Pelaipe ouve colega Paulo Angioni e não abandonará mais o seu cargo



Diretor de futebol do Vasco, Paulo Pelaipe não gostou da postura do colega Rodrigo Caetano. Crédito: Lance!

Nos últimos dias, o diretor de futebol do Vasco, Paulo Pelaipe, tomou uma decisão radical por causa de um descontentamento com Rodrigo Caetano. Bastante incomodado com a postura do colega de profissão, sobre uma possível negociação com o clube cruz-maltino, Pelaipe abriu mão do cargo de diretor relator do Conselho Fiscal da Associação Brasileira de Executivos de Futebol (Abex), da qual Caetano é ex-presidente e atual diretor presidente do Conselho Fiscal.

Porém, uma figura muito conhecida no futebol, usou toda a sua sabedoria e inteligência e interveio na situação. Paulo Angioni, que, em outras épocas, ocupou o cargo de gerente de futebol do Vasco, conversou com Paulo Pelaipe e pediu que ele não deixasse a Abex. Angioni explicou que a presença do diretor de futebol vascaíno na Abex era imprescindível. Desta forma, Pelaipe o ouviu e resolveu permanecer.



MaisRecentes

Caso vire empresa, investidores podem quitar dívida do Botafogo em até cinco anos



Continue Lendo

Conselheiros do Vasco vão pedir explicação formal a Campello sobre recusa a novos sócios



Continue Lendo

Conselheiros do Palmeiras cobram diretor de futebol Alexandre Mattos



Continue Lendo