Provocação com muita injustiça



Caros, alvinegros! Jobgol precisa de carinho. Não quero entrar no mérito dos problemas, mas é certo que nossa joia brilha fortemente e chama atenção quando algo de estanho ocorre. Com inveja, os outros só podem gritar para tentar conter os dribles rápidos do talento.

Estive na Ressacada e vi o outro lado da moeda. Durante todo tempo, chamaram o Jobson daquilo que ele não é. As arquibancadas despertaram a irritação de quem foi forte e lutou muito contra o vício das drogas.

Jobson é jovem, um jogador de futuro promissor. Com a cabeça no lugar, pode ir longe.

Estamos na luta pelo Brasileiro e não podemos deixar que assuntos polêmicos desviem o foco da equipe. É o momento de somar forças, para que, aí sim, o Manequinho apareça: campeão e como veio ao mundo.



MaisRecentes

Os outros que reclamem de Godger!



Continue Lendo

Confio no Roger



Continue Lendo

O maior será o primeiro



Continue Lendo