Gabriel é denunciado no STJD por provocação obscena após gol do Corinthians



A procuradoria do STJD denunciou o volante Gabriel, do Corinthians, por causa da comemoração com gesto obsceno no empate com o São Paulo, domingo, no Morumbi. O jogador do Timão foi enquadrado, segundo documento que chegou ao Tribunal nesta terça-feira, no artigo 258-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A pena mínima é dois jogos que suspensão. Mas o gancho máximo é de seis partidas.

O pedido de desculpas do jogador, publicado em vídeo, não serviu de atenuante. Gabriel estava no banco de reservas e mesmo assim “roubou a cena” ao protagonizar o episódio no clássico.

O QUE DIZ O CBJD:

Art. 258-A. Provocar o público durante partida, prova ou equivalente.

PENA: suspensão de duas a seis partidas, provas ou equivalentes, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de quinze a cento e oitenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a este Código.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo