Câmara de vereadores do Rio de Janeiro aprova Lei de Incentivo ao Esporte



Cerimônia de encerramento da Rio 2016. Crédito: Divulgação

Com Jonas Moura

Casa das Olimpíadas de 2016, o Rio de Janeiro já sediou importantes eventos esportivos, mas até hoje, a cidade ainda não tem legislação que estimule pessoas físicas ou jurídicas a investir nos atletas cariocas. Nesta quarta-feira, os vereadores do Rio aprovaram em primeira discussão, o Projeto de Lei Municipal de Incentivo ao Esporte. De acordo
com o texto, é necessário criar uma cultura permanente de incentivo ao esporte municipal com investimentos diretos e vinculados, com critérios objetivos de controle e execução dos projetos.

A lei, de autoria do vereador Felipe Michel (PSDB), presidente da Comissão de Esportes e Lazer, e mais 30 vereadores, determina o limite de benefício de 3% da arrecadação do ISS e 10% do IPTU. De acordo com o texto, será criada também uma comissão de fiscalização e autorização de investimento direto.

“O Rio de Janeiro já foi palco das Olimpíadas, Copa do Mundo de Futebol, Jogos Panamericanos e Jogos Mundiais Militares. Possuímos estrutura física, acessibilidade, arenas e espaços esportivos modernos. Está tudo pronto. Incentivar o esporte é acabar ou diminuir a necessidade de se investir em saúde, pois evita problemas sérios como obesidade. Esporte é saúde, segurança, vida, futuro e inclusão social. Precisamos virar este jogo”, afirmou o autor do texto, e presidente da Comissão de Esporte e Lazer do Rio, o vereador Felipe Michel.

A tramitação agora inclui uma segunda votação na Casa, e logo depois, o projeto será enviado para a sanção do prefeito Marcelo Crivella.



MaisRecentes

Volta Redonda é o único clube do RJ a não publicar balancete. Dirigente promete números nesta quinta-feira



Continue Lendo

Ricardo Rocha lança canal de análises e entrevistas no YouTube



Continue Lendo

Dirigente tem a missão de transformar a Inter de Limeira em clube-empresa



Continue Lendo