À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



A Justiça do Rio vai decidir se haverá nova eleição no Vasco. Crédito: Divulgação

No próximo dia 27, a Justiça do Rio de Janeiro definirá se haverá uma nova eleição presidencial no Vasco. A 17ª Câmara Cível do TJRJ decidirá se acatará, ou não, os recursos para o efeito suspensivo do último pleito, que elegeu Alexandre Campello.

E nesse sentido, os diversos grupos de oposição começaram a conversar sobre uma possível disputa eleitoral. Destacam-se dois grupos, até então: Identidade Vasco, de Roberto Monteiro, atual presidente do Conselho Deliberativo e a “Sempre Vasco”, de Julio Brant.

Os dois grupos que mais se destacam na política do Vasco, “Identidade Vasco” e “Sempre Vasco”, ainda não se manifestaram oficialmente sobre a possibilidade de nova eleição. Entretanto, nos bastidores de São Januário, as conversas se intensificaram nas últimas horas.

Outra frente que promete entrar forte na briga é a dos apoiadores de Eurico Miranda, falecido na semana passada. Como a De Prima antecipou, Silvio Godoi deve ser o centro de convergência de boa parte de membros da oposição à administração Campello. Apesar de ter apoiado a chapa do atual presidente, os nomes de José Luis Moreira e Fernando Horta, ainda não têm um caminho definido.



MaisRecentes

Caso vire empresa, investidores podem quitar dívida do Botafogo em até cinco anos



Continue Lendo

Conselheiros do Vasco vão pedir explicação formal a Campello sobre recusa a novos sócios



Continue Lendo

Conselheiros do Palmeiras cobram diretor de futebol Alexandre Mattos



Continue Lendo