Em entrevista, técnico Milton Mendes fala de formação de atletas, Vasco e de Seleção Brasileira



O técnico Milton Mendes está em Portugal. O treinador brasileiro vai renovar a sua licença na UEFA. Crédito: LANCE!

O técnico Milton Mendes, que está morando em Portugal, deu uma entrevista ao blog da De Prima, nesta sexta-feira, e falou sobre alguns temas, como as diferenças nas categorias de base na Europa e no Brasil, sua passagem pelo Vasco da Gama, além de dar o seu palpite sobre a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia. O treinador brasileiro revelou que recebeu sondagens de clubes do primeiro e segundo escalões da futebol brasileiro. Porém, neste momento, ele está focado em renovar a sua licença UefaPro, que é o nível máximo para a formação de técnicos na Europa.

Para Milton Mendes, um dos problemas para os jogadores que atuam no Brasil, assimilarem a forma de jogo e os métodos de treinamento da Europa, vêm da base.

“Um ponto fundamental é a formação dos jovens. Se você não tiver uma base bem trabalhada, orientada, fica muito difícil ter sucesso na equipe principal. Na Europa, essa orientação é mais intensa. Veja o caso da Islândia. A seleção foi muito bem na última Eurocopa, e isso mostra como o trabalho coletivo é essencial. Eles fizeram sucesso na competição demonstrando disciplina tática. E esse foi um trabalho que começou na base” explicou Milton, que traçou uma comparação com a Seleção Brasileira.

“Os 11 titulares do Brasil jogam no exterior, e já possuem essa mentalidade. Além disso, a Seleção tem um treinador que prioriza a parte tática. Por isso, acredito que o Brasil é um grande favorito para conquistar a Copa do Mundo. Outras seleções estão muito fortes, mas nós temos mais condições de vencer” apostou o técnico.

Milton também falou sobre a sua passagem pelo Vasco. O treinador ficou de março a agosto de 2017 no comando da equipe cruz-maltina e, no período, buscou aplicar os métodos aprendidos no Velho Continente.

“Toda mudança gera um certo desconforto, há sempre o período de adaptação. Tive bons momentos no Vasco e quando olho para trás sinto satisfação. Vejo garotos como o Paulinho, o Mateus Vital, Douglas Luiz, todos jogadores que se valorizaram. Isso me dá muita satisfação” contou Milton Mendes.



MaisRecentes

Dentista explica que assimetria facial pode deixar atletas sujeitos a lesões



Continue Lendo

Paris Saint-Germain (FRA) fará ação social na favela da Rocinha



Continue Lendo

Árbitros Fifa do Rio de Janeiro alcançam as maiores notas nos testes teóricos



Continue Lendo