Após repercussão negativa, Vasco desiste de ação contra a base do futsal



Carlos Brazil, responsável pelas categorias de base do Vasco, teve de intervir na questão do futsal. Crédito: Paulo Fernandes/vasco.com.br

Na última sexta-feira, uma ação da diretoria do Vasco quase causou um problema sério em São Januário. Atuais campeões estaduais de futsal, os meninos da categoria sub-15 e os atletas da categoria sub-17, foram comunicados que não disputariam mais o campeonato deste ano, que já teve o seu início.

Revoltados, os pais e responsáveis pelos jogadores reagiram a decisão e chegaram a preparar uma manifestação. Além disso, segundo o regulamento da Federação de Futsal do Estado do Rio de Janeiro, quem abandonar uma competição em andamento ou pedir o cancelamento de sua participação, é punido com suspensão de dois anos em todas as categorias.

Com isso, a atitude precisou ser revista, para não criar problemas para o clube. Carlos Brazil, responsável pelas categorias de base do Vasco, procurou os pais dos atletas e remediou a situação. O dirigente avisou que nada mudará.



MaisRecentes

Dentista explica que assimetria facial pode deixar atletas sujeitos a lesões



Continue Lendo

Paris Saint-Germain (FRA) fará ação social na favela da Rocinha



Continue Lendo

Árbitros Fifa do Rio de Janeiro alcançam as maiores notas nos testes teóricos



Continue Lendo