Conselho do Flamengo arquiva processo contra Kleber Leite por dívida dos anos 1990



Dívida do Flamengo tem origem no mandato de Kleber Leite, na década de 90

O ex-presidente do Flamengo, Kleber Leite, viu virar fumaça um processo administrativo no Flamengo que poderia lhe render punição por atos de improbidade administrativa por causa do negócio que envolveu o Consórcio Plaza e gerou uma dívida na casa de R$ 61 milhões.

O Conselho de Administração rubro-negro decidiu na noite desta terça-feira, pelo placar de 41 a 28, arquivar o caso. A votação foi secreta. Kleber Leite escapou do procedimento disciplinar mesmo diante da posição contrária do grupo SóFLA, do qual faz parte o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

A dívida, que passou anos sem ser reconhecida, surgiu em 1996, quando o Flamengo recebeu R$ 6 milhões do consórcio, que arrendaria a Gávea por 25 anos e lá construiria um shopping. A bola de neve cresceu, alcançando R$ 90 milhões. Após acordo, o Fla pagou R$ 61 milhões ao grupo Multiplan, do Consórcio Plaza.



MaisRecentes

Pretenso patrocinador do Vasco já foi punido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM)



Continue Lendo

Mesmo com prêmio milionário, caso conquiste a Copa do Brasil, Cruzeiro deve fechar o ano no vermelho



Continue Lendo

Liberada a construção de prédios no terreno do clube Everest



Continue Lendo