Fenapaf quer Série C com mesmo formato da Série A e faz mais demandas à CBF



A Fenapaf mandou cinco propostas à CBF para alterações no calendário do futebol brasileiro, o que incluiu pedidos em relação às fórmulas de disputa do Brasileirão. A entidade defende, por exemplo, que a Série C tenha o mesmo formato das Séries A e B.

Em relação à Série D, a entidade representativa dos atletas pede que seja modificado o regulamento para que 60% dos clubes não sejam eliminados logo no mês de junho.

Sobre temas trabalhistas, a Fenapaf solicitou que o jogador só apareça no BID, sistema da CBF que dá condição de jogo, se houver assinatura da carteira de trabalho do atleta em questão.

A lista se completa com o pedido para que seja obrigatório pelo menos 25 dias de pré-temporada, coisa que não acontecerá em 2018. Especificamente sobre o ano que vem, a Fenapaf conclui demandando uma mini “pré-temporada” durante a Copa do Mundo.



  • Raider Lopes Martins

    Sobre a mini-pré-temporada isso já existe graças ao calendário maluco que temos. No dia em que alguém olhar a lógica de colocar o calendário brasileiro igual ao europeu, aí teremos uma organização de férias e pré-temporada de forma decente.

    Sobre a Série C, ainda que seja o ideal pontos corridos mas há como seguir o modelo atual (modelo usado também na Espanha e na Itália a partir da terceira divisão), dois grupos. Mas sou defensor de ao invés 20, ao menos 24 ou 28 times na Série C e 96 times na Série D e calendário maior.

MaisRecentes

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo

Vasco convive com atrasos salariais, mas mantém ascensão no Brasileiro



Continue Lendo