Após repercussão negativa, Vasco desiste de ação contra a base do futsal



Carlos Brazil, responsável pelas categorias de base do Vasco, teve de intervir na questão do futsal. Crédito: Paulo Fernandes/vasco.com.br

Na última sexta-feira, uma ação da diretoria do Vasco quase causou um problema sério em São Januário. Atuais campeões estaduais de futsal, os meninos da categoria sub-15 e os atletas da categoria sub-17, foram comunicados que não disputariam mais o campeonato deste ano, que já teve o seu início.

Revoltados, os pais e responsáveis pelos jogadores reagiram a decisão e chegaram a preparar uma manifestação. Além disso, segundo o regulamento da Federação de Futsal do Estado do Rio de Janeiro, quem abandonar uma competição em andamento ou pedir o cancelamento de sua participação, é punido com suspensão de dois anos em todas as categorias.

Com isso, a atitude precisou ser revista, para não criar problemas para o clube. Carlos Brazil, responsável pelas categorias de base do Vasco, procurou os pais dos atletas e remediou a situação. O dirigente avisou que nada mudará.



MaisRecentes

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo

Mesmo debilitado, Eurico Miranda mostra sua força na política do Vasco



Continue Lendo

Apesar de decisão da Justiça, clubes apoiam Caboclo na CBF



Continue Lendo