Flamengo ainda não abandona ideia de estádio na Gávea, mesmo com terreno na Av. Brasil



Bandeira assinou protocolo de intenção de construção do estádio acústico (Foto: Staff Images)

Bandeira assinou protocolo de intenção de construção do estádio acústico (Foto: Staff Images)

Como assinou contrato de opção de compra de terreno para estádio, o Flamengo vai precisar decidir, à medida em que os estudos sobre o local forem sendo feitos, o que vai fazer com o projeto de estádio acústico na Gávea.

A ideia segue em pauta no clube, principalmente se o Maracanã for um objetivo viável para o futuro. Nesse modelo, jogos de menor porte seriam na Gávea. No entanto, não é essa a projeção atual, já que o Maraca é algo incerto.

Em relação aos estudos no terreno da Avenida Brasil, a lista é grande e envolve áreas técnica, financeira e urbanística, por exemplo. Esse período de análises vai levar quatro meses.

Sob o prisma urbanístico, o estádio seria impulso para melhorias na região. É algo que envolveria a Prefeitura do Rio, mas o clube ainda não falou especificamente sobre o projeto com o prefeito Marcelo Crivella.



MaisRecentes

Decisão da Justiça libera construção no terreno do clube Everest



Continue Lendo

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo