Câmara de vereadores do Rio de Janeiro aprova Lei de Incentivo ao Esporte



Cerimônia de encerramento da Rio 2016. Crédito: Divulgação

Com Jonas Moura

Casa das Olimpíadas de 2016, o Rio de Janeiro já sediou importantes eventos esportivos, mas até hoje, a cidade ainda não tem legislação que estimule pessoas físicas ou jurídicas a investir nos atletas cariocas. Nesta quarta-feira, os vereadores do Rio aprovaram em primeira discussão, o Projeto de Lei Municipal de Incentivo ao Esporte. De acordo
com o texto, é necessário criar uma cultura permanente de incentivo ao esporte municipal com investimentos diretos e vinculados, com critérios objetivos de controle e execução dos projetos.

A lei, de autoria do vereador Felipe Michel (PSDB), presidente da Comissão de Esportes e Lazer, e mais 30 vereadores, determina o limite de benefício de 3% da arrecadação do ISS e 10% do IPTU. De acordo com o texto, será criada também uma comissão de fiscalização e autorização de investimento direto.

“O Rio de Janeiro já foi palco das Olimpíadas, Copa do Mundo de Futebol, Jogos Panamericanos e Jogos Mundiais Militares. Possuímos estrutura física, acessibilidade, arenas e espaços esportivos modernos. Está tudo pronto. Incentivar o esporte é acabar ou diminuir a necessidade de se investir em saúde, pois evita problemas sérios como obesidade. Esporte é saúde, segurança, vida, futuro e inclusão social. Precisamos virar este jogo”, afirmou o autor do texto, e presidente da Comissão de Esporte e Lazer do Rio, o vereador Felipe Michel.

A tramitação agora inclui uma segunda votação na Casa, e logo depois, o projeto será enviado para a sanção do prefeito Marcelo Crivella.



MaisRecentes

Evento em Paris vai debater questão do clube-empresa no futebol brasileiro



Continue Lendo

Grupos políticos do Vasco pedem fim de gasto extra em viagens



Continue Lendo

Rubens Lopes, presidente da Ferj, vê problema em fluxo de pagamento de cotas de TV aos clubes



Continue Lendo