Preocupação com manipulação de resultados se espalha por países da América do Sul



Conmebol promoveu em junho workshop sobre integridade no futebol

O “vírus” benigno da preocupação com o monitoramento de sites de apostas para evitar manipulação de resultados está se espalhando de forma mais intensa pelo continente sul-americano. Apesar de, graças a um acordo firmado pela Conmebol, todas as primeiras divisões e copas nacionais já estarem sendo vigiadas, há conversas avançando para que acordos individuais, como o que foi firmado mês passado no Brasil, garantam monitoramento nas divisões que estão na base da pirâmide do futebol.

A Sportradar, empresa suíça que tem acordo com a Fifa e fechou contrato recente com a CBF, está nesta semana abrindo as conversas com as federações de Peru e Colômbia. A preocupação se deve pelo fato de as divisões inferiores serem alvos mais prováveis de aliciamento de jogadores porque os salários são menores.



MaisRecentes

‘Agressividade’ de Mattos no mercado rende brincadeiras nos bastidores



Continue Lendo

CBF planeja Seleção de Masters para 2018: projeto social e de imagem



Continue Lendo

CBF ‘absolve’ árbitro que não viu confusão Vizeu x Rhodolfo, mas STJD vai analisar



Continue Lendo