Um dos jogos mais patéticos que vi



Poucas vezes tive tanto nojo de um time do Botafogo. O resultado em si não seria tão ruim em outras circunstâncias, mas não consigo admitir que fomos humilhados por um time tão fraco. Nem mesmo São Jefferson nos salvou dessa vez.

Imagino a reunião de Mané Garrincha e Nilton Santos lá no céu. Os dois deviam estar se contorcendo ao ver Hyuri e Julio Cesar em campo. Me lembro bem de vê-los em campo e isso me dá úlcera só de pensar.

Não somos um grande time, nunca fomos, mas a falta de vontade é novidade. Se antes não dava na classe, ia na raça. Agora nem isso. Desse jeito não vamos, e nem merecemos, jogar a Libertadores do ano que vem. E que isso sirva para baixar a bola de alguns que se acham a última bolacha do pacote.

Como diria meu craque Heleno (que também deve estar chorando agora) “O Botafogo não é lugar de covardes”. Não admito tamanha pequenez para jogadores “consagrados”.



MaisRecentes

Que saudade do Fogão!



Continue Lendo

Preocupação é o pão de queijo



Continue Lendo

Os outros que reclamem de Godger!



Continue Lendo