CBF e Globo ficam perto de assinatura de contrato pelos direitos da Seleção até 2022



Lucas Figueiredo/CBF

A CBF já se acertou com a Globo, mas até esta quinta-feira não tinha assinado contrato para transmissão dos jogos da Seleção Brasileira no ciclo até a Copa de 2022.

Entidade e emissora buscaram o acerto – não só para os amistosos de novembro, mas também para o período até a Copa do Qatar, como informou o UOL – após o insucesso da venda do pacote principal dos direitos da Seleção no processo de concorrência conduzido pela entidade.

O contrato anterior com a Globo para transmissão dos amistosos expirou em dezembro. A emissora ainda usufruiu do direito de passar os jogos pelas Eliminatórias, mas o ciclo se encerrou. A CBF tentou arrecadar alto com a licitação, mas o projeto não deu certo.

A CBF ouviu de emissoras algumas justificativas para a não apresentação de propostas. E isso, segundo a De Prima apurou, envolveu questões financeiras (preço alto) e técnicas (preocupação com o fato de a CBF passar a ser responsável pela geração das imagens).

Com esse desfecho, a agência Synergy não ganhou comissão no volume que gostaria.



MaisRecentes

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo

Investimento milionário na Granja Comary incomoda dirigentes de clubes da Série A



Continue Lendo

Cargos de vice-presidentes têm gerado desconforto entre grupos políticos no Vasco



Continue Lendo