Além da Copa Intercontinental, Fifa vai discutir legado da Copa-2014



A agenda do Conselho da Fifa, divulgada na sexta-feira passada, traz, além do item “reconhecimento do campeões da Copa Intercontinental” (tratada no Brasil como Mundial de Clubes), a discussão a respeito do programa de legado da Copa de 2014.

Sobre a Copa Intercontinental, a discussão vai abordar a equiparação ou não das conquistas ao torneio atual organizado pela Fifa. A discussão será na Índia, onde acontece o Mundial Sub-17, no dia 27 de outubro.

Em relação ao legado, a entidade precisa avançar na implantação do novo modelo de gestão do dinheiro em parceria com a CBF. A ideia é criar uma estrutura específica para gerir os projetos.

Vale lembrar que a verba do legado foi bloqueada quando as denúncias de corrupção invadiram a ficha dos recentes presidentes da CBF.



  • Raider Lopes Martins

    É preciso respeitar a história de todos os torneios que consideram-se Mundial de Clubes. Os de 1951 e 1952 independente do caráter amistoso, mas reuniram as principais forças da época. Os Intercontinentais são mundiais sim, por reunirem as principais potências mundiais da ocasião, enquanto que asiáticos, africanos e centro-americanos foram começar a ter seus torneios continentais já nos anos 60, enquanto que a Oceania começou em 1989 e embalou mesmo de 2004 em diante. Desprezar esses torneios só por que não eram selo-FIFA é absurdo. Por isso que o Mundial do Corinthians sempre foi alvo de críticas.

    Agora o que tem que acabar é essa de colocar o campeão do país sede no torneio. Isso funciona em Copa do Mundo, mas em Mundial de Clubes não. Qual a seriedade ter ter um Corinthians (2000), Raja (2013), Kashima Antlers (2016) sendo que não ganharam continentais na ocasião?

    Agora mundial de Clubes a cada 4 anos? Não vai prestar.

MaisRecentes

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo

Na Seleção, preferência para sorteio da Copa é estrear mais tarde



Continue Lendo