Copa América-2019: Impasse contratual aumenta atraso na organização



Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: Divulgação)

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol (Foto: Divulgação)

A expectativa da Conmebol era dar uma sinalização à CBF sobre os contratos de transmissão da Copa América-2019, que será no Brasil, por ocasião do jogo da Seleção Brasileira contra o Chile. Mas ainda não houve resolução na tentativa de acordos com Datisa e Globo. A proposta da Conmebol é invalidar contratos firmados pela antiga administração de Nicolás Leoz e firmar novos, com valores mais compatíveis com o mercado. Nova reunião sobre o assunto acontece ainda neste mês de outubro.

A organização da Copa América está atrasada por causa desse impasse financeiro. O preenchimento do organograma do comitê organizador não vai andar em quanto não for confirmado o orçamento para a competição. Essa incerteza também compromete a ideia de convidar seleções da Europa para a disputa de 2019 (a despedida dos anos ímpares, já que a partir de 2020 haverá coincidência com a Eurocopa).



MaisRecentes

Clube da China deve fazer proposta ao Palmeiras para contratar Deyverson



Continue Lendo

Bittencourt é o primeiro presidente do Fluminense a apresentar dirigentes da base em Xerém



Continue Lendo

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo