Em entrevista, técnico Milton Mendes fala de formação de atletas, Vasco e de Seleção Brasileira



O técnico Milton Mendes está em Portugal. O treinador brasileiro vai renovar a sua licença na UEFA. Crédito: LANCE!

O técnico Milton Mendes, que está morando em Portugal, deu uma entrevista ao blog da De Prima, nesta sexta-feira, e falou sobre alguns temas, como as diferenças nas categorias de base na Europa e no Brasil, sua passagem pelo Vasco da Gama, além de dar o seu palpite sobre a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia. O treinador brasileiro revelou que recebeu sondagens de clubes do primeiro e segundo escalões da futebol brasileiro. Porém, neste momento, ele está focado em renovar a sua licença UefaPro, que é o nível máximo para a formação de técnicos na Europa.

Para Milton Mendes, um dos problemas para os jogadores que atuam no Brasil, assimilarem a forma de jogo e os métodos de treinamento da Europa, vêm da base.

“Um ponto fundamental é a formação dos jovens. Se você não tiver uma base bem trabalhada, orientada, fica muito difícil ter sucesso na equipe principal. Na Europa, essa orientação é mais intensa. Veja o caso da Islândia. A seleção foi muito bem na última Eurocopa, e isso mostra como o trabalho coletivo é essencial. Eles fizeram sucesso na competição demonstrando disciplina tática. E esse foi um trabalho que começou na base” explicou Milton, que traçou uma comparação com a Seleção Brasileira.

“Os 11 titulares do Brasil jogam no exterior, e já possuem essa mentalidade. Além disso, a Seleção tem um treinador que prioriza a parte tática. Por isso, acredito que o Brasil é um grande favorito para conquistar a Copa do Mundo. Outras seleções estão muito fortes, mas nós temos mais condições de vencer” apostou o técnico.

Milton também falou sobre a sua passagem pelo Vasco. O treinador ficou de março a agosto de 2017 no comando da equipe cruz-maltina e, no período, buscou aplicar os métodos aprendidos no Velho Continente.

“Toda mudança gera um certo desconforto, há sempre o período de adaptação. Tive bons momentos no Vasco e quando olho para trás sinto satisfação. Vejo garotos como o Paulinho, o Mateus Vital, Douglas Luiz, todos jogadores que se valorizaram. Isso me dá muita satisfação” contou Milton Mendes.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo