Conmebol aguarda estudo com prós e contras da final única na Libertadores



Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: Divulgação)

As discussões sobre a adoção ou não de uma final única na Libertadores passam pela espera do resultado de um estudo feito por uma empresa contratada pela Conmebol para analisar os prós e os contras da medida na principal competição de clubes da América do Sul.

Os membros do Conselho da entidade, que inclusive se reúnem nesta terça-feira, em Assunção, na véspera do sorteio da Libertadores, estão debatendo periodicamente o assunto. Mas já está certo que, para 2018, os dois jogos na decisão estão mantidos. Ou seja, uma eventual aprovação só teria efeito a partir de 2019. Não há unanimidade no Conselho da Conmebol sobre o assunto final única. Mas o presidente Alejandro Domínguez é um dos defensores da ideia.



MaisRecentes

Rodrigo Caetano está por detalhes para fechar com o Internacional



Continue Lendo

Rio de Janeiro sediará final mundial de eSports em novembro. São esperadas 25 mil pessoas



Continue Lendo

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo