Preocupação com manipulação de resultados se espalha por países da América do Sul



Conmebol promoveu em junho workshop sobre integridade no futebol

O “vírus” benigno da preocupação com o monitoramento de sites de apostas para evitar manipulação de resultados está se espalhando de forma mais intensa pelo continente sul-americano. Apesar de, graças a um acordo firmado pela Conmebol, todas as primeiras divisões e copas nacionais já estarem sendo vigiadas, há conversas avançando para que acordos individuais, como o que foi firmado mês passado no Brasil, garantam monitoramento nas divisões que estão na base da pirâmide do futebol.

A Sportradar, empresa suíça que tem acordo com a Fifa e fechou contrato recente com a CBF, está nesta semana abrindo as conversas com as federações de Peru e Colômbia. A preocupação se deve pelo fato de as divisões inferiores serem alvos mais prováveis de aliciamento de jogadores porque os salários são menores.



MaisRecentes

Santos e FPF se unem em campanha por apoio ao futebol feminino no Brasil



Continue Lendo

Jogos da Série B1 do Carioca terão transmissão pela tv a cabo



Continue Lendo

Descumprimento de acordo judicial pode retirar o Vasco de Ato Trabalhista



Continue Lendo