Novo auxiliar do Palmeiras: Apoio de Dunga e passado com Roger



Foto: Igor Siqueira

Para assumir a função de auxiliar técnico do Palmeiras, Andrey Lopes precisou interromper a relação de trabalho que tinha com Dunga. Eles trabalharam juntos na Seleção Brasileira e no Internacional. Desde a demissão da CBF após a Copa América-2016, Andrey estava sem trabalhar, mas aceitou o convite do Verdão. Mas não sem receber um “vai lá” do capitão do tetra. ”Ele sempre me escutou. Falei com o Dunga que era uma oportunidade boa e ele me apoiou”, contou Andrey à De Prima.

No período de um ano e meio que ficou sem trabalhar, Andrey diz não ter ficado parado. “Eu fiz muita coisa. Terminei a licença A da CBF, viajei, visitei clubes. O profissional tem que se atualizar, ficar por dentro do que acontece”, disse ele, citando ainda que sondagens para retomar a parceria com Dunga aconteceram, mas nada se concretizou. “Teve muita coisa, mas não encaixou”.

O contato com o atual técnico do Palmeiras, Roger Machado, vem dos tempos de Grêmio. Andrey garante que há sinergia quando o assunto é futebol. “Eu trabalhei com o Roger no Grêmio, pensamos de forma parecida. É mais fácil. Sendo ele o treinador do Palmeiras, facilitou o acerto, apesar de o convite não ter sido dele”, contou o auxiliar, chamado após contato do gerente de futebol Cícero Souza. E haverá voo solo, como treinador, no futuro? Andrey evita pensar muito longe: “Tenho que pensar no momento, dar meu melhor para o Roger e o Palmeiras”.



MaisRecentes

Liberada a construção de prédios no terreno do clube Everest



Continue Lendo

Instabilidade política do Vasco garante Alberto Valentim no comando



Continue Lendo

Sem apoio político, Pedro Abad perde força no Fluminense



Continue Lendo