Sem resposta do Vasco, advogado pede explicações ao Bayer Leverkusen



O atacante Paulinho foi vendido para o Bayer Leverkusen, da Alemanha. Crédito: Reprodução

Os detalhes do contrato da negociação do jovem atacante Paulinho para o Bayer Leverkusen, da Alemanha, continua despertando a curiosidade de muitos no Vasco. Esse assunto foi, inclusive, tema da coletiva de imprensa dos 13 vice-presidentes, na última segunda-feira, que deixaram a administração de Alexandre Campello.

Ontem, o presidente cruz-maltino falou sobre esse assunto e outros mais. Porém, há algumas semanas, o advogado Luiz Roberto Leven Siano escreveu uma carta à direção na tentativa de entender a negociação do atacante. Porém, essa carta sequer foi aceita pela secretaria do clube.

Leven Siano, então, resolveu ir até a outra ponta da negociação e escreveu outras duas cartas: uma para a Fifa e a outra para o Bayer Leverkusen, pedindo explicações sobre a transação. O advogado agora aguarda a resposta.

“Estou aguardando um posicionamento dessas entidades. A Fifa e CBF têm um programa de “compliance”, que preza pela transparência e pelas ações éticas” disse.



MaisRecentes

Gestão de associação coloca clubes de Santa Catarina na vanguarda do futebol



Continue Lendo

Internet e canais de filmes podem transmitir jogos do Brasileirão a partir de 2019



Continue Lendo

Zagueiro Igor Rabello pode deixar o Botafogo e se transferir para a Itália



Continue Lendo