Novo auxiliar do Palmeiras: Apoio de Dunga e passado com Roger



Foto: Igor Siqueira

Para assumir a função de auxiliar técnico do Palmeiras, Andrey Lopes precisou interromper a relação de trabalho que tinha com Dunga. Eles trabalharam juntos na Seleção Brasileira e no Internacional. Desde a demissão da CBF após a Copa América-2016, Andrey estava sem trabalhar, mas aceitou o convite do Verdão. Mas não sem receber um “vai lá” do capitão do tetra. ”Ele sempre me escutou. Falei com o Dunga que era uma oportunidade boa e ele me apoiou”, contou Andrey à De Prima.

No período de um ano e meio que ficou sem trabalhar, Andrey diz não ter ficado parado. “Eu fiz muita coisa. Terminei a licença A da CBF, viajei, visitei clubes. O profissional tem que se atualizar, ficar por dentro do que acontece”, disse ele, citando ainda que sondagens para retomar a parceria com Dunga aconteceram, mas nada se concretizou. “Teve muita coisa, mas não encaixou”.

O contato com o atual técnico do Palmeiras, Roger Machado, vem dos tempos de Grêmio. Andrey garante que há sinergia quando o assunto é futebol. “Eu trabalhei com o Roger no Grêmio, pensamos de forma parecida. É mais fácil. Sendo ele o treinador do Palmeiras, facilitou o acerto, apesar de o convite não ter sido dele”, contou o auxiliar, chamado após contato do gerente de futebol Cícero Souza. E haverá voo solo, como treinador, no futuro? Andrey evita pensar muito longe: “Tenho que pensar no momento, dar meu melhor para o Roger e o Palmeiras”.



MaisRecentes

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo

Investimento milionário na Granja Comary incomoda dirigentes de clubes da Série A



Continue Lendo

Cargos de vice-presidentes têm gerado desconforto entre grupos políticos no Vasco



Continue Lendo