Gols: Paulo Cézar e Humberto.
      Fonte: Correio da Manhã.

      BOTAFOGO 4×1 FLAMENGO
      » Gols: Gérson (2), Zequinha, Gérson e Roberto (Botafogo); Dionísio (Flamengo)
      » Competição: Taça Guanabara (decisão)
      » Data: 18/09/1968
      » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
      » Renda: NCr$ 331.583,25
      » Público: 94.535 pagantes
      » Árbitro: Armando Marques
      » Botafogo: Cao (Wendell), Moreira, Zé Carlos, Leônidas (Dimas) e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Zequinha, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Zagallo.
      » Flamengo: Ubirajara Alcântara, Murilo, Onça (Jorge Andrade), Guilherme e Paulo Henrique; Nelsinho (Dionísio), Carlinhos, Liminha e Rodrigues Neto; Silva Batuta e Fio Maravilha. Técnico: Válter Miraglia.
      Obs: O CRF jogou de branco e Gérson cobrou dois pênaltis, perdeu um e converteu o outro. Nota: Botafogo, bicampeão da Taça Guanabara (1967-1968). Fonte: O Globo.

      BOTAFOGO 6×0 FLAMENGO
      » Gols: Jairzinho l5’, 68’ e 83’ (de letra), Fischer 35’ e 41’ e Ferretti 87’
      » Competição: Campeonato Brasileiro
      » Data: 15/11/1972
      » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
      » Público: 46.279
      » Árbitro: José de Assis Aragão
      » Botafogo: Cao, Mauro Cruz, Waltencir, Osmar e Marinho Chagas; Carlos Roberto, Nei Conceição e Ademir Vicente (Marcos Aurélio); Zequinha, Fischer (Ferretti) e Jairzinho. Técnico: Sebastião Leônidas.
      » Flamengo: Renato, Moreira, Chiquinho Pastor, Tinho e Rodrigues Neto; Liminha, Zanata (Mineiro) e Paulo Cézar Caju; Rogério (Caio), Humberto e Fio Maravilha. Técnico: Zagallo.
      Obs: 1) O CR Flamengo, em seu aniversário, ganhou um presente de grego; 2) Sensacional vitória do Glorioso. Fonte: Jornal do Brasil.

      BOTAFOGO 2×1 PALMEIRAS
      » Competição: Taça Libertadores
      » Gols: Luís Pereira (contra) 6’ e Jairzinho 87’ (Botafogo); Ademir da Guia 62’
      » Data: 29/03/1973
      » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
      » Público: 88.690
      » Árbitro: Ramón Barreto
      » Botafogo: Wendell, Waltencir, Brito, Scala e Marinho Chagas; C. Roberto, Nei Conceição e Dirceu; Zequinha (Ferretti), Roberto (Fischer) e Jairzinho. Técnico: Sebastião Leônidas.
      » Palmeiras: Leão, João Carlos, Luís Pereira, Alfredo e Zeca; Zé Carlos (Dudu) e Ademir da Guia; Edu (Ronaldo), Leivinha, Fedato e Nei. Técnico: Osvaldo Brandão.
      Fonte: Jornal do Brasil.

      BOTAFOGO 2×0 FLAMENGO
      » Gols: Marcos Aurélio 20’ e Jairzinho 86’
      » Competição: Campeonato Carioca
      » Data: 11/08/1973
      » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
      » Renda: Cr$ 177.632,00 / Público: 24.308
      » Árbitro: Arnaldo Cézar Coelho
      » Assistentes: José Teixeira de Carvalho e Ronald Monassa
      » Botafogo: Wendell, Miranda, Brito, Osmar e Marinho Chagas; Carlos Roberto, Marcos Aurélio (Nei Conceição) e Dirceu; Zequinha, Fischer e Jairzinho. Técnico: Paraguaio.
      » Flamengo: Renato, Moreira, Fred, Tinho e Rodrigues Neto; Liminha, Zé Mário (Sérgio) e Zico; Rogério (Vicentinho), Dario e Vítor. Técnico: Zagallo.
      Obs: O último gol de Jairzinho pelo Botafogo contra o CR Flamengo. Fontes: Jornal do Brasil e O Globo.

      BOTAFOGO 1×0 CRUZEIRO
      » Gol: Mendonça 5’ (de cabeça)
      » Competição: Amistoso
      » Data: 12/08/1981
      » Local: Mineirão, Belo Horizonte
      » Árbitro: Ângelo Antônio Ferrari
      » Assistente: João Lúcio Barros e Édson Campos
      » Botafogo: Paulo Sérgio, Perivaldo, Gaúcho, Zé Eduardo e Gaúcho Lima; Rocha, Mendonça e Ademir Lobo; Ziza (Édson), Mirandinha (Jairzinho) e Pitta (Almir). Técnico: Paulinho de Almeida.
      » Cruzeiro: Gasperin, Carioca (Kalu), Vágner, Luís Carlos e Cláudio Mineiro; Toninho, Jair e Eudes (Jacinto); Carlinhos, Edmar e Macedo. Técnico: Waldir Pereira “Didi”.
      Obs: 1) Aniversário do futebol do Botafogo; 2) Estréia de Didi (nosso campeão de 1957-1961-1962) pelo Cruzeiro EC. Fontes: Jornal do Brasil e O Globo.

      BOTAFOGO 3×1 VASCO DA GAMA
      » Gols: Serginho (contra) 18’, Jérson 41’ e Édson 70’ (Botafogo); Marquinho 79’ (Vasco da Gama)
      » Competição: Campeonato Carioca
      » Data: 11/10/1981
      » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
      » Público: 43.894
      » Árbitro: Luís Carlos Félix
      » Botafogo: Paulo Sérgio, Perivaldo, Gaúcho, Oswaldo e Gaúcho Lima; Rocha, Ademir Lobo (Almir) e Mendonça; Édson (Édson Carpegiani), Jairzinho e Jérson. Técnico: Paulinho de Almeida.
      » Vasco da Gama: Mazaropi, Rosemiro, Zezinho Figueroa, Ivã e Gilberto; Serginho (Marquinho), Dudu e Amauri; Wilsinho, Roberto Dinamite e Silvinho. Técnico: Antônio Lopes.

      Publicada por Rui Moura à(s) quarta-feira, Novembro 04, 2009
      Enviar a mensagem por e-mailDê a sua opinião!Partilhar no TwitterPartilhar no FacebookPartilhar no Pinterest

    • Senhor Castilho, nem um Botafoguense quer saber dos jogadores do Fluminense, e sim dos jogadores do Botafogo F.R…, nós Botafoguenses queremo saber do goleiro Manga: O melhor goleiro da história do meu Botafogo F.R.
      ——————————————————————————————————————–

      Manga, O melhor goleiro da história do Botafogo

      Olhar duro, raros sorrisos no rosto marcado pela varíola, grandalhão, ingênuo e gentil como uma criança, arrojado e valente, o goleiro Manga faz parte da história do Botafogo. Com ele no gol, o Botafogo foi bicampeão em 1967 e 1968. O veterano Nílton Santos jamais negou sua admiração pelo talento e pela coragem do pernambucano Aílton Corrêa Arruda, o Manga, nascido no Bairro do Pina, no Recife:” Ele foi o melhor goleiro que passou pelo Botafogo desde que me conheço por gente”.
      Suas mãos ficaram marcadas pela dura vida de goleiro, goleiro de coragem, que urrava nos cruzamentos sobre a área avisando que estava na jogada. Urros de assustar os próprios companheiros. Suas mãos não se fechavam, mas Manga achava graça: “Ué, goleiro não tem de defender a bola com as mãos abertas? Então, fica mais fácil segurar a bola”, dizia.
      Destacou-se no Botafogo na década de 60 onde jogou durante dez anos, tendo disputado a Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra como titular. Costumava dizer que em jogos contra o Flamengo, gastava adiantadamente o valor da premiação pela vitória sobre o rival, tamanha a certeza que a atleta tinha de um placar favorável à sua equipe.
      O pernambucano Manga foi o maior goleiro da história do Botafogo. Veloz ao repor a bola e ágil debaixo das traves, fez muitos milagres pelo Glorioso. Na equipe de General Severiano, Levantou quatro Campeonatos Cariocas 1961/1962/967/1968, uma Taça Brasil (1968) e três Torneio Rio-São Paulo 1962/1964/1966. Manga adorava mexer com o brio do Flamengo clube contra o qual mais gostava de fechar o gol. Antes dos clássicos, costumava dizer que “o leite das crianças já estava garantido”. O goleiro estreou pelo clube em julho de 1959, aos 22 anos de idade. Por seu estilo arrojado, teve as mãos deformadas devido a tanto trabalho.

    • Zequinha… o “Zeca Diabo” na ponta direita

      Publicado por tardesdepacaembu em BOTAFOGO, GRÊMIO, SÃO PAULO

      Tags

      campeão brasileiro de 1977, José Márcio Pereira da Silva, Taça Brasil de 1968, Zequinha ponta direita do Botafogo

      Zequinha era um autêntico ponta direita. Habilidoso, enjoadinho e mortalmente perigoso para as defesas adversárias, foi figura carimbada no time do Botafogo no final dos anos sessenta e início dos anos setenta.

      José Márcio Pereira da Silva nasceu em 17 de novembro de 1949, na Praça da Bandeira da cidade de Leopoldina (MG). Filho do Sr. Zé da Antônia e dona Cola, começou a se destacar no Palmeirinha e posteriormente nos juvenis do Ribeiro Junqueira, times da sua cidade.

      No dia 03 de Janeiro de 1965, na cidade de Leopoldina, Zequinha foi o principal destaque do Ribeiro Junqueira na vitória por 3×1 contra a badalada Seleção Carioca, que contava com craques como Quarentinha, Macalé, Brito e outros.

      Zéquinha comemora gol do Botafogo nos braços de Marinho Chagas

      Assim, foi iniciada a brilhante carreira de Zequinha, também conhecido pela alcunha de “Zeca Diabo”, personagem do ator Lima Duarte na novela “O Bem Amado” exibida pela Rede Globo de televisão.

      Após a belíssima apresentação de Zequinha, um olheiro chamado Mineiro, que observava a garotada no interior para os clubes do Rio de Janeiro e que também era massagista do Flamengo, foi conversar com o Sr. Zé da Antônia para levar Zequinha para a Gávea.

      Como a família Pereira Silva era toda flamenguista, Zeca partiu para a cidade maravilhosa.

      No Flamengo, Zequinha conquistou o campeonato carioca de Juvenis com duas rodadas de antecipação e foi aí que resolveram promover diversos jogadores do juvenil para o time principal.

      Naquela época, o treinador do time juvenil do Flamengo era Valter Miraglia, de quem Zequinha recebeu uma proposta para subir ao time principal.

      Proposta essa que recusou, pois naquele momento se algo acontecesse de errado poderia voltar novamente para o time juvenil e ele não queria isto.

      Zequinha acabou sendo emprestado ao Palmeiras em 1968 por um período de três meses em troca de um goleiro chamado Donah. Não se acostumando, Zequinha abandonou a cidade de São Paulo ficando somente um mês no Palmeiras.

      O volante do Cruzeiro Wilson Piazza dá o combate no veloz e habilidoso ponta direita botafoguense Zequinha. Jogo realizado no Maracanã em 1971 e que terminou com o placar empatado: Botafogo 2×2 Cruzeiro. Crédito: duelosdecraques.blogspot.com.br.

      Lula, Brito, Nei Conceição e Zequinha disputam a bola na final do campeonato carioca de 1971. Crédito: apaixonafutebol.blogspot.com.br.

      Deprimido, Zequinha voltou para Leopoldina e no impasse de não saber se estava mais no Flamengo ou Palmeiras, o craque Leopoldinense pensou em parar por estar muito chateado com aquilo tudo que estava acontecendo.

      Chegando a Leopoldina, foi prontamente questionado pelo pai, que praticamente o obrigou a regressar para o Rio de Janeiro.

      Zequinha voltou para o juvenil do Flamengo e uma semana depois recebeu uma proposta do Botafogo. A pedido do técnico Mário Zagallo, famoso por encontrar craques nas categorias de base alheias, Zequinha foi para o “glorioso” em troca do atacante Zélio.

      Zéquinha e Luís Pereira na final do campeonato brasileiro de 1972 no Morumbi. Crédito: campeonatosbrasileiroseimagens.blogspot.com.br.

      Zequinha e Ademir da Guia na final do campeonato Brasileiro de 1972 no Morumbi. Crédito: campeonatosbrasileiroseimagens.blogspot.com.br.

      Troca feita, no Botafogo Zequinha deslanchou a sua carreira; porém, ao chegar ao alvinegro carioca ele foi reserva do então titular da Seleção Brasileira e do Botafogo Rogério.

      Na primeira oportunidade dada a Zequinha, em 04 de agosto de 1968, no empate em 1×1 contra o América, o ponteiro ganhou elogios de Garrincha que chegou a dizer em uma entrevista que tinha orgulho de ver a sua camisa 7 com o habilidoso Zequinha.

      Crédito: revista Placar – 23 de julho de 1971.

      Seu primeiro título foi na conquista da Taça Brasil de 1968, quando Zequinha já era o pavor dos laterais esquerdos.

      Depois das excelentes campanhas no vice campeonato carioca de 1971 e no campeonato brasileiro de 1971 e 1972, suas ótimas atuações lhe renderam a convocação para a Seleção Brasileira, onde participou do grupo que conquistou a Taça Independência em 1972.


      Crédito: revista Placar.

      Zequinha estava no auge de sua carreira no time da estrela solitária, quando no ano de 1974, o Botafogo vivia um momento de crise e foi obrigado a vender o craque da camisa 7 para o Grêmio.

      No Grêmio, Zequinha foi campeão gaúcho de 1977 num time dirigido pelo técnico Telê Santana. Até hoje o jogador é lembrado carinhosamente pelas suas performances em clássicos “Grenais”.


      Caçapava em disputa com Zéquinha em mais um Grenal. Crédito: revista Placar.

      Em outubro de 1977, Zequinha foi negociado com o São Paulo. No tricolor paulista, o ponta foi campeão Brasileiro de 1977.

      Ao todo, foram 58 partidas disputadas com 30 vitórias, 13 empates e 15 derrotas, marcando apenas dois gols (fonte: Almanaque do São Paulo – Alexandre da Costa).

      Atualmente, Zequinha reside em Dallas, nos Estados Unidos. Ele foi para lá em 1979, quando atuou pelo Dallas Tornado-EUA (1979-1981 e 1984), Tampa Bay Rowdies-EUA (1982), Tulsa Roughnecks-EUA (1983).

      Segundo o internauta João Domingos Custodio, Zequinha foi para os Estados Unidos em razão de um intercâmbio que o São Paulo mantinha com equipes norte-americanas, pois na época, acreditava-se que o futebol na terra do “Tio Sam” cresceria muito. Ledo engano!

      Hoje é dono de três equipes (uma masculina e duas femininas), além de ser Diretor de Desenvolvimento de Academias do Clube ASG.

      * Colaborações de Pedro Luiz Boscato e João Domingos Custodio.

      Créditos de imagens e informações para a criação do texto: revista Placar, gazetaesportiva.net, arquibabotafogo.com, jornalpequeno.com.br, datafogo.blogspot.com.br, duelosdecraques.blogspot.com.br, futeboldebotaoantigo.blogspot.com, celeirodecraques.blogspot.com.br, campeonatosbrasileiroseimagens.blogspot.com.br, revista Manchete Esportiva, albumefigurinhas.no.comunidades.net, apaixonafutebol.blogspot.com.br.

  • fernando alves

    Caros amigos e esta diretoria com as contratações, até agora vendeu e guardou o dinheiro para as eleições. Agora faço como PCO fora MAURICIO.

    Obs: O Mancini entrou numa furada.

    • paulo cesar oliveira

      FORA MAURICIO ASSUMPÇÃO!!!
      FORA MAURICIO ASSUMPÇÃO!!!
      FORA MAURICIO ASSUMPÇÃO!!!
      FORA MAURICIO ASSUMPÇÃO!!!

  • Carioca

    To começando a concorda com o Paulo Barreto em relação a torcida

    vi em outro site sobre a possivel renovação do Airton e grande parte da torcida quer o Airton fora e o Bruno Tiago no time kkkkkkkkkkk isso so pode ser piada

    quem achou que esse Bruno Tiago é jogador? não joga nada nem no Madureira se firmou ja o Airton não é craque mais entre ele o Marcelo Lento Mattos e o Gabriel o Airton é o que mais sabe marcar

    nossa torcida é manipulada d+ pela midia

  • Adilson Cordeiro

    Nenhum time do mundo pode fazer duas seleções:

    Jéferson
    Josimar
    Gonçalves
    Gotardo
    Nilton Santos
    Didi
    Gerson
    Mendonça
    Garrincha
    Túlio Maravilha
    Jairzinho

    Botafogo de todos os tempos:

    1. Manga
    4. Marinho Chagas
    2. Mauro Galvão
    3. Leônidas
    6. Nilton Santos
    5. Gérson
    8. Didi
    7. Garrincha
    9. Amarildo
    10. Jairzinho
    11. Quarentinha
    Reservas:
    Vagner
    Rogerio
    Roberto
    Zagalo
    Donizete
    Vitinho

  • O Blog do Senhor Nilton Severiano é onde só tem Botafoguense. Portanto, aqui é Botafogo F.R.!!!

    1967: Botafogo campeão estadual de futebol

    O Botafogo sagrou-se campeão estadual de futebol em 17 de Dezembro de 1967 ao vencer o Bangu na decisão por 2×1 com gols de Roberto Miranda e Gérson ´Canhotinha de Ouro’.

    Síntese de jogos: total: 18; vitórias: 15; empates: 2; derrotas: 1; gols pró: 30; gols contra: 11.

    Síntese da campanha: América: 1×0 e 2×1; Bangu: 3×1 e 2×1; Campo Grande: 1×1 e 3×0; Flamengo: 2×1 e 1×0; Fluminense: 1×0 e 1×1; Olaria: 3×1 e 1×0; Vasco da Gama: 0x2 e 3×1; Bonsucesso: 1×0; Madureira: 2×0; Portuguesa: 1×0; São Cristóvão: 2×1.

    Eis as súmulas de toda a campanha:

    BOTAFOGO 1×0 PORTUGUESA

    » Gols: Roberto 30’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 26.08.1967

    » Local: General Severiano, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Antônio Viug

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Aírton Beleza e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Portuguesa: Otávio, Bruno, Lúcio, Taquinho e Zeca; Chiquinho e Miro; Inaldo, César, Mário Breves e Edinho. Técnico: Murilo de Carvalho.

    BOTAFOGO 3×1 OLARIA

    » Gols: Ferretti 35’, Nílton Santos (contra) 50’ e Aírton Beleza 55’ (Botafogo); Antoninho 73’ (Olaria)

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 03.09.1967

    » Local: General Severiano, Rio de Janeiro

    » Árbitro: José Mário Vinhas

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Zélio, Ferretti, Aírton Beleza e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Olaria: Alcir, Mura, Miguel, Osmani e Nílton Santos; Mafra e Eliseu; Naldo, Sabará, Antoninho e Wellys. Técnico: Paulinho de Almeida.

    BOTAFOGO 1×0 FLUMINENSE

    » Gol: Roberto 45’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 07.09.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Cláudio Magalhães

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Aírton Beleza e Lula. Técnico: Mário Zagallo.

    » Fluminense: Márcio, Jardel, Valtinho, Altair e João Francisco; Denílson e Suingue; Roberto, Samarone, Camilo e Rinaldo. Técnico: Alfredo Gonzalez.

    BOTAFOGO 3×1 BANGU

    » Gols: Aírton Beleza 35’ e 70’, Gérson 44’ (Botafogo); Paulo Borges, 10’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 10.09.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Frederico Lopes

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Zélio, Roberto, Aírton Beleza e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Bangu: Ubirajara Motta, Fidélis, Mário Tito, Luís Alberto e Ari Clemente; Jaime e Ocimar; Paulo Borges, Jair, Mário e Aladim. Técnico: Ondino Viera.

    BOTAFOGO 1×1 CAMPO GRANDE

    » Gol: Rogério 21’ (Botafogo); Nodir 33’ (Campo Grande)

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 01.10.1967

    » Local: Ítalo Del Cima, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Aírton Vieira de Moraes

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Nei Conceição e Afonsinho; Rogério, Roberto, Paulo Cézar e Lula. Técnico: Mário Zagallo.

    » Campo Grande: Helinho, Zé Oto, Guilherme, Geneci e Tião; Adílson e Norival; Valmir, Dario, Hélio Cruz e Nodir. Técnico: Francisco de Souza Ferreira ‘Gradim’.

    BOTAFOGO 1×0 BONSUCESSO

    » Gol: Gérson (pen.) 42’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 07.10.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Frederico Lopes

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Zélio, Roberto, Aírton Beleza e Lula. Técnico: Mário Zagallo.

    » Bonsucesso: Jonas, Luiz Carlos, Moisés, Paulo Lumumba e Albérico; Amaro e Fifi; Gilbert, Gibira, Enos e Valdir. Técnico: Antônio Ferreira Agostinho ‘Antoninho’.

    Obs: Fifi foi expulso aos 11’ do 2° tempo

    BOTAFOGO 2×0 MADUREIRA

    » Gols: Ferretti 23’ e Roberto 40’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 14.10.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Guálter Portela Filho

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Nei Conceição e Gérson; Rogério, Roberto, Ferretti e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Madureira: Barreto, Luís Almeida, Silva, Carlos Alberto e Pereira; Elmo e Farah; Anísio, Miguel, Marcílio e Russinho. Técnico: William Kleper Santa Rosa ‘Esquerdinha’.

    BOTAFOGO 2×1 FLAMENGO

    » Gols: Rogério 17’ e Carlos Roberto 68’ (Botafogo); João Daniel 88’ (Flamengo)

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 22.10.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Cláudio Magalhães

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Ferretti e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Flamengo: Marco Aurélio, Murilo, Ditão, Itamar e Paulo Henrique; Carlinhos e Amorim; Zequinha, João Daniel, Ademar Pantera e Luiz Henrique. Técnico: Aymoré Moreira.

    BOTAFOGO 1×0 AMÉRICA

    » Gol: Roberto 67’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 28.10.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: José Aldo Pereira

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Zélio, Roberto, Ferretti e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » América: Rosan, Sérgio, Alex, Aldeci e Dejair; Tadeu e Ica; Joãozinho, Antunes, Edu e Eduardo. Técnico: Evaristo de Macedo.

    BOTAFOGO 0x2 VASCO DA GAMA

    » Gols: Walfrido 27’ e 73’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 05.11.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Aírton Vieira de Moraes

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Nei Conceição e Afonsinho; Zélio, Roberto, Ferretti e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Vasco da Gama: Pedro Paulo, Jorge Luís, Sérgio, Álvaro e Oldair; Paulo Dias e Danilo Meneses; Ney, Walfrido, Adílson e Da Silva. Técnico: Ademir Menezes.

    BOTAFOGO 2×1 SÃO CRISTÓVÃO

    » Gols: Gérson 5’ e 25’ (Botafogo); Edmílson (pen.) 73’ (São Cristóvão)

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 11.11.1967

    » Local: Figueira de Mello, Rio de Janeiro

    » Árbitro: José Gomes Sobrinho

    » Botafogo: Manga, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Afonsinho e Gérson; Rogério, Roberto, Ferretti e Lula. Técnico: Mário Zagallo.

    » São Cristóvão: Manga, Lauro, Moisés, Sulimar e Édson; Fernando e Edmílson; Nei, Castilho, Zé Carlos e Betinho. Técnico: Moacyr Nascimento Barbosa.

    BOTAFOGO 3×0 CAMPO GRANDE

    » Gols: Lula 6’ e 45’, Paulo Cézar 65’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 18.11.1967

    » Local: General Severiano, Rio de Janeiro

    » Árbitro: José Mário Vinhas

    » Disciplina: Expulsão de Tião 50’ (Campo Grande)

    » Botafogo: Manga, Moreira, Paulistinha, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Afonsinho; Rogério, Aírton Beleza, Paulo Cézar e Lula. Técnico: Mário Zagallo.

    » Campo Grande: Omar, Zé Oto, Guilherme, Geneci e Tião; Romeu e Norival; Hélio Cruz, Guaraci, Nodir e Adílson. Técnico: Francisco de Souza Ferreira ‘Gradim’.

    Obs: Aírton Beleza deixou o campo definitivamente aos 67’ com um profundo corte na perna ao sofrer falta de Norival; Moreira também sofreu fratura da clavícula e o Botafogo ficou com 9 jogadores no 2° tempo.

    BOTAFOGO 2×1 AMÉRICA

    » Gols: Dejair (contra) 61’ e Rogério 90’ (Botafogo); Tonel, 79’ (América)

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 25.11.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: José Gomes Sobrinho

    » Disciplina: Expulsão de Roberto 75’ (Botafogo) e de Aldeci (América)

    Botafogo: Manga, Joel, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Afonsinho; Rogério, Roberto, Ferretti e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » América: Rosan, Sérgio, Alex, Aldeci e Dejair; Marcos e Ica; Joãozinho, Tadeu, Tonel e Eduardo. Técnico: Evaristo de Macedo.

    BOTAFOGO 1×0 FLAMENGO

    » Gol: Jairzinho 45’30”

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 30.11.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Cláudio Magalhães

    » Disciplina: Expulsão de Ditão 75’ (Flamengo)

    » Botafogo: Manga, Joel, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Flamengo: Marco Aurélio, Válter, Ditão, Jayme e Paulo Henrique; Amorim e Rodrigues Neto; Zequinha, Dionísio, Fio Maravilha e Luiz Carlos. Técnico: Aymoré Moreira.

    BOTAFOGO 1×0 OLARIA

    » Gol: Gérson (pen.) 80’

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 03.12.1967

    » Local: Bariri, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Amílcar Ferreira

    » Botafogo: Manga, Joel, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Olaria: Ubirajara, Mura, Miguel, Esteves e Alfinete; Mafra e Válter; Inaldo, Antoninho, Sabará e Escurinho. Técnico: Paulinho de Almeida.

    BOTAFOGO 1×1 FLUMINENSE

    » Gol: Roberto 65’ (Botafogo); Samarone 20’ (Fluminense)

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 10.12.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: Cláudio Magalhães

    » Botafogo: Manga, Paulistinha, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Fluminense: Márcio, Oliveira, Valtinho, Altair e Bauer; Denílson e Suingue; Wilton, Cláudio, Samarone e Lula. Técnico: Telê Santana.

    BOTAFOGO 3×1 VASCO DA GAMA

    » Gols: Jairzinho 2’, Paulo Cézar 47’ e 74’ (Botafogo)

    » Competição: Campeonato Carioca

    » Data: 13.12.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Árbitro: José Gomes Sobrinho

    » Botafogo: Manga, Paulistinha, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Vasco da Gama: Pedro Paulo, Jorge Luís, Sérgio, Álvaro e Oldair; Paulo Dias e Danilo Meneses; Nado, Walfrido, Ney e Da Silva. Técnico: Ademir Menezes.

    BOTAFOGO 2×1 BANGU

    » Gols: Roberto 12’ e Gérson 67’ (Botafogo); Mário 52’ (Bangu)

    » Competição: Campeonato Carioca (decisão)

    » Data: 17.12.1967

    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro

    » Renda: NCr$ 220.902,00

    » Público: 111.641 (91.881 pagantes)

    » Árbitro: Antônio Viug

    » Botafogo: Manga, Paulistinha, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson; Rogério, Roberto, Jairzinho e Paulo Cézar. Técnico: Mário Zagallo.

    » Bangu: Ubirajara Motta, Cabrita, Mário Tito, Luís Alberto e Ari Clemente; Jaime e Ocimar; Paulo Borges, Mário, Del Vecchio e Aladim. Técnico: Plácido Monsores.

    Os campeões: Haílton Corrêa de Arruda ’Manga’, 18 jogos; Sebastião Leônidas, 18; Waltencir Pereira Senra, 18; José Carlos Gaspar Ferreira ’Zé Carlos’, 17; Roberto Lopes de Miranda, 16; Paulo Cézar Lima Caju, 15; Carlos Roberto de Carvalho, 14; Gérson de Oliveira Nunes ’Canhota de Ouro’, 14; Rogério Hetmanek, 13; Ismael Moreira Braga, 12; Fernando Ferretti, 7; Aírton Baptista dos Santos ’Beleza’, 6; Jair Ventura Filho ’Jairzinho’, 5; Afonso Celso Garcia Reis ’Afonsinho’, 5; Luiz Edmundo Teixeira de Souza Paiva ’Lula’, 5; Zélio Joaquim Machado, 5; Oswaldo Sampaio Júnior ’Paulistinha’, 4; Joel Martins da Fonseca, 3; Nei da Conceição Moreira, 3. Técnico: Mário Jorge Lobo Zagallo.

    Os artilheiros: Gérson, 6 gols; Roberto, 6; Aírton Beleza, 3; Paulo Cézar, 3; Rogério, 3; Ferretti, 2; Jairzinho, 2; Lula, 2; Carlos Roberto, 1; Nílton Santos (contra), 1; Dejair (contra), 1.

    Publicada por Rui Moura à(s) segunda-feira, Março 28, 2011
    Enviar a mensagem por e-mailDê a sua opinião!Partilhar no TwitterPartilhar no FacebookPartilhar no Pinterest

  • Club de Regatas Botafogo

    No dia 1º de julho de 1894, nascia na praia de Botafogo o CLUB DE REGATAS BOTAFOGO. O clube ganhou esse nome em homenagem à enseada do bairro onde competiam os seus barcos. A sede era em um casarão, demolido, no sul da praia de Botafogo, encostado ao Morro do Pasmado, onde hoje termina a Avenida Pasteur. Em 1899, surgiu uma lenda nas águas da Baía de Guanabara, a embarcação botafoguense Diva, que venceu todas as 22 regatas que disputou, sagrando-se campeã carioca.

    O Club de Regatas Botafogo foi o primeiro clube carioca campeão brasileiro de alguma modalidade esportiva: de remo, em campeonato realizado no Rio de Janeiro em outubro de 1902, com a vitória do atleta Antônio Mendes de Oliveira Castro, que anos mais tarde viria a se tornar presidente do clube.

    Os fundadores do Club de Regatas Botafogo: Alberto Lisboa da Cunha, Arnaldo Pereira Braga, Arthur Galvão, Augusto Martins, Carlos de Souza Freire, Eduardo Fonseca, Frederico Lorena, Henrique Jacutinga, João Penaforte, João Teixeira, José Maria Dias Braga, Julio Kreisler, Julio Ribas Junior, Luís Fonseca Quintanilha Jordão, Oscar Lisboa da Cunha e Paulo Ernesto de Azevedo.

    Botafogo Football Club

    No ano de 1904, surgia no bairro de Botafogo um novo clube de futebol, o Electro Club, primeiro nome dado ao Botafogo Football Club. A associação nasceu de uma conversa entre dois amigos durante uma aula. Flávio Ramos e Emmanuel Sodré estudavam no colégio Alfredo Gomes e, durante uma aula de álgebra, nascia a primeira ideia de fundar um clube, através de um bilhete passado por Flávio a Emmanuel, que dizia: “O Ithamar tem um clube de football na Rua Martins Ferreira. Vamos fundar outro no Largo dos Leões? Podemos falar aos Werneck, ao Arthur César, ao Vicente e ao Jacques”. E assim tudo começou.

    Esse bilhete foi interceptado pelo professor de matemática, general Júlio Noronha, que advertiu não ser aquele o momento mais apropriado para conversas daquele tipo, ressaltando, porém, que apoiava qualquer ideia relativa à prática de esportes. Estava dado então o primeiro passo para o nascimento do Glorioso”.

    Naquela mesma noite, Flávio Ramos conversou com Octávio Werneck, na Rua Voluntários da Pátria, e o convidou para criarem o novo clube. Finalmente, na tarde de 12 de agosto de 1904, o clube seria formado por um grupo de colegiais com idades entre 14 e 15 anos, no chalé de um velho casarão em ruínas da Rua Conselheiro Gonzaga, esquina da Rua Humaitá com Largo dos Leões, gentilmente cedido aos garotos por Dona Chiquitota, avó materna de Flávio, grande amiga e verdadeira mãe do clube que estava nascendo.”

    Os meninos, que residiam no bairro de Botafogo, reuniram-se com os outros amigos em um casarão no Largo dos Leões para fundar o Electro Club. Esse foi o primeiro nome dado ao Botafogo, pois os meninos decidiram cobrar mensalidade e acharam um talão de um extinto clube com esse nome, que resolveram então adotar. Mas o Electro Club só durou até o dia 18 de setembro, quando foi feita outra reunião na casa da avó de Flávio, Dona Chiquitota, que se assustou ao saber o nome do clube e então argumentou: “Ora, morando onde vocês moram, o clube só pode se chamar Botafogo”, aconselhou Dona Chiquitota. E assim foi feito. O clube então passou a se chamar Botafogo Football Club.

    O primeiro amistoso ocorreu no dia 2 de outubro de 1904, contra o Football and Athletic Club, na Tijuca: derrota por 3 x 0. A primeira vitória viria no segundo jogo, em 21 de maio de 1905, sobre o Petropolitano, 1 a 0, gol de Flávio Ramos. Em 1906, o time participou do primeiro Campeonato Carioca. No ano seguinte, terminou empatado com o Fluminense, sagrando-se campeão, em título reconhecido apenas em 1996.

    O primeiro Campeonato Carioca conquistado e comemorado imediatamente após o apito final foi em 1910. Com uma campanha irrepreensível, marcada por sete goleadas, o clube não apenas foi campeão como ganhou o apelido de Glorioso. Dois anos mais tarde, novo título carioca.

    Na década de 30, outra época gloriosa. O time conquistou o tetracampeonato carioca, de 1932 a 1935, feito inédito no Rio de Janeiro. Assim nascia o Botafogo Football Club, que depois de trinta e oito anos de existência uniu-se ao outro Botafogo, o de Regatas, dando início ao Botafogo de futebol e Regatas.

    Fundadores: Álvaro Werneck, Arthur Cesar de Andrade, Augusto Paranhos Fontenele, Basílio Viana Junior, Carlos Bastos Neto, Emanuel de Almeida Sodré, Eurico Viveiros de Castro, Flávio da Silva Ramos, Jacques Raimundo Ferreira da Silva, Lourival Costa, Octávio Werneck, Vicente Licínio Cardoso.

    Botafogo de Futebol e Regatas

    O Botafogo de Futebol e Regatas nasceu oficialmente no dia 8 de dezembro de 1942, como resultado da fusão de dois clubes com o mesmo nome: o Club de Regatas Botafogo e o Botafogo Football Club. Os dois clubes tinham suas sedes no bairro de Botafogo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e se uniram depois de um triste fato.

    No dia 11 de junho de 1942, os dois clubes disputavam uma partida de basquete pelo Campeonato Estadual e o jogador Albano, do Botafogo F.C., durante o intervalo, caiu em quadra, vítima de um ataque fulminante. A partida foi interrompida a dez minutos do final, quando o placar marcava CRB 21x 23 BFC. O corpo de Albano saiu da sede de General Severiano e, quando passava em frente ao Mourisco Mar, o então presidente do C.R.Botafogo, Augusto Frederico Schimidt, disse: “Comunico nesta hora a Albano que a sua última partida resultou numa nítida vitória. O tempo que resta do jogo interrompido os nossos jogadores não isputarão mais”. O então presidente do Botafogo Football Club, Eduardo Góis Trindade, respondeu: “Nas disputas entre os nossos clubes só pode haver um vencedor, o Botafogo!” Schimidt então selou a fusão: “O que mais é preciso para que os nossos dois clubes sejam um só?”.

    Com a fusão foram feitas apenas três alterações: a bandeira perdeu o escudo das letras entrelaçadas do BFC e ganhou a estrela solitária do Clube de Regatas Botafogo; a equipe passou a usar calções pretos e a bandeira ganhou um retângulo preto, com uma estrela branca ao alto. Nos anos 30, durante a cisão entre amadores e profissionais, o Botafogo conquistou o único tetra do Campeonato Carioca, representado por quatro estrelas acima do escudo na camisa. Atualmente, porém, o Botafogo não utiliza mais essas estrelas complementares, deixando apenas a do escudo e fazendo valer o apelido de Estrela Solitária.

    O primeiro título veio seis anos depois, em 1948, com Carlito Rocha como dirigente e o cachorro Biriba como mascote, derrotando em General Severiano o lendário Expresso da Vitória, do Vasco da Gama. Os anos que se seguiram foram marcados por vitórias e ídolos. Em 1957, o título carioca foi conquistado com uma histórica goleada por 6 a 2 sobre o Fluminense. O time alvinegro reuniu craques como Garrincha, Nilton Santos, Didi, Quarentinha, Amarildo, Paulo Valentim e Zagallo, conquistando três Campeonatos Estaduais, três Rio-São Paulo e servindo de base para a Seleção Brasileira que conquistou as Copas do Mundo em 1958 e 1962. Outro time glorioso foi o de 1967-1968, que conquistou o bicampeonato carioca e a Taça Brasil.

    A volta dos títulos começou em 21 de junho de 1989, na histórica vitória de 1 x 0 sobre o Flamengo, quebrando o jejum de 20 anos com uma campanha invicta. No ano seguinte veio o bi, em 1993 a Copa Conmebol e, em 1995, o Campeonato Brasileiro, comandado por Túlio, Gonçalves e Donizete, entre outros. No mesmo ano, o clube voltou para a antiga sede, onde a torcida comemorou a Taça Guanabara (com 100% de aproveitamento) e o Campeonato Estadual de 1997. Para completar a década, o tetracampeonato do Rio-São Paulo em 1998. Como nada é fácil para o Botafogo, o clube voltou a passar por dificuldades. A maior delas foi a queda para a Segunda Divisão em 2002. No ano seguinte, entretanto, abraçado por sua torcida, o time garantiu o acesso. Em reconstrução, o Botafogo conquistou o Carioca em 2006 e chegou a três finais consecutivas nos anos seguintes. Em 2010, o Botafogo ganhou o Campeonato Carioca de forma histórica, arrancando de uma goleada por 6 a 0 para o Vasco para a conquista das Taças Guanabara e Rio e do Estadual, sem necessidade de final. No jogo decisivo, uma vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, com cavadinha de Loco Abreu e Jefferson defendendo pênalti de Adriano.

    Em 2013, o Botafogo voltou a conquistar o Campeonato Carioca de forma irrepreensível. O time venceu a Taça Guanabara e a Taça Rio, levando o título por antecipação. Para tornar o ano ainda melhor, o clube se sagrou campeão de terra e mar, ao alcançar o êxito também no Campeonato Carioca de Remo.

  • BOTAFOGO 4 X 3 AMÉRICA: FOI NESSE JOGO QUE CONHECI E ME APAIXONEI PELO MEU BOTAFOGO F.R….
    ———————————————————————————————————–
    A virada de Ferretti: Botafogo 4×3 América

    A 29 de Abril de 1973 o Botafogo defrontou o América no Maracanã pelo 1o. turno do campeonato carioca (Taça Guanabara).

    O Botafogo jogou com Wendell, Waltencir, Scala (Edmílson), Osmar e Ademir Vicente; Marinho Chagas, Nei Conceição e Dirceu; Roberto Carlos, Fischer e Ferretti. O técnico foi Sebastião Leônidas.

    O América jogou com Jorge, Cabrita, Alex, Mareco e Tereso; Tadeu, Djair (Gilmar) e Antônio Carlos (Ivo); Flecha, Caio e Sérgio Lima. O técnico foi Wilson Santos.

    O América construiu um marcador favorável e confortável de 3×1, mas o notável jogador Fernando Ferretti conseguiu a virada, estabelecendo o resultado final em 4×3, com quatro gols de sua autoria.

    Eis a evolução do placar: Sérgio Lima 7’ 1ºT (0-1), Ferretti 14’ 1ºT (1-1), Sérgio Lima 16’ 1ºT (1-2), Antônio Carlos 21’ 1°T (1-3); Ferretti 18’ 2ºT (2-3), Ferretti 19’ 2ºT (3-3) e Ferretti 39’ 2°T (4-3).

    Ferretti foi um notável futebolista de 1,90m. e 85kg. No Botafogo foi bicampeão carioca (1967-1968), bicampeão da Taça Guanabara (1967-1968), campeão da Taça Brasil (1968) e ainda venceu o Torneio Hexagonal do México (1968) e o Torneio Internacional de Caracas (1970).

    Ferretti foi sempre a ‘arma secreta’ do banco do Botafogo, entrando muitas vezes no segundo tempo para resolver o desafio a favor do Botafogo. A equipa era muitíssimo forte e Ferretti não conseguia vaga de titular a competir com atacantes como Jairzinho, Roberto Miranda e Paulo César, campeões do mundo. Em 1971 acabou por ingressar no Santos, fez sucesso e é lembrado como um dos melhores atacantes do clube santista.

    Fontes
    Acervo e pesquisa de Rui Moura
    Internet
    Pedro Varanda: http://www.arenaalvinegra.com/

    ***
    Acréscimo de Pedro Varanda:

    BOTAFOGO 4×3 AMÉRICA
    » Gols: Ferretti 14’, 63’, 64’ e 84’ (Botafogo); Sérgio Lima 7’ e 16’ e Antônio Carlos 21’
    » Competição: Campeonato Carioca
    » Data: 29/04/1973
    » Local: Maracanã, Rio de Janeiro
    » Árbitro: Aírton Vieira de Moraes
    » Botafogo: Wendell, Waltencir, Scala (Edmílson), Osmar e Ademir Vicente; Marinho Chagas, Nei Conceição e Dirceu; Roberto Carlos, Fischer e Ferretti. Técnico: Sebastião Leônidas.
    » América: Jorge, Cabrita, Alex, Mareco e Tereso; Tadeu, Djair (Gilmar) e Antônio Carlos (Ivo); Flecha, Caio e Sérgio Lima. Técnico: Wilson Santos.
    Fonte: O Globo.

    Publicada por Rui Moura à(s) quarta-feira, Outubro 01, 2008

MaisRecentes

Os outros que reclamem de Godger!



Continue Lendo

Confio no Roger



Continue Lendo

O maior será o primeiro



Continue Lendo