Candidato da oposição critica postura do Santos com Levir, mas nega torcida contra



José Carlos Peres (Foto: Reprodução)

Um dos opositores a Modesto Roma na corrida presidencial do Santos, José Carlos Peres não poupou críticas à atual gestão por causa da condução da situação do técnico Levir Culpi. Além de enxergar “falta de cuidado com a comunicação institucional”, Peres entende que a demissão “sugere ao menos que não se sabia o que estava se fazendo no momento da contratação”.

Se for eleito, Peres não defende a permanência de Elano à frente da equipe principal: “Teremos um treinador com mais experiência”, disse ele, ressaltando que vê potencial no ex-meia do Peixe, mas uma efetivação futura se condicionaria a “aprendizado e maturação”.

Por fim, o candidato santista tratou como “sem o mínimo” de sentido o questionamento feito pela coluna se a oposição torce pelo fracasso do time em troca de força política na eleição. “Nossa torcida é voltada para o êxito. Antes de mais nada somos torcedores, além do que é importantíssimo que o time esteja na Libertadores e, se Deus quiser, campeão para um melhor planejamento a partir de 2018”, finalizou.

Neste sábado, a chapa de José Carlos Peres e Orlando Rollo inaugura o Comitê II, perto da Vila Belmiro.



MaisRecentes

Na torcida por Cristiano Ronaldo, atacante João Carlos estará no banco do Flu neste sábado



Continue Lendo

Bioquímico que defendeu Guerrero pede que processos não sejam “inquisição moderna”



Continue Lendo

Palmeiras pode receber proposta pelo lateral Victor Luis



Continue Lendo