‘Pré-aprovada’, final única da Libertadores tem aval para avançar na Conmebol



Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: Divulgação)

A reunião do Conselho da Conmebol que aconteceu nesta terça-feira, em Assunção, significou um passo importante para a implementação da final única na Copa Libertadores, a partir de 2019. Os dirigentes sul-americanos deixaram o encontro com o discurso de que a alteração no regulamento está “pré-aprovada”.

No entanto, há um “senão”: os cartolas esperam o recebimento de estudos para selarem a decisão de copiarem a Liga dos Campeões da Europa em mais esse quesito. A tendência é que a situação se resolva de forma definitiva na próxima reunião do conselho, prevista para fevereiro.

O encontro desta terça-feira, às vésperas do sorteio de Libertadores e Sul-Americana, teve uma apresentação conduzida pelo diretor comercial da Conmebol, o brasileiro Marcos Senna. Ele esteve acompanhando de executivos de uma agência parceira da entidade. Na ocasião, foram pontuados pontos a favor e contra a final única.

Para fortalecer a ideia de que é possível implantar a medida, foi citado na reunião o quanto os torcedores sul-americanos se engajam e se deslocam para acompanharem, in loco, eventos ligados ao futebol, como a Copa do Mundo.

Outro argumento que veio à tona foi a presença constante de clubes de massa nas finais, algo capaz de mobilizar torcedores, ainda que seja em curto espaço de tempo entre a semifinal e final.

Isso foi citado ainda diante do reconhecimento de que é preciso avançar em uma espécie de plano B para garantir a ocupação do estádio. E aí entrariam também os patrocinadores, fazendo ações promocionais e eventos na cidade-sede para atrair interesse. Exemplos da Liga dos Campeões, Super Bowl e outras grandes decisões são inspiração.

O presidente Alejandro Domínguez é defensor da ideia de final única. A CBF, representada no Conselho da Conmebol por Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista, já se convenceu sobre o “sim” ao avanço do projeto. E, a não ser que dê zebra, a principal competição do continente terá mudança em 2019, ano justamente em que o novo contrato de TV entrará em vigor.



  • deny junier

    Só não pode mandar a final para o Maracanã, caso contrário, os marginais do flaw3rdv vão arrebentar tudo, pois o time deles não estará na final.

    Aliás, talvez, só pelos idos de 2070 é que o flaw3rdv deverá obter o seu segundo título da Libertadores.

    Depois dos times Brasileiros se cansarem de vencer a competição é que o flaw3rdv vai engatinhar nisso. KKKKKKKKKKKK

    SRN!

    • Mauro Sergio Gomes

      Imagina uma final São Paulo e Boca na Colômbia, Corinthians e River no Chile, Flamego e Colo Colo na Argentina ridículo, Na Europa a Logística ajuda e o Estádios amassam os Sul-americanos.

  • LUIZÃO

    Burrada burrada burrada! Champion é Championship, seus malucos. Na Europa, vc pega um trem lindo, numa estação organizada e vai pro jogo em qualquer outro país, tomando cerveja com os amigos e em total segurança… Já na América do Sul… Imaginem uma final de libertadores entre Brasil e Argentina com o Jogo no Chile. Pra começo de conversa, já são poucos e caros vôos, que vão encarecer ainda mais por conta da demanda do jogo. Estrada, nem pensar. Trem, não tem… E aí??
    Esses caras estão AFUNDANDO o futebol com roubalheira e burrice.

  • Adilson Gomes

    Liga dos Campeões? Super Bowl? Olha a dimensão das comparações! Querer um formato de torneios Europeus é fiasco. Vai dar prejuízo ao time visitante e com mídia. Comparar com futebol americano? Vocês tem certeza que sabem o que é libertadores? Final única é acabar com a tradição, com espetáculo. Vocês já metem a mão em muito dinheiro e nunca está bom. Já fizeram final com times do mesmo país. Parem de palhaçada! Porra. Deixem pessoas especializadas tratarem disso e se aposentem. Seus bostas.

  • Willians

    Calma galera!!! Nada de pessimismo!!
    A CONMEBOL já tem tudo organizado.
    Fechou acordos com a Supervia, BarcasSA, Rioônibus e com a nova frota da LaMia com passagens aéreas com preços baixos pois ela economiza no combustível.
    E todos os jogos terá a segurança organizada pela As FARC.
    Viram só!! O futuro está chegando na América Latrina.

MaisRecentes

Conmebol anunciará veredito do Flamengo na segunda semana de janeiro



Continue Lendo

Presidência da Primeira Liga fica com o América-MG; vice é do Paraná



Continue Lendo

Botafogo recupera certificado de clube formador da CBF



Continue Lendo