Ex-governador Sérgio Cabral gera divisão entre grupos políticos do Vasco



Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, e condenado por corrupção, está preso desde 2016. Entretanto, mesmo confinado, Cabral é motivo de discórdia no Vasco, clube do qual é sócio. Há várias correntes políticas que defendem a sua exclusão do quadro de associados.

No entanto, há grupos que defendem a sua permanência. Roberto Monteiro, presidente do Conselho Deliberativo, se diz neutro. Alguns conselheiros, no entanto, vão protocolar o pedido de exclusão de Cabral nas próximas semanas.



MaisRecentes

Conselheiros do Palmeiras cobram diretor de futebol Alexandre Mattos



Continue Lendo

No Dia do Professor, COB abre inscrições para curso de iniciação esportiva



Continue Lendo

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo