Estamos em um ano promissor. Não coloquem tudo a perder!



Caros alvinegros.

Na noite desta quarta-feira, em Aracaju, e não em Salvador como deveria ser, não fosse os desmandos da dona Fifa, o Botafogo jogou mal e perdeu para o Bahia. Nossa primeira derrota no Brasileirão. Nada demais em uma competição difícil, com adversários fortes, viagens longas e jogos um em cima do outro.

Comecei falando do local do confronto não por preferir a Bahia a Sergipe, mas pela qualidade do gramado do estádio Baptistão. Muito ruim. É inadimissível pensarmos em um campeonato para competir com os europeus e continuarmos jogando em tais condições.

Sobre o time, por mais que seja necessário, a venda de Dória afetará demais o time. O Tonhão está muito lento. Não ganha uma na corrida com os atacantes adversários. Na minha opinião, nesse jogo, os setores do time estavam muito longe, sem aproximação, a defesa muito exposta.

Todos sabem o quanto defendo o Oswladinho, mas pelo amor de Deus, com o Rafael Marques no ataque não dá. Até o grandalhão desengonçado do Bahia, o tal Fernandão, que não jogou bola em lugar nenhum antes, é melhor que ele. Nosso ataque não existe. Que o Alex possa jogar logo. Tomara, estou fazendo minhas mandingas para ajudá-lo a resolver esse problema.

Vamos de cabeça erguida para jogar contra a Macaca no sábado. Será mais um jogo em um gramado horrível. Mas vamos com tudo.

Agora, um recado para a diretoria. Desculpas têm limites. O tempo está passando e os salários dos jogadores continuam atrasados. Assim como desculpas, a paciência deles têm limites. Estamos em um ano promissor e espero que vocês não coloquem tudo a perder.

Saudações alvinegras.



MaisRecentes

Zé, sim, é um treinador



Continue Lendo

Que saudade do Fogão!



Continue Lendo

Preocupação é o pão de queijo



Continue Lendo