Vereadores adiam votação sobre destombamento do Everest



O campo do Everest está no meio de uma guerra de especulação imobiliária. Crédito: LANCE!

Com Jonas Moura e Marcello Neves

A Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro adiou mais uma vez, agora para a próxima quarta-feira, a votação que aconteceria nesta quinta-feira, para definir sobre o destombamento ou não do campo do clube Everest, em Inhaúma. Ele é protegido pela Lei Municipal 3372/02, do deputado federal Otavio Leite (PSDB), mas o prefeito Marcelo Crivella (PRB) pretende utilizar o terreno para a construção de prédios do Minha Casa Minha Vida, conforme promessa para a população da comunidade Parque Everest.

O grupo que defende a manutenção do campo, com apoio de astros como Zico, apresentou locais alternativos onde a prefeitura poderia erguer as moradias, mas Crivella, representado pelo vereador Jairinho (MDB), defende que o clube é que deve mudar de localização. O Everest tem um dos poucos campos com gramado natural do subúrbio.

Seus defensores alegam que não há espaço com as mesmas dimensões na cidade.

“Há uma divisão na casa. O clube tem 65 anos. Não concordo com a demolição. Não se pode acabar com os centros de esporte da cidade. Esporte é social”, defendeu o vereador Felipe Michel (PSDB).



MaisRecentes

Liberada a construção de prédios no terreno do clube Everest



Continue Lendo

Instabilidade política do Vasco garante Alberto Valentim no comando



Continue Lendo

Sem apoio político, Pedro Abad perde força no Fluminense



Continue Lendo