Caso ‘HD do Vasco’ é o motivo dos ataques ao presidente Alexandre Campello



A eleição do Vasco aconteceu em novembro do ano passado. Crédito: Reprodução/Internet

Desde o ano passado, uma batalha jurídica envolve o caso “HD do Vasco”. Dentro da sua memória, há dados relativos ao quadro de sócios do clube e tudo o que foi feito em relação à última eleição. Como o presidente cruz-maltino Alexandre Campello foi favorável a abertuda da “caixa-preta”, teve gente que ficou a perigo. Desde então, para manter o sigilo do HD, está sendo feita uma campanha para derrubar a atual administração e “delimitar as atuais investigações”. Qualquer semelhança não é mera coincidência com Brasília.

Celeridade ou morosidade?

A situação depende da Justiça, que tem completa autonomia no caso “HD”. Porém, se quem estiver no comando do clube não tiver interesse que o caso prossiga, poderá se utilizar dos infindáveis recursos protelatórios. Não tem sido o caso de Campello, neste exato momento do atual cenário político. Este fato, tem atormentado os seus antecessores.

A gota d’água

O ato que determinou o ataque em massa ao presidente vascaíno, foi a demissão de cinco funcionários que trabalhavam na secretaria do clube e do afastamento do chefe do setor do CPD, Sérgio Murilo Paranhos. Serginho, como é conhecido, é dirigente sindical e tem estabilidade temporária. Ele foi indiciado por falsidade ideológica e estelionato. Como todo funcionário, Serginho recebe ordens. Só as investigações do HD poderão dizer quem o ordenou,



MaisRecentes

Gestão de associação coloca clubes de Santa Catarina na vanguarda do futebol



Continue Lendo

Internet e canais de filmes podem transmitir jogos do Brasileirão a partir de 2019



Continue Lendo

Zagueiro Igor Rabello pode deixar o Botafogo e se transferir para a Itália



Continue Lendo