Presidência da Primeira Liga fica com o América-MG; vice é do Paraná



Clubes integrantes da Primeira Liga decidiram nesta sexta-feira, em uma assembleia realizada em Belo Horizonte, qual será a nova administração do bloco pelos próximos dois anos. O eleito por aclamação, já que houve só uma candidatura, foi Marcus Salum, que faz parte do conselho de administração do América-MG. Como vice, o escolhido foi Leonardo Oliveira, do Paraná.

Havia expectativa de discussão de calendário e modelo da competição para 2018, mas como o quórum da reunião foi baixo, os representantes presentes decidiram adiar a decisão para o começo do ano que vem.

Dos 16 membros da Primeira Liga, oito estavam representados. E, destes oito, um era Gilvan Tavares, que está se despedindo do Cruzeiro. Clubes de peso, como Atlético-MG, Grêmio e Internacional, não enviaram representantes. E isso reforçou o argumento de adiamento da discussão sobre o calendário. Fato é que uma das possibilidades é a realização da Primeira Liga no período da Copa do Mundo.



MaisRecentes

Rodrigo Caetano surge como opção caso Alexandre Mattos deixe o Palmeiras



Continue Lendo

Caso vire empresa, investidores podem quitar dívida do Botafogo em até cinco anos



Continue Lendo

Conselheiros do Vasco vão pedir explicação formal a Campello sobre recusa a novos sócios



Continue Lendo