Ideia de biometria em setor de organizadas não entra em regulamento da CBF



Ficou parada no tempo a ideia discutida dois meses atrás entre a CBF e a procuradoria-geral do STJD de determinar que os clubes apontassem um local fixo para as torcidas organizadas e que esse espaço tivesse controle biométrico. A proposta visava à inclusão do dispositivo no Regulamento Geral de Competição de 2018, mas a causa não andou. Quem estava envolvido no processo citou a burocracia e a falta de tempo para debater melhor a questão. O regulamento foi publicado em 30 de novembro.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo