Vasco sofre mais uma derrota em ação movida pelo Espetto Carioca



O Vasco, do presidente Alexandre Campello, e a empresa de alimentos Espetto Carioca, travam disputa judicial. Crédito: LANCE!

O desembargador Bernardo Moreira Garcez Neto, do Tribunal Regional negou, na última sexta -feira, o pedido de suspensão de arresto cautelar de mais de R$ 1 milhão, na conta do Vasco, dada pela Juíza Leticia D’ Aiuto de Moraes Ferreira Michelli, da 28ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. O bloqueio do valor é referente a uma disputa judicial entre o clube e a empresa de alimentos Espetto Carioca.

Segundo o desembargador, o arresto foi deferido com base nas provas dos autos. Os valores cobrados pela empresa são referente ao fornecimento de alimentos para funcionários e jogadores do clube.

Segundo informações do Espetto Carioca, a empresa trabalhou por três meses sem receber do Vasco. O próximo passo é discutir judicialmente os R$ 2,5 milhões de multa por quebra unilateral de contrato, pedidos pela empresa de alimentos.



MaisRecentes

Dentista explica que assimetria facial pode deixar atletas sujeitos a lesões



Continue Lendo

Paris Saint-Germain (FRA) fará ação social na favela da Rocinha



Continue Lendo

Árbitros Fifa do Rio de Janeiro alcançam as maiores notas nos testes teóricos



Continue Lendo