Com Rafael Marques no ataque não dá



Caros Alvinegros,

Por mais que eu ame, na verdade, por mais que eu seja um “doente” pelo meu meu, pelo nosso Botafogo, não posso deixar de ser consciente. De analisar os fatos com o mínimo de frieza e sensatez.

O empate do Glorioso, conseguido às duras penas neste domingo, nos acréscimos contra o Tricolor dos pampas, deve sim, ser comemorado. No entanto, é preciso questionar, criticar e pedir mudanças na postura, nas análises, nas contratações e na escalação do nosso time.

Não dá para entender, como o técnico Oswaldo de Oliveira, treinador que já viu tanta gente boa no ataque alvinegro, entre eles o maior de todos, Mané Garrincha, sem citar Jairzinho, Túlio Maravilha, Quarentinha, Heleno de Freitas e por aí vai…, consegue indicar e escalar em um campeonato como o Brasileiro Rafael Marques como nosso “homem gol”. Sinceramente não dá.

Se Oswaldo não entende nada de futebol, no mínimo deveria respeitar a história do meu Fogão e não expor nosso clube, nosso time ao ridículo. Sim, porque, entrar em campo com uma atacante que sequer consegue dominar uma bola, que não chutou uma vez ao gol adversário em 90 minutos, é no mínimo nos expor ao ridículo.



MaisRecentes

Os outros que reclamem de Godger!



Continue Lendo

Confio no Roger



Continue Lendo

O maior será o primeiro



Continue Lendo