Jogador do Flamengo chegou a fugir de exame de doping, mas ganhou nova chance



Os funcionários da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) tiveram uma situação inusitada quando fizeram um teste no Flamengo. Um dos atletas fugiu no dia marcado para que as amostras de urina fossem colhidas, segundo relatado. E não se tratou de Paolo Guerrero, diga-se.

A ABCD deu mais uma chance, no dia seguinte, para que este “fujão” passasse pelo exame antidoping, sob risco de abertura de processo disciplinar em caso de ausência. Mas o jogador em questão, cujo nome é mantido sob sigilo, apareceu na segunda chance que teve. O resultado do exame? Negativo.

O fato foi contato no Encontro Nacional de Editores, Colunistas, Repórteres e Blogueiros (ENECOB). Está gravado.

Em nota enviada à coluna, o Flamengo se posicionou:

“O Clube de Regatas do Flamengo repudia as informações publicadas na “De Prima” em relação a um exame antidoping realizado no Ninho do Urubu. Ao contrário do que supostamente foi dito por Luiz Giacomini, Secretario da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), nenhum atleta se negou a realizar o procedimento”.



MaisRecentes

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo

Investimento milionário na Granja Comary incomoda dirigentes de clubes da Série A



Continue Lendo

Cargos de vice-presidentes têm gerado desconforto entre grupos políticos no Vasco



Continue Lendo