Torcedores podem acionar Ministério Público contra Pedro Abad



Torcedores, de Vasco e Fluminense, poderão, nos próximos dias, acionar o Ministério Público do Rio de Janeiro contra Pedro Abad, presidente do Fluminense. Duas queixas serão apresentadas ao MP-RJ.

A primeira terá origem nas pessoas que não conseguiram assistir à final da Taça Guanabara, no Maracanã, no último domingo. Parte dos torcedores, mesmo com ingresso na mão, foi proibida de entrar no estádio. A outra queixa é de pessoas que se machucaram na confusão, criada do lado de fora, por causa dos portões do Maracanã que ficaram fechados até os 27 minutos do primeiro tempo.

A decisão da desembargadora Lucia Helena do Passo, foi motivada por um pedido feito pelo Fluminense para que os portões do Maracanã fosse fechados para a decisão da Taça Guanabara. Ao todo, 29 torcedores foram atendidos no departamento médico do Maracanã, e dois, foram encaminhadas ao hospital Souza Aguiar, no Centro da cidade.

Vários torcedores, de Vasco e de Fluminense, estão se unindo para ver qual é a melhor ação a se propor ao Ministério Público do Rio de Janeiro, contra Pedro Abad, presidente do Fluminense. Já há grupos de WhatsApp que discutem a abordagem.

Em um primeiro momento, serão duas ações propostas. Uma de perdas e danos físicos e morais. E uma outra ação que propõe responsabilizar o mandatário tricolor por incitação à violência. Abad, na última sexta-feira, pediu aos seus torcedores que “fossem à guerra”.

Além desse imbróglio na Justiça comum, segundo informou o site “UOL”, o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), vai denunciar Pedro Abad por causa das suas declarações antes da final.



MaisRecentes

Cancelamento de reunião que poderia punir Roberto Monteiro gera críticas a Campello



Continue Lendo

Entidade de administração promove evento sobre gestão esportiva



Continue Lendo

Evento em Paris vai debater questão do clube-empresa no futebol brasileiro



Continue Lendo