Daronco leva ‘chamada’ após pênalti mal marcado, mas segue com moral na CBF



Anderson Daronco (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Mesmo com o erro clamoroso no jogo entre Coritiba e São Paulo, quando validou um pênalti ao ver toque de mão do jogador errado, o árbitro Anderson Daronco (Fifa-RS) continua com moral na CBF. A frase do Coronel Marinho, presidente da comissão de arbitragem, é que o gaúcho tem “mais créditos do que débitos”.

A coluna apurou que a equipe que atuou no jogo foi chamada a atenção, mas não vai para a “geladeira”. O sorteio de árbitros para a última rodada da Série A será amanhã e hoje haverá definição dos participantes.

A equipe de arbitragem liderada por Daronco viu mão de Edmar, do São Paulo, em uma jogada que, na verdade, o toque foi feito por Tiago Real, do Coritiba. O pênalti foi marcado após o árbitro consultar tanto o assistente atrás do gol quanto o bandeirinha.

Pelo que foi relatado à comissão de arbitragem e apurado pela De Prima, o adicional inicialmente teve a impressão de que a bola tinha batido na mão do atacante (como de fato ocorreu), mas perdeu a convicção quando Daronco falou “para mim, foi pênalti” logo de cara.



MaisRecentes

Benemérito do Vasco reclama de obstrução da secretaria para regularizar sócio



Continue Lendo

Vasco fecha com novo patrocinador até o final da temporada



Continue Lendo

Tour da Arena Corinthians já recebeu mais de 100 mil visitantes



Continue Lendo