Alta rotatividade no Itumbiara gera questionamentos de jogadores



Crédito: Itumbiara Esporte Clube

O Itumbiara, clube que disputa a primeira divisão do Campeonato Goiano, tem vivido dias “incomuns”. Administrado pela empresa carioca “Soccer Stars” desde dezembro do ano passado, o clube tem se notabilizado pela alta rotatividade de jogadores. Só na última semana, foram dispensados mais de 20 atletas.

Um dos jogadores dispensados, o goleiro Luis Guilherme, afirmou que os dirigentes goianos não deram qualquer satisfação no momento das dispensas. Além, disso, segundo informações apuradas entre membros do grupo demitido, alguns atletas estavam lesionados, o que é proibido por lei trabalhista. Segundo Luis Guilherme, o elenco conta com apenas um goleiro apto a jogar, pois os outros dois, estão lesionados.

Álvaro Fernandes, diretor de Comunicação e Marketing do Itumbiara, rebateu todas as acusações e afirmou que, grande parte dos dispensados, estava em fase de avaliação, portanto não tinha vínculo com o clube. Sobre Luis Guilherme, o diretor afirmou que a dispensa se deu por opção do técnico Vitor Hugo.



MaisRecentes

Reunião do Conselho Deliberativo expõe disputa política no Vasco



Continue Lendo

Flamengo quer negociar, em definitivo, jogadores pouco aproveitados



Continue Lendo