Quando Nilton Santos nos deixa



Caros alvinegros, esta quarta-feira é um dos dias mais tristes da nossa história. Quando Nilton Santos nos deixa, sabemos que o mundo está pior.

Quando Enciclopédia nos deixa, sabemos que o futebol nunca mais terá romantismo. Nunca mais conhecimento. Para sempre ignorância.

Quando o maior lateral-esquerdo de todos os tempos nos deixa, sabemos que todo e qualquer esforço para fazer sobreviver a posição é em vão.

Quando o camisa 6 nos deixa, faz pesar muito mais os ombros dos seres humanos que ousarem envergar tal número.

Quando uma lenda nos deixa, é certo que qualquer minuto de silêncio será milésimo de segundo perto da saudade que Nilton já nos acomete.

Quando um grande personagem da história do Brasil nos deixa, sabemos que a cultura, o esporte e tudo mais desta terra fica mais seco.

Quando Nilton Santos nos deixa, a única certeza que temos é de que Botafogo é imenso e que o céu, a partir desta noite, passa a ter um brilho só. O solitário brilho de mais uma estrela alvinegra que se vai.



MaisRecentes

Preocupação é o pão de queijo



Continue Lendo

Os outros que reclamem de Godger!



Continue Lendo

Confio no Roger



Continue Lendo