À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



A Justiça do Rio vai decidir se haverá nova eleição no Vasco. Crédito: Divulgação

No próximo dia 27, a Justiça do Rio de Janeiro definirá se haverá uma nova eleição presidencial no Vasco. A 17ª Câmara Cível do TJRJ decidirá se acatará, ou não, os recursos para o efeito suspensivo do último pleito, que elegeu Alexandre Campello.

E nesse sentido, os diversos grupos de oposição começaram a conversar sobre uma possível disputa eleitoral. Destacam-se dois grupos, até então: Identidade Vasco, de Roberto Monteiro, atual presidente do Conselho Deliberativo e a “Sempre Vasco”, de Julio Brant.

Os dois grupos que mais se destacam na política do Vasco, “Identidade Vasco” e “Sempre Vasco”, ainda não se manifestaram oficialmente sobre a possibilidade de nova eleição. Entretanto, nos bastidores de São Januário, as conversas se intensificaram nas últimas horas.

Outra frente que promete entrar forte na briga é a dos apoiadores de Eurico Miranda, falecido na semana passada. Como a De Prima antecipou, Silvio Godoi deve ser o centro de convergência de boa parte de membros da oposição à administração Campello. Apesar de ter apoiado a chapa do atual presidente, os nomes de José Luis Moreira e Fernando Horta, ainda não têm um caminho definido.



MaisRecentes

COB abre inscrições para cursos gratuitos oferecidos a gestores, treinadores e atletas



Continue Lendo

Diretor de futebol Alexandre Faria será o próximo a deixar o Vasco



Continue Lendo

Tecnologia brasileira é implantada em estádios da América do Sul



Continue Lendo