Glorioso até no céu ….



Caros alvinegros! Se o mundo acabar, poderemos pelo menos dizer lá do além que o antigo planeta Terra foi nosso por três vezes. Antes dos ETs, dos discos voadores e dos robôs que podem invadir tudo hoje, o nosso Fogão já foi dono do pedaço em 1958, 1962 e 1970. A taça do mundo foi nossa, de Nilton Santos, Jairzinho, Garrincha.

Falando em Garrincha… Ele certamente estará lá do outro lado, nos esperando com a camisa do Fogão. Se vivo ele já aprontava em campo, imaginem com duas asas!

Em 108 anos muito bem vividos no futebol, o Botafogo se colocou entre os 12 maiores clubes do século passado, teve os maiores craques da História, foi supersticioso e campeão com orgulho desde 1907.

Indo dessa para melhor, o Botafogo terá sido o único clube carioca campeão continental em pleno Maracanã, na Copa Conmebol de 1993. Com o fim, o Fogão também será o último campeão da História do Maraca, sendo o último gol de título no estádio uma loca cavadinha, em 2010.

Outras tantas marcas ficarão para a eternidade… Único tetra campeão carioca isolado (1932, 1933, 1934 e 1935), dono da maior sequência invicta no Brasil, com 52 jogos sem perder entre 1977 e 1978, e da maior sequência sem derrotas no Brasileirão, com 42 partidas sem ter revés.
Ah! Tem também a maior goleada do Brasil, 24 a 0 contra o Mangueira.

Sobre títulos que não vieram, não há lamento. Jamais precisamos roubar para ganhar, vamos para o céu.

BATE-BOLA
Dória
Zagueiro do Botafogo

Com o fim do mundo, você fica feliz por ter jogado no profissional ou triste por ter sido muito rápido?
Os dois. Fiquei muito feliz por ter realizado o desejo de subir ao time principal do Botafogo, mas chateado por não poder dar sequência. Eu queria jogar mais aqui. Uma pena que o mundo vai acabar (risos).

Pelo menos você fez um gol na carreira, não é?
Nem fala. Tive a sensação de fazer um golzinho no Campeonato Brasileiro. Morrer sem fazer gol iria ser muito ruim.

Você chegou à Seleção Brasileira sub-20. Vai faltar ter jogado na principal?
Com certeza vai ficar essa lacuna. Pelo menos cheguei à sub-20. O pior é que o mundo vai acabar e só treinei com a Seleção. Não vai dar nem tempo para jogar o Campeonato Sul-Americano.



MaisRecentes

Que saudade do Fogão!



Continue Lendo

Preocupação é o pão de queijo



Continue Lendo

Os outros que reclamem de Godger!



Continue Lendo