Governo tenta levar Grand Prix e Liga Mundial ao Parque Olímpico



Paulo Márcio Dias Mello, presidente da AGLO (Foto: Francisco Medeiros/ME)

Paulo Márcio Dias Mello, presidente da AGLO (Foto: Francisco Medeiros/ME)

A Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) está na esperança de trazer para a Arena Carioca 1, no Parque Olímpico, a fase final do Grand Prix de Vôlei e da Liga Mundial do ano que vem. A autarquia conversa com a CBV sobre o assunto e se coloca à disposição.

No entanto, há um obstáculo – além da óbvia concorrência de outras cidades do país e do mundo: A Arena só tem 6,5 mil lugares. O desejo é contar com um equipamento que tenha, pelo menos, 10 mil. Resta a AGLO, se quiser continuar no páreo, buscar uma solução (ou convencimento) sem que haja um gasto para montagem de estrutura temporária.



  • Django

    Absurdo concentrar os eventos esportivos no Rio de Janeiro. A Lava-Jato deveria investigar isso. Já basta o superfaturamento do Pan e da Olimpíada.

MaisRecentes

Nabil aposta em apoio de ‘notáveis’ na eleição do Santos



Continue Lendo

Vitória de Mufarrej no Botafogo não significará troca de funcionários



Continue Lendo

Presidente do COB diz que entidade já mudou e pede: ‘Vejam com outros olhos’



Continue Lendo