Flamengo mantém conversas com a Prefeitura para ‘salvar’ terreno para estádio



O Flamengo já teve pelo menos três reuniões com a Prefeitura do Rio para tentar traçar uma solução junto à concessionária Ecoponte e evitar a inviabilização do projeto do estádio no terreno da Avenida Brasil. É que está prevista a construção no local de um acesso viário entre a Ponte Rio-Niterói e a Linha Vermelha. O vice de patrimônio do Fla, Alexandre Wrobel, entende que a questão “é possível de ser resolvida”. A previsão é que um parecer do clube sobre o terreno se dê em meados de dezembro.

Morro da Viúva

Por falar nos projetos de patrimônio do Flamengo, está agendada para o dia 11 de dezembro a próxima reunião do Conselho Deliberativo, na qual será colocada em votação a venda do prédio do Morro da Viúva. O encontro passado não teve quórum e, portanto, a questão não foi apreciada. A liberação da venda é crucial para avanço nas obras do Ninho do Urubu. Os recursos serão usados na próxima fase de ampliação do local, mas, enquanto a verba do Morro da Viúva não vier, a entrada da empresa vencedora da concorrência para realizar o serviço fica congelada.

Se não houver quórum no dia 11, o cronograma de obras será afetado. Esse “sumiço” de conselheiros em uma reunião com pauta importante é um sinal claro (interpretado por situação e oposição) da perda de força política da gestão atual, gerada pelo momento conturbado no futebol.



MaisRecentes

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo

Investimento milionário na Granja Comary incomoda dirigentes de clubes da Série A



Continue Lendo

Cargos de vice-presidentes têm gerado desconforto entre grupos políticos no Vasco



Continue Lendo